Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

DILMA SAI PELA PORTA DOS FUNDOS DO PLANALTO

Oito representantes de aposentados do INSS de 27 estados foram recebidos, no Palácio do Planalto, por José Lopes Feijó, assessor especial do ministro-chefe da Secretaria Geral, Gilberto Carvalho, depois de passarem mais de duas horas protestando em frente ao Planalto e fechando o trânsito no local, ao lado de inúmeras categorias de grevistas. Os aposentados do INSS querem 7,38% e o fim do fator previdenciário. A imensa manifestação que tomou conta do local e vai permanecer durante toda a noite desta quarta, obrigou a presidente Dilma Rousseff a deixar o Palácio do Planalto pelos fundos.

Assim que os manifestantes tomaram a praça dos 3 Poderes e avançaram em direção ao Planalto, a segurança, que estava reforçada pela Polícia Militar, foi engrossada pelo Batalhão de Choque, que chegou com escudos, armas em punho, cachorros, provocando reação nos manifestantes, que carregavam faixas "Fora Dilma" e "queremos reajuste".
Os aposentados entraram no Palácio com os rostos pintados de verde e amarelo, símbolo dos estudantes na era Collor. O presidente da Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas, Warley Gonzalez, que esteve com Feijó, disse que "na era Collor existia cara pintada nas ruas. Agora, é cara enrugada nas ruas".

Os trechos acimas foram extraídos do jornal Estadão de hoje. O fato por si só já demonstra o caráter bipolar da presidente Dilma.  Cada um faz o seu juizo.  

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi prof. da UFPR
Twitter: @sakamori10

Um comentário:

  1. Confesso que tenho minhas dúvidas quanto às intenções desses "cara enrugadas", espero que não façam parte de uma ação orquestrada, junto com os servidores em greve, para desviar a atenção do julgamento do mensalão.
    Quanto ao fator previdenciário, precisamos ficar atentos porque provavelmente o governo Dilma faça isso, porém, o que servia para "ajustar" o salário de quem se aposentasse antes da idade mínima, simplesmente será proibido de fazer isso. Portanto, sem fator, mas nada de aposentadoria precoce.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.