Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 30 de abril de 2014

JBS/Friboi e doença do "Mal da Vaca Louva".

A JBS-Friboi divulgou comunicado nesta terça-feira, 29, informando que rígido controle exercido em conjunto com o Ministério da Agricultura impediu que animal suspeito de sofrer de Encefalopatia Espongiforme Bovina, conhecida como "Mal da Vaca Louca" chegasse até os consumidores. Fonte: Estadão, ontem.

O caso. Um vaca nelore de 12 anos, supostamente infectada com a doença, foi identificada no Mato Grosso, prestes a ser abatida. Encontrava-se em frigorífico mantido pela JBS-Friboi em São José dos Quatro Marcos, no sudoeste do Estado. Fonte: Estadão, ontem.


Pois, em 8/3/2014, este blog, publicou uma notícia do jornal americano Kansa City Star, com o título: "JBS/Friboi. Problemas nos EEUU". Veja abaixo, trecho da notícia.  A reprodução integral está na matéria já referenciada.


A doença, que afeta o gado e outros animais de cascos, foi erradicada nos EUA mais de 80 anos atrás. Mas uma proposta do governo para importar carne bovina "in natura" do Brasil - onde a doença ainda está ativa - despertou temores de uma nova epidemia que poderia custar ao gado dos Estados Unidos e na indústria bilhões de dólares. Fonte: Kansa City Star (4/2/2014).

JBS/Friboi já foi matéria deste blog por várias vezes, por ser uma das empresas que tem um dos maiores, senão o maior endividamento, no BNDES.  JBS/Friboi deve ao sistema bancário, de acordo com o balanço disponível, cerca de R$ 30 bilhões.  Não se sabe exatamente qual é montante que deve à cada instituição bancária.  No entanto, este blog apurou no mesmo balanço, que o patrimônio liquido da empresa, descontados os valores intangíveis, é de R$ 8 bilhões.  E também, JBS/Friboi apresentou no seu último balanço, o pífio lucro líquido de R$ 920 milhões.  Para uma empresa que deve R$ 30 bilhões, chega a ser ridículo o tamanho do lucro.

O grupo JBS/Friboi, cresceu vertiginosamente no governo Lula e vem crescendo no governo Dilma.  Crescimento baseado apenas em razão dos empréstimos concedidos pelos bancos oficiais com juros subsidiados, maior parte, tomado dentro do programa PIS - Programa de Investimentos Sustentáveis.  O processo de crescimento da empresa JBS/Friboi, guarda semelhança com o crescimento da empresa OGX do Eike Batista.  Isto, me cheira, de que o destino da empresa JBS/Friboi vai ser o mesmo do grupo OGX.
 
Também, de forma semelhante ao Eike Batista, os irmãos Joesley e Wesley Batista, levam vida de ostentação, digno de contos de fadas.  A última edição da Veja, traz uma reportagem da apresentadora de TV, Ticiane Vilas Boas, que casara com o Joesly Batista.  A reportagem conta a vida dos "novos socielite" Joesley e Ticiane.  

Não teria nada contra a vida de ostentação dos irmãos Friboi, com seus jatinhos e iates.  Nem teria nada contra que o vestido de noiva da Ticiane custou cerca de R$ 500 mil.  Eu não tenho preconceito, nem inveja de pessoas ricas que vivem vidas de contos de fadas.  Não, não tenho.  O que questiono é a forma como vivem os beneficiários de empréstimos subsidiados, a juros médios de 3,5% ao ano,  enquanto o micro empresários pagando juros aos agiotas de 3,5% ao mês.  Lembrando que o dinheiro dos empréstimos subsidiados, vem do Tesouro Nacional.  Eu, você e nós, somos contribuintes compulsórios deste mesmo Tesouro Nacional.  Concluindo, nós financiamos a compra do vestido da Ticiane que custou R$ 500 mil. Verdade seja dita!


O fato é que a vida dos irmãos Batistas, por conta da JBS/Friboi é facilitada com os empréstimos de R$ 30 bilhões, subsidiados pelo sistema bancário, maior parte pelo sistema BNDES.  Um dos sócios do JBS/Friboi, que se afastou do grupo, no papel, pleiteia a candidatura ao governo de Goiás, o Júnior Friboi.  Digo com todas letras que eles são o que são, com interferência direta do Lula e da Dilma.  JBS/Friboi deverá financiar a campanha da Dilma em 2014, como já afirmei em várias matérias postadas aqui.


Voltando ao assunto do topo da página, a indicação comprovada pelo Ministério da Agricultura, de um dos animais em espera para abate ser portador da doença denominada de "Mal da Vaca Louca", é muito grave.  Considerando que os exames são feitos pela amostragem, quem garante que a população brasileira não estejam consumindo, neste momento, carnes Friboi contaminados?  Sim, o assunto é de extrema gravidade!  

Os americanos que estão certos.  O Departamento de Agricultura dos EEUU, está fazendo audiência pública, exatamente sobre a liberação ou não das importações de carnes bovinas brasileiras, em razão da doença "Mal da Vaca Louca".  Eles são sérios, nós não.  Eles podem tomar medidas restritivas e JBS/Friboi e JBS/Friboi ficar numa situação econômica pior do que está. Mas, aqui no Brasil, é o contrário. Todos comem carnes e produtos Friboi. 

Brasil é um país libertino.  Não é país sério.  Todas denúncias apontam como beneficiários dos mega empréstimos do BNDES dados ao JBS/Friboi, nada mais nada menos que  o presidentes Lula e a presidente Dilma.  Há denúncia do ex-delegado da Política Civil, Romeu Tuma Jr, de que a empresa JBS/Friboi é a maior lavanderia de dinheiro sujo da América Latina.  Enquanto nenhuma autoridade toma iniciativa de investigação, mesmo após inúmeras denúncias feitos por este blog e pela imprensa alternativa, os Batistas levam vida de reis e rainhas. 

  

Enquanto isto, os otários contribuintes do dinheiro que sustenta a família Batista, vai ao supermercado comprar as carnes Friboi.  Sim vão comprar produtos cujos garotos propagandas são: Roberto Carlos, Tony Ramos, Fátima Bernardes e Ana Maria Braga, recomendarem que nós comamos os produtos, eventualmente, contaminados com vírus do "Mal da Vaca Louca Friboi".  Pode isto?

Imagino esta altura, os meninos Batistas devem estar fazendo muuuuuú, para todos nós.  Dinheiro deles já estão nos paraísos fiscais.  E nós contribuintes, teremos que  cobrir com o rombo deixados pelo JBS/Friboi, bem no futuro próximo.  

Ossami Sakamori
@SakaSakamori

LULA, MACULANDO A DIGNIDADE DE UM POVO



Por Evandro @mouthfucking
Amigos! hoje só vou postar isso! Minha indignação chegou ao limite!
Numa noite, lá pelos idos de 1986, eu estava no bar do Hotel Mabu em Curitiba, quando pelo vidro da porta do bar vi Lula, Gushiken e outros.  Ele andava de um lado para o outro com um charuto e uma garrafa de whisky na outra.
Eu já não gostava da forma como se comportava, e a partir daí passei a detesta-lo, justamente porque ele pregava uma coisa e ali eu vi que era só da boca para fora. Pois um metalúrgico consumir charutos e whisky não era evidentemente que toda uma classe trabalhadora esperava de seu líder. Isso não quer dizer, que um trabalhador não tenha direito de consumir estes produtos, tem mais do que ninguém. 

Mas ele, Lula, naquele momento pregava o total repudio aos EUA. Uma imagem vale mais que um milhão de palavras, e Lula a partir daquele momento conquistou um inimigo figadal, pela mentira que pregava aos seus pares. E pela figura grotesca, paparicada por uma elite que se embriagava com champagne para discutir O Capital. 

Passados 20 anos, temos Lula como presidente, levado ao Planalto pelo povo. Povo simples, que confiou nele. Lula, com sua linguagem simples e cheia de metáforas populares, conquistou o brasileiro pobre, de baixa educação, já cansado dos doutores que sempre empurravam com a barriga suas necessidades. 

O pais depois de décadas tinha saído de uma hiper inflação, e estabilizado, foi um prato cheio para o falastrão levado ao poder. Escudado por pessoas que queriam o poder pelo poder, Lula fez alianças com o resto do resto dos políticos. Traiu seus pares e quis conduzir uma nação apenas com conversa fiada.

Lula sentiu que poderia ser único. Ele se fazendo de tonto, conseguiu enrolar a todos com palavras que nem ele entendia. Sentiu o gosto do dinheiro, do poder e não mais quis perder. E para não perder, vendeu a alma ao diabo! E ficou rico.

Rico e com os diabos ( Dirceu/Gilberto Carvalho), quis voltar ao início, e construir uma união comunista na américa do sul. Junto com os companheiros Castro e Chaves, quase conseguem. Digo quase, porque a próxima eleição é que vai ditar sua vitória ou derrota. E para conseguir isso, ele não vai poupar nada, e nem ninguém. Vai macular nossa honra de cidadãos. 

Um ex-mandatário que denigri a imagem da mais alta corte do pais em outras terras, não é gente de bem. Um ex-presidente que para se manter no poder, não se importa em destruir um país, não é digno de ser chamado de humano. Um cidadão que engana seu povo humilde, contando mentiras para se locupletar no poder, só pode mesmo ter parte com o mal.

Lula, por tudo que foi, e que é, simboliza o mal personificado de politico. Lula, sonha e instiga para que o caos sombreie o Brasil, para garantir seu quinhão de poder. Falar mal do STF, que em minha opinião foi até benevolente com o PT, é se achar o justiceiro do povo, é se achar acima do bem e do mal. 

Antes de falar mal do nosso país e do nosso povo em outras terras, Lula tinha que explicar ao povo humilde que o elegeu como ele conseguiu ficar milionário, como seu filho da noite para o dia virou empresário de uma grande empresa financiada por empresas de comunicação. 

Lula tem que explicar a morte de prefeitos do seu próprio partido, Celso Daniel de Santo André e Toninho do PT de Campinas. Lula tem que explicar sua ligação e a ligação do seu partido com as grandes construtoras, com os empréstimos escusos para amigos via BNDES, Banco do Brasil, e Caixa Econômica.

Lula antes de querer se mostrar como deus, tem que explicar Friboi, Eike Batista, Petrobras, Eletrobrás, mensalão, obras da Copa do Mundo, financiamento de campanha na Venezuela, Bolívia, Equador, Argentina, Paraguai. Tem que explicar obras internacionais em Cuba, África, e América Central, doação de uma refinaria na Venezuela. Tem que explicar, porque quer nos fazer amigos de presidentes de países, os quais não queremos a amizade, como Maduro, Kin Jong, Mahmoud Ahmadinejad, Evo, etc.

Lula e seu partido, antes de se fazerem de vítimas, tem abrir suas contas no Brasil e no exterior, tem que explicar porque quer tanto dominar a mídia, calar a internet, aparelhar as instituições e as universidades. Lula e seu partido tem que explicar porque quer tanto transformar o Brasil numa republica comunista, se nós o povo não queremos.

Lula antes de querer ser o rei da cocada preta tem que explicar, Dirceu, Gilberto Carvalho, Genoíno, Vargas, Cervero, Paulo Roberto Costa, Orlando Silva, Delúbio Soares, Rosemary Noronha, Erenice Guerra, Gleisi Hoffman, Paulo Bernardo, Pallocci, e tantos outros corruptos que trafegam pelo altos e baixos escalões do governo. 

Lula é o Hitler dos trópicos, quer dividir nosso povo para conquista-lo! Lula representa a idade média, Lula é o caos que quer manchar a dignidade de um povo para se perpetuar no poder. Vai embora Lula, nos deixe em paz nós não queremos você, nós não te demos procuração para falar por nós! 

Volte para seu mundo, vá viver com seu irmão, LÁ NAS PROFUNDEZAS. VAI E NÃO VOLTA NUNCA MAIS PARA PODERMOS VIVER EM PAZ.

Evandro @mouthfucking

A matéria tem o patrocínio do

Ossami Sakamori
@SakaSakamori



terça-feira, 29 de abril de 2014

Economia BR. Crise nas montadoras?

A indústria automobilística encerrou abril com estoques suficientes para 43 dias de vendas.  É o maior nível desde novembro de 2008, no início da crise global, quando o encalhe nas fábricas e nas revendas atingiu o equivalente a 56 dias de vendas. 


Pois este foi o teor da notícia do tradicional jornal Estadão, não de ontem, mas do dia 7 de maio de 2012.  Assim foi também a notícia no auge da crise financeira mundial de 2008.  De tempo em tempo, a indústria automobilística nacional tem surto de crise, uma espécie de gripe que volta a cada inverno.

As montadoras fazem pressão para forçar o governo para solução do problema de mercado. Enchem os páteos da s fábricas com veículos para pronta entrega.   Chamam a imprensa para fotografar os páteos, pressionam o governo para dar solução ao problema dos estoques, sob ameaça de demissões de trabalhadores.

O governo Lula para sair da crise financeira mundial de 2008, lançou pacote de medidas como isenção de impostos para veículos automotores, incentivou os bancos oficiais a concederem financiamentos a longo prazo, sem entrada.  O mercado de veículos novos explodiu.  A frota de veículos de passeios que circulam em grandes cidades vem desafiando os prefeitos com os problemas de trânsito de veículos.  


Lá vai o repeteco da situação.  Estamos em 2014, por sinal, no ano de eleições presidenciais.  A presidente Dilma, quer e quer ganhar eleições custe o que custar.  Nas palavras da presidente, nem que tenha que pedir ajuda do diabo.  A indústria automobilística será atendida nos seus pleitos, pelo menos parcialmente.  É o que anuncia o ministro Mantega.

O pacote de medidas apresentada pela Associação dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) prevê incentivo fiscal ao setor bancário para financiamento de veículos.  Pelo estudo apresentado, o Banco Central vai permitir que os bancos lancem como provisionamento 75% do valor do financiamento, como títulos incobráveis.  Em tese, os 75% de financiamento vão figurar como perdas, antecipadamente.  Resumindo, os bancos só pagariam impostos se houver recebimentos acima de 25% do financiamento.  Um incentivo fiscal e tanto.  

Na prática o que poderá ocorrer?  Com a solução apontada, os bancos ficariam estimulados a financiar, novamente, 100% do valor do veículo, uma vez que a inadimplência do setor será "bancada" pelo governo, via "renúncia fiscal" disfarçada.  Certamente, para os bancos é um grande negócio!  Poderão os veículos novos a serem vendidos com financiamento integral a prazo máximo de 60 meses.  

Isto parece, pelo menos momentaneamente resolver o problema de desova dos páteos de estoque e colocar novamente o setor automobilístico como puxador da economia.  Aparentemente, as medidas poderão dar sobrevida à "sensação de bem estar" ou "sensação de poder de compra" da população, pelo menos até o término das eleições.  Após dia 26 de outubro são outros quinhentos.


A Dilma se meteu no meio do cipoal de problemas, sem precedentes, só visto no Plano Cruzado do Sarney.  A economia está engessada artificialmente.  O câmbio está defasado.  Os preços administrados estão congelados.  E a expansão da base monetária está nos níveis nunca experimentados nos últimos 12 anos, com sucessivas emissões de títulos de dívidas.  

O problema de tudo isto é que o mercado já percebeu, com 2 anos de defasagem, mas percebeu.  Os agentes econômicos perceberam que a inflação está represada e que uma hora virá o ajuste ou seja haverá uma super-inflação, isto é inflação anual acima de dois dígitos.  O mercado, onde couber, fará reajuste "preventivo", o que causará mais inflação.  Isto é como espiral, inflação passada que vai alimentando a inflação futura.

Na minha visão, o dique que retém a inflação romperá antes das eleições.  Disse Delfim Netto, na condição de ministro de Fazenda, que a inflação era psicológica.  De certa forma, ele estava certo ao afirmar isto.  Claro, não levando a frase no sentido literal, a inflação é causado, em grande parte por fator psicológico ou seja, preventivo.  O mercado está ouriçado!  Os agentes econômicos não confiam mais no governo do PT, portanto, não confiam mais nos postulados econômicos ditados pelo PT, o que aguça ainda mais o espírito "preventivo".


Na minha visão, a situação do País está cada vez mais grave.  Se o governo continuar com a expansão da base monetária, sem parcimônia, boa coisa não vai dar. Inflação, da saída de engessamento ou congelamento, será desastrosa.  Experiência já tivemos de sobra, no Plano Cruzado do Sarney.  Inflação do ano de 1989, último ano do governo Sarney, bateu recorde histórico de 1.764% ao ano.


Para aqueles que não viveram à época do Plano Cruzado, justamente no governo Sarney, o povo viveu "sensação de bem estar" e "sensação do poder de compra".  Comprar veículos eram coisa mais fácil do mundo e viajar para exterior era programa favorito dos brasileiros.  Deu no que deu, veio Fernando Collor e confiscou os depósitos bancários do povo brasileiro!

Ossami Sakamori
@SakaSakamori




segunda-feira, 28 de abril de 2014

Penitenciária da Papuda, o destino do Lula e Dilma.

O Lula esteve em Lisboa, última sexta feira, dia 25, como convidado do governo de Portugal para a comemoração dos 40 anos da Revolução dos Cravos, que redemocratizou o país após 41 anos de ditadura.  

Em entrevista dada, segundo Estadão, ao Rádio e Televisão de Portugal (RPT), no sábado, dia 26, teria dito: "O mensalão teve praticamente 80% de decisão política e 20% de decisão jurídica. O que eu acho é que não houve mensalão"


Não tenho mais complacência com o Lula.  Lula e sua sucessora Dilma estão roubando descaradamente os cofres do poder público ou estão deixando os seus companheiros roubarem o dinheiro confiado pelo povo ao BNDES e Petrobras sobretudo.  

O processo mensalão foi julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) do País.  Ponto final. Não cabe ao cidadão Lula, semi-analfabeto, opinar sobre o resultado do julgamento.  Pela infeliz declaração dele, dizendo que o julgamento teve 80% de componente político, expõe sua ridícula condição de falta de escolaridade.  Deveria se considerar feliz porque o Procurador Geral da República da época Antonio Fernandes, não o incluiu como réu no processo.

O Lula se acha acima das Leis que regem a República Federativa do Brasil.  Para o Lula, o Brasil é apenas quintal que ele manda, nos últimos 12 anos, ignorando que há no País, uma Constituição da República, que ajudou a escrever.  Ele próprio, Lula, como cidadão brasileiro foi eleito legitimamente para governar o País entre janeiro de 2013 e dezembro de 2010, sob regras da Constituição vigente.  O fato de ter sido presidente da República não lhe dá o direito de ficar achincalhando o STF.


Exatamente porque o Lula acha que está acima das Leis é que ele e sua sucessora Dilma vem roubando e deixando os seus companheiros roubarem R$ bilhões, não mais R$ milhões. A estimativa que fiz baseado em dados concretos sobre valores superfaturados, somente na estatal Petrobras, o prejuízo ascende a R$ 32 bilhões, nos últimos 12 anos.  

Os prejuízos avaliados são tão evidentes que indicam a existência de roubalheira explícita ou incompetência na administração dos recursos públicos.  Ainda, poderá ter havido, os dois fatores concomitantes, ou seja, incompetência na administração pública e roubalheira do dinheiro público.  Em ambos casos caberiam processos criminais e cíveis.  Digo, caberiam, porque as medidas não são tomadas.  

O fato é que os R$ 32 bilhões, parte foi para o bolso dos corruptores, os empreiteiros, prestadores de serviços e fornecedores de equipamentos, no caso específico da Petrobras.  Grosso modo, 90% do montante deve ter ido para o bolso dos corruptores, conforme os casos.  Os empreiteiros da Petrobras ficaram R$ 29 bilhões mais ricos. O esquema Lula, Dilma e companheiros receberam de propinas no montante acima de R$ 3 bilhões, somente no caso Petrobras.


Em se tratando do caso Petrobras, sem contar com o rombo no BNDES, Eletrobras, bancos oficiais, o País ficou mais pobre em R$ 32 bilhões.  Dinheiro este que está faltando na área de educação, saúde pública e segurança pública, notadamente.  Já fiz simulação do que poderia fazer com esse dinheirama todo.  Enquanto os corruptos e corruptores riem à toa, morrem doentes nos corredores dos hospitais. 


Voltando ao que disse o Lula em Lisboa.  O mensalão foi apenas uma mínima parcela da roubalheira pelos agentes do governo.  O mensalão comprovou o desvio e distribuição indevida para o PT e aos companheiros da base aliada, cerca de R$ 150 milhões. Mensalão foi apenas, a ponta do "iceberg" da corrupção que impregnou na administração petista, nos últimos 12 anos.  Hoje, se fala em R$ bilhões. 


Fica repetitivo, cansativo, mas volto ao exemplo do envolvimento do presidente da Alemanha em escândalo envolvendo US$ 1 milhão.  Sim, estamos a falar de mísero US$ 1 milhão!  O presidente da Alemanha foi afastado do cargo pelo Parlamento.  Há muitos anos atrás, o primeiro ministro do Japão foi demitido do cargo, pela suspeição de recebimento da propina de US$ 160 mil, equivalente hoje, a menos de US$ 1 milhão, da empresa Lockheed.  Aqueles países são sérios e são os mais desenvolvidos, coincidência ou não. 

Se o Brasil fosse país sério, Lula e Dilma estariam na Penitenciária da Papuda junto com os seus companheiros da quadrilha.  O Lula, no momento, para mim, não representa nada.  Ele é tão cidadão comum como eu, perante a Lei, apesar de privilégio de equipe de ter assessores pagos pelos contribuintes e possuir passaporte diplomático. Perante a Justiça Lula é cidadão comum.  A Dilma tem foro privilegiado, enquanto na condição de presidente da República, mas a Lei não concede o direito de fazer o que quiser.  No caso da Dilma, terá o direito de cidadão comum mas o dever do cargo que ocupa.

Já me dirigi, informalmente, ao Ministério Público Federal para apresentar o escopo da denúncia.  Foi aconselhado para não fazê-la pelas retaliações que sofreria, mesmo dentro daquela instituição da República.  Nego-me a declinar nomes.  O fato é que foi-me aconselhado a "colher provas materiais".  Uai, pensei eu, não sou polícia judiciária para fazer o que me foi sugerido.  


Se o Brasil fosse país sério, diante de qualquer denúncia de corrupção ou de qualquer outro crime com forte indício de ser verdadeira, a Polícia Judiciária, com respaldo da Justiça e do Ministério Público, iriam investigar a veracidade do fato denunciado.  Parabenizo a Polícia Federal, sobre a operação Lava Jato, em especial. Deve ter sido penoso, o trâmite burocrático para que a investigação não fosse invalidada.  

Como a PF é subordinado ao Poder Executivo, qualquer inciativa contra os altos escalões da Poder Executivo, fica praticamente inviabilizado.  A Polícia Federal, imagino, está chegando ao poder central pelas beiradinhas.  Infelizmente, no Brasil, não há Ministério Público independente, nem Polícia Federal, judiciária, independente.  E tem membros do STF, que são declaradamente pau mandado do Poder Executivo.  Assim, o Lula e Dilma, totalmente blindados pelas instituições da República, vão fazendo suas estrepolias.  

Crédido da foto: UOL

Eu garanto, uma hora Lula e Dilma vão cair do cavalo. Nunca o crime é perfeito.  Nem todos membros das Instituições da República são venais, aliás pelo contrário, a maioria não são venais, felizmente.  Basta uma mudança de ventos para que os omissos, hoje, se levantem contra a quadrilha que tomou conta do País.


Mesmo o Lula se achando acima de Deus, ele é como qualquer ser humano.  A imprensa noticiou que ele se internou no Sírio Libanês para tratar do labirintite que foi acometido.  Também a imprensa noticiou, em letras miúdas, de que a Dilma está com diverticulite.  Deus queira que os dois se recuperem prontamente.  

Mas, também, Deus nos permita que os dois vão para Penitenciária da Papuda!

Ossami Sakamori
@SakaSakamori





domingo, 27 de abril de 2014

Petrobras - novas revelações. Cadeia para Lula e Dilma!

A Polícia Federal, segundo Estadão de ontem, suspeita que tenha havido corrupção e lavagem de dinheiro que pode ter chegado a R$ 10 bilhões.  A suspeição foi levantada no bojo da Operação Lava Jato, com investigações sobre o ex-direto da Petrobras, Paulo Roberto da Costa. 

Crédito da foto: UOL

Isto tudo vem de encontro às minhas denúncias sobre as operações suspeitas da Companhia, além destes que estão sob mira da Operação Lava Jato. Trata-se da venda de ativos no exterior, onde a suspeição é tamanha que dispensa qualquer análise mais técnica e profunda.  É coisa que salto aos olhos de um analista mequetrefe como este que aqui escreve.  

Refiro-me, mesmo que seja repetitivo, à matéria escrita por mim em 24 de abril, quinta-feira, portanto 2 dias antes da notícia no preâmbulo.  O tíutlo da matéria é : "Lula e Dilma quebraram a Petrobras!". Veja um pequeno trecho daquela matéria:


As vendas de ativos no exterior, anunciado com maior estardalhaço, estão minguando.  Inicialmente se falava em levantar US$ 14,9 bilhões com o desinvestimento.  Era tudo balela!  Deve ter levantado, pouco menos de US$ 5 bilhões. O restante, parece virar mico.  A Petrobras até parou de anunciar as vendas, porque não tem mais ativos significativos para vendê-los.  A diferença de US$ 10 bilhões simplesmente estão se esvaindo, vão virar esqueleto no armário.  Esqueletos como Pasadena que não querem mostrar ao povo.  Este só veio à tona porque houve demanda judicial nos EEUU envolvendo a refinaria. 


A oposição pediu e a ministra Rosa Weber do STF concedeu, liminar para instalação da CPI da Petrobras. Nesta semana, no mais tardar na próxima, deverá ser instalada a Comissão Parlamentar de Inquérito, que tem poder de investigar as roubalheiras na Companhia, paralelamente à investigação da Justiça.  


Roubalheira tamanha, nunca o Brasil viu, nem no tempo do império e muito menos no da República.  Estamos falando, somente via esquema Paulo Roberto da Costa, em R$ 10 bilhões.  Some ao montante o esquema levantado por mim, em US$ 10 bilhões, equivalente a R$ 22 bilhões, isto dá valor superior a R$ 32 bilhões.  

O valor equivale a 2/3 do orçamento do SUS. O valor é equivalente a entrega "gratuita" de 200 mil casas do tipo MCMV.  Com o mesmo montante, daria para construir 5 mil km de rodovias duplicadas, rasgando Brasil de norte ao sul e leste a oeste.  O dinheiro equivale a PIB de vários países do terceiro mundo.  


Sim, nós estamos a investigar os bagrinhos da República. Uns tem o nome de Paulo Roberto da Costa outros de Sérgio Gabrielli.  Os verdadeiros mandantes destas operações, que envolvem roubalheira de mais de R$ 32 bilhões, se chamam Luis Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, respectivamente ex-presidente e atual presidente da República.  Darei chance para eles contestarem as denúncias utilizando este espaço do blog.  

Se somos incompetentes para investigar, o que não acho porque temos Polícia Federal competentes, bastaria pedir ao Departamento de Justiça dos EEUU, que tem banco de dados com todas movimentações financeiras atípicas, dos americanos e dos não americanos.  O Brasil é signatário deste convênio de cooperação sobre a lavagem de dinheiro, para quem ignora o assunto.  Que a CPI peça ajuda à nossa gloriosa Polícia Federal, mas também ao Departamento de Justiça dos EEUU conforme prevê o convênio firmado.  

Rosemary, amante do Lula, sustentado com dinheiro do povo!

Se tomadas providências cabíveis, certamente, o Lula e a Dilma serão considerados culpados por serem os principais beneficiários deste esquema de corrupção, sobretudo, utilizando o esquema Petrobras.  À essa altura, Paulo Maluf ou Fernandinho Beira Mar são contraventores de segunda categoria.  Coitado do Fernando Collor, que foi afastado do cargo de presidência da República por ter comprado um Fiat Elba, com sobra do dinheiro da campanha.  



Cadeia para Lula!  Cadeia para Dilma!

Ossami Sakamori
@SakaBrasil2  (homem bomba)


sábado, 26 de abril de 2014

Setor automotivo. Fora Lula! Fora Dilma!

Segundo o Estadão, de ontem, o governo federal discute com o setor automotivo algumas medidas para desovar os estoques dos páteos das montadoras.  As medidas de estimulo vem atrás da queda de 2,1% nas vendas do primeiro trimestre, em relação ao anterior.  


Destravar o crédito foi a solução apontada pela Associação Nacional de Veículos Automotores (Anfavea), uma vez que a redução dos impostos, novamente, ficou descartada pelo governo federal.  De princípio, a volta de imposto, do estímulo dado anteriormente, em julho próximo, está mantida.  

Uma das soluções apontadas pela Anfavea, segundo Estadão, é ampliação do prazo de financiamento para até 60 meses, como já foi feito no estímulo dado no auge da crise do setor automotivo. O maior estímulo para os bancos é permissão de provisionamento de 75% do valor de financiamento como dívidas incobráveis, na apuração de lucros e perdas dos bancos.  Grosso modo, vocês podem imaginar a situação assim, os bancos só vão pagar Imposto de Renda se receber de volta acima de 25% do valor do financiamento.  Vai ficar uma moleza e beleza para os bancos!

O setor automotivo tem força perante o governo, em linhas gerais impõe o que o setor quer.  Usa como pressão contra o governo, a ameça de demissões dos trabalhadores.  E pela mídia, faz pressão, mostrando o estoque de milhares de carros nos páteos das montadoras.  Enfim, o setor automotivo impõe o que quer ao governo federal.  

Este tipo de pressão do setor, vem desde os tempos do Lula, barba, quando era presidente do Sindicato dos Metalúrgico de São Bernardo.  Barba foi utilizado pelo Anfavea, segundo o relato apresentado pelo Romeu Tuma Júnior, no seu livro bomba.  Lula era pelego da Anfavea como sindicalista e hoje presidente de fato da República, vem cumprindo o seu papel de "pelego" do patrão.


Mais uma vez, o governo curva à exigência do setor automotivo, como nos velhos tempos do Lula "pelego". O setor automotivo, nunca dantes com agora, remeteu lucros tão expressivos para as respectivas matrizes nos últimos 5 anos.  Isto quer dizer, concretamente, que o setor automotivo não está tão mal como se pretende vender pela mídia, exigindo do governo o socorro para continuar a expansão do setor no mesmo ritmo dos anos anteriores.


O governo vai atender ao setor, porque a Dilma pretende vender a "sensação de bem estar" ou sensação do "poder de compra" da população para tentar se reeleger no mesmo cargo.  E o Lula, vulgo barba, o "pelego" da indústria automobilística vai entrar na disputa para o cargo de presidente da República, se despencar a popularidade do seu poste, a Dilma.

O que me preocupa, não é porque Lula ou Dilma vão manter a popularidade, mas sim a expansão da base monetária, que em última análise produz inflação.  A inflação, a não oficial, a inflação do bolso, já está fora do controle.  Então, no momento que o dragão da inflação está despertando, ampliar a base monetária é como tentar apagar o fogo com querosene!  Fiquem atentos ao que estou a afirmar aqui.

A facilitação do crédito no setor automotivo, vai exatamente no sentido contrário à política monetária que deveria impor na beira de abismo da inflação.  Alô, alô, economistas de plantão!  Não fiquem defendendo o estímulo ao setor automotivo como fato positivo!  Neste momento, o fato é altamente danoso para o País, no médio e curto prazo. Estes que defendem as medidas para o momento são inimigos da pátria.

Para uma grande parte da população pensante do Brasil, sou arauto do pessimismo ou sou o vendedor de "apocalypse now!".  Não, não sou!  Sou apenas realista. Quero apenas chamar atenção para a visão que a grande mídia não aponta.  O fato que não aguento mais, o Lula, barba,  "pelego" do setor automotivo, continue mandando no País. Moral ele tem de menos, manteve a amante Rosemary com o dinheiro do povo! 


Ou este País é dos medíocres ou este País é dos canalhas! Você escolhe o menos pior.  Melhor dizer: Fora Lula! e Fora Dilma!

Ossami Sakamori
@SakaSakamori


Futebol, Política e religião não se discutem!! Verdade ou mentira?

Por Raphael Werneck

Diz a sabedoria popular brasileira que“futebol, política e religião não se discutem”.

O articulista Ronaldo Ribeiro escreveu em postagem feita no Portal Forum em 25de julho do ano passadoque esse dito  é batido, surrado e mentiroso e que dentre os três assuntos, , religião é o único que efetivamente não devemos discutir publicamente.

Quem está com a razão , o articulista ou a sabedoria pública?
Para chegarmos à solução dessa questão é necessário esclarecer preliminarmente que segundo podemos depreender dos diversos conceitos de alguns dicionários da língua portuguesa, discussão é o ato ou o efeito de discutir, ou seja, a ação de buscar a verdade dos fatosem relação a alguma coisa através da utilização de argumentos que  colocando  em dúvida o questionamento buscam na medida do possível o consenso sobre o objeto da questão discutida.

A razão de a sabedoria popular vir a dizer que“Política, futebol e religiãonão se discute”, a meu ver, foi motivada  pela  utilização  nestas discussões de violências verbais e às vezes até físicas pelas pessoas  que queriam a todo custo fazer prevalecer a sua verdade. Essa utilização errônea, veio, inclusive,a fazer com  que os dicionários colocassem entre os sinônimos de discussões os verbetes “altercações” e “bate-boca”.

A verdade que se busca numa discussão não é verdade de uma das partes e sim aconsensual, obtida do sadio debate sobre uma determinada questão.

Como disse no início desse artigo, entende o articulista a que me referi acima que religião é o único assunto que não devemos discutir publicamente . E porque não? Porque como este esclarece “o tabu é tamanho que essa ausência de debate se observa numa espécie de proteção ao crente: questioná-lo corresponde a um gesto de ofensa. O não questionamento fica igualado a educação, polidez, aceitação. Aquele que questiona deve engolir: O crente crê porque crê. E ele tem esse direito. Ponto final.”

A meu ver, o futebol, também não deve ser objeto de discussão, porque o torcedor em sua paixãopelo seu clube do coração  age às vezes como um religioso vez que venera seu time como  se ela fosse uma santidade.

E quanto à política , pode ser discutida?

Entendo que não só pode como se deve discuti-la, , vez que como dizem, nos regimes democráticos,  a  política deve ser a atividade dos cidadãos que se ocupam dos assuntos públicos, tais como, o seu voto ou sua militância.

Quando o cidadão eleitor estiver discutindo a política e as eleições presidenciaisou governamentais de 2014, ele estará  no legítimo exercício da defesa de suas idéias, debatendo o destino de seu País, e o seu próprio destino.

Esta discussão irá servir para que os debatedores se alinhem, em relação às idéias e ações boas e más tomadas tanto no presente, como no passado , pelos diversos candidatos participantes do processo eleitoral e escolhamentre estes  aquele  que  irá gerir nos próximos 4 anos o destino do Brasil .

É necessário que o eleitor discuta e rediscuta tudo que estiver sendo divulgado a respeito dos diversos candidatos envolvidos nospleitos e, , procure se informar se  o fato divulgado  é Verdadeiro.

É necessário, ainda, que o eleitor nessas discussõestenha o Senso Crítico de separar as infâmias espalhadas por dossiês falsos  encomendados pela Situação ou pela Oposição   contra aqueles que estão concorrendo  à presidência ou ao governo de seu Estado .ou se ele não é mais um ardilutilizado para mascarar a verdade e desestabilizá-los. Mas como este aspecto é muito amploque o analisaremos em outra oportunidade.“

Recomendo que reflitam sobre o que foi dito neste artigo e Votem Consciente, pois, o Brasil espera, como bem diz o nosso hino” que nenhum de seus filhos fuja à luta”!


Acorda Brasil Antes que seja Tarde !!

Raphael Werneck

@Werneck_Raphael



sexta-feira, 25 de abril de 2014

CPI da Petrobras. Início do fim da era PT!

A ministra Rosa Weber do STF - Supremo Tribunal Federal, concedeu liminar à oposição acatando o pedido de instalação do CPI da Petrobras.  A medida tem efeito imediato, não cabendo nenhum recurso suspensivo para o liminar.  Na próxima semana, deverá ser formalmente instalado a CPI, com indicação dos nomes dos senadores que irão compor a CPI, pelos líderes das bancadas, proporcionalmente ao número de parlamentares de cada partido.

Isto vai dar desdobramento que ninguém sabe como vai ser. Mas que, no ano de eleições, discutindo sobre falcatruas na Petrobras, envolvendo diretamente a presidente Dilma e indiretamente o presidente Lula, no meu entender, vai ser o início do fim da era PT no governo federal.  A pretensão do PT de permanecer no poder por 20 anos vai para o espaço.

Já era tempo de tirar essa quadrilha de assaltantes do poder.  Quadrilha com infiltrações e tentáculos em 3 esferas do poder, o Executivo, o Legislativo e Judiciário.  Isto ben pe preciso provar.  A população é conhecedor de todos os membros que fazem parte da quadrilha.  Nem vou gastar linhas para declinar nomes. 


Eu já disse, aqui no blog que a quadrilha instalada nos poderes da República supera a do Fernandinho Beira-Mar, o traficante.  Os donos do atual poder, não traficam drogas, mas são traficantes de influências políticas, com finalidade de assaltos aos cofres públicos.  Alguns membros desta quadrilha, já se encontram na Penitenciária da Papuda, para nossa felicidade.  Mas os chefões da quadrilha ainda estão fora das penitenciárias.  



Há mais de 1 ano que venho denunciando as maracutaias na Petrobras.  Os malfeitos não se resumem na compra, com forte suspeição de estelionato e lavagem de dinheiro, da refinaria de Pasadena.  Isto é apenas, comneço.  Basta fazer "tour" no meu blog sobre Petrobras desde fevereiro de 2012, que verá muitas outras maracutaias cabeludas.  Na minha modesta avaliação, a somatória de prejuízos da Petrobras, somente com roubalheira ultrapassa os US$ 10 bilhões.  Com o mesmo dinheiro, daria para comprar cerca de 300 mil carros populares ou construção de 3 mil Km de estradas duplicadas de primeira categoria.  


O resultado da investigação, se for levado à sério, com certeza absoluta, à presidente Dilma, caberá o processo de "impeachment".  Certamente, se a CPI da Petrobras for levado à sério, levará o Lula à condição de foragido da justiça.  Escândalos cabeludos foram postados neste blog, alguns conhecidos e outros não, pela grande mídia.  Todas denúncias se referem ao desvio de dinheiro público.

Instalada a CPI, os próprios funcionários da Petrobras, 85.000 no quadro e outros tantos trabalhando nas empresas terceirizadas, poderão trazer provas concretas sobre o pagamento de R$ bilhões aos beneficiários principais, no caso os presidentes Lula e Dilma. 

Além do aparato da Polícia Federal na investigação da roubalheira pele CPI da Petrobras, a CPI da Petrobras, poderá contar com o poder de investigação do DEA - Drug Enforcement Administration do Departamento de Justiça dos EEUU, qye tem condições de fornecer o rastreamento das operações suspeitas.  


Esperamos que a oposição não perca a oportunidade de trazer ao CPI da Petrobras para investigação e confirmação de roubalheira cada item que enumeramos neste blog.  A tarefa não é para senadores amadores, a tarefa é para parlamentares que, realmente, se interessem em desvendar e colocar a quadrilha, aparentemente blindados pela legislação, na Penitenciária da Papuda. 


A CPI não pode ficar restrito à investigação sobre operação "mal sucedida" da compra da refinaria de Pasadena.  Tem muito mais lenha para queimar.  São mais de US$ 10 bilhões para que os ladrões da República, entre os quais os presidentes Lula e Dilma, devolvam aos cofres da Petrobras e que os mesmos sejam punidos com o mesmo rigor que são tratados os traficantes de drogas.  Para eles a Papuda!


Feito as investigações conforme roteiro indicado acima, certamente, a CPI da Petrobras representará para o PT, o início do fim da era de domínio, não de política, mas de quadrilha de assaltantes que domina o País há 12 anos.

Ossami Sakamori
@SakaSakamori