Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

LÁ VEM O PROGRAMA ELEITORAL !

Amanhã começa programa eleitoral gratuito pelas emissoras de rádio e televisão de campanha eleitoral de prefeitos e vereadores em todo território nacional.  O programa eleitoral começa amanhã e termina na ante-véspera do dia das eleições.  

O que me preocupa são os conteúdos dos programas montados pelos marqueteiros dos candidatos, influenciados não pelas propostas dos candidatos, mas sobretudo pelas participações efetivas e diretas dos políticos, que à rigor não tem muito a ver com os próprios candidatos.  

Figuras de destaques como governadores de todos os estados, certamente influenciarão em muito o resultado das eleições, na condição de principais cabos eleitorais dos candidatos, sobretudo  nas capitais dos estados.  Eles, os governadores, funcionarão como padrinhos políticos dos candidatos de sua base eleitoral, numa espécie de tentativa de transferência de votos.  

A presidente Dilma, deveria agir como magistrado, nas eleições, para que o povo possa votar com isenção, visando tão somente ao interesso dos municípios.  Nada de "coação" explícita de que se não tiver afinidade com o governo federal, não terão apoio em repasses de verbas federais.  Se isto funciona, não sei, mas que influencia, influencia muito.

O presidente Lula, assim como presidente FHC, como ex-presidentes, teria muito mais sabedoria se ficarem de fora do processo eleitoral, municipal.  O presidente FHC porque já é uma figura do passado.  O presidente Lula porque não tem estatura moral para apoiar ou desapoiar qualquer candidato.  O próprio julgamento do mensalão vem a demonstrar isto, ou ele é completo ignorante que não teve competência de saber que existia uma teia de corrupção comandada de dentro do Palácio do Planalto ou ele é o próprio chefe da maior roubalheira de dinheiro público conhecido nos últimos anos.

O eleitor precisa estar atentos às influências externas, sob pena de estar elegendo verdadeiros marionetes para o exercício de poderes.  Não vote no ladrão que é voto perdido!  Nem vote nas indicações dos padrinhos políticos que certamente serão os paus mandados da política, como acontece com muitos.

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi prof. da UFPR.
Twitter: @sakamori10

Um comentário:

  1. Muito bom, Sakamori! A sociedade precisa ter mais personalidade e votar baseada nas suas necessidades, naquilo que se encontra estagnado ou mau utilizado. Bravo!!! Vamos ver o que nos espera e votar conscientes! Abraços.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.