Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

PETROBRÁS, DE QUATRO COM HUGO CHAVEZ


Graça informou que a Petrobras continua interessada na parceria com a venezuelana PDVSA na refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, que já está 60,5% pronta. Pelo acordo entre os dois países, feito pelo então presidente Lula, em 2005, e nunca concretizado, a Petrobras teria 60% do empreendimento e a Venezuela 40%. Fonte: Folha.


A refinaria foi batizada Abreu e Lima para atender o presidente Hugo Chavez no seu projeto bolivariano.  Abreu e Lima, foi general brasileiro, com pensamento bolivariano.  Presidente Lula tanto puxou o saco, mas até hoje, Hugo Chavez não botou nenhum tostão no projeto da refinaria.


A PDVSA, no entanto, vem encontrando dificuldades para tirar a parceria do papel porque não teve as garantias financeiras aprovadas pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para honrar sua parte no empréstimo de R$ 10 bilhões concedido pelo banco à estatal brasileira para a obra, estimada em cerca de R$ 26 bilhões. Fonte: Folha.


O fato concreto é que Hugo Chavez quer se tornar sócio, 40% da refinaria, sem botar dinheiro.  Exatamente como foi feita a Usina de Itaipú, onde o governo paraguaio, entrou com o nome, apenas.  E, participa dos lucros e outros benefícios.  


Graça admitiu ainda que é possível a Petrobras fazer um acordo com a PDVSA para importar petróleo além do que será usado na refinaria de Pernambuco, projetada para processar os petróleos pesados brasileiro e venezuelano.  Fonte: Folha.


Com esta declaração, a Graça Foster, está dando a entender que, Hugo Chavez vai pagar a sua participação, quem sabe, talvez, com o petróleo, após a conclusão da refinaria.  Enquanto isto, a Petrobrás coloca à venda, o seu filé mignon no Golfo do México.  


Graça Foster, dança a música tocada pelos presidentes Lula e Dilma, como a marionete.  Tudo seria plausível, se a Petrobrás não fosse a Estatal mais importante do Brasil.  


Ossami Sakamori, 68, desde ontem, engenheiro civil, foi professor da UFPR  
Twitter: @sakamori10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.