Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 5 de agosto de 2012

DNITduto. Capítulo VIII. A EVIDÊNCIA

A história contada aqui é uma ficção.  Os fatos e personagens citados, se guardam alguma semelhança com a realidade são meras coincidências.     


Local: Departamento de Polícia Judiciária, Brasília. Na sala da Superintendência.


Superintendente :  Chamei vocês, porque tem assunto muito grave. Não quero decidir sozinho.  


Delegado 1: O que foi chefe?  Você está assustado?  


Delegado 2: Pela sua cara, deve ser grave.  Conte, então...


Superintendente: Recebi relatório do COAF.  Coisa escabrosa! Movimentação atípica nos meses de julho e agosto.  Todos da lista são empreiteiros.  A coisa passa de R$ 1 bi.


Delegado 1: Esse calhamaço?  


Superintendente: Para vocês verem.  A coisa está feia!


Delegado 2: O que você suspeita?


Superintendente: A coisa deve estar ligada com a campanha da Vilma.  O buraco é mais para baixo! 


Delegado 2: Imagino, lavagem... 


Delegado 1 : Lavagem e remessa... para Miami. Esse montante, só pode ser...


Superintendente: Avisei o Diretor Geral.  Estou esperando resposta dele, para ver que rumo tomar.  Acho que um volume desse, tem participação do Planalto.  A coisa é delicada.  Não podemos pisar na bola.  


Delegado 1: Vamos ter que pedir escuta pelo guardião, para ver donde partiu e para onda está indo.


Delegado 2: A lista é de R$95 mil para cima?


Superintendente:  Não a lista pega de R$90 mil para cima. Curiosamente, a movimentação, a maioria é abaixo de R$100 mil e acima de R$90 mil.  Coisa de amador...


Superintendente:  Tem movimentação grande, a maioria. Estão desembocando nos doleiros de sempre.  Mais de R$600 milhões, suspeitos.


Delegado 1: Peixe grande, então!


Delegado 2: Tubarão, amigo... tubarão!


Superintendente: Peço discrição até vir ordem do Delegado Geral.  Ou poderá não vir ordem nenhuma, também.  Enquanto isso, vamos rastreando, por via indireta.  Bicheiro, por exemplo.


Superintendente: Faz de conta que não houve esta reunião.


Delegado 1: Combinado!


Delegado 2: Isto pode dar um Color 2. 


Superintendente: Nada de fazer ilações!


Encerrada reunião, cada um vai para suas salas respectivas, quietos e sóbrios como chegaram. 


As eventuais contestações sobre o script acima, e-mail para contato: sakamori10@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.