Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 24 de julho de 2012

PAC DA DILMA INVESTE SOMENTE R$ 9,6 BILHÕES


Prestes a ser divulgado pelo governo, o balanço oficial do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) mostrará um forte aumento dos desembolsos neste ano.
Os números, no entanto, encobrem uma piora de desempenho justamente no foco original do programa: as obras públicas de infraestrutura destinadas a ampliar o potencial de crescimento econômico do país.
O valor é inferior aos R$ 9,6 bilhões do mesmo período do ano passado e, mais ainda, aos R$ 10,1 bilhões aplicados nos seis meses iniciais do ano eleitoral de 2010. 
 Mais delicado, no entanto, é explicar a segunda queda anual do volume de obras no mandato da presidente Dilma Rousseff, "mãe do PAC" na propaganda brasiliense. Fonte: Folha.
E EU COM ISSO?
O impacto mais visível da lentidão das obras do PAC deverá se dar nas rodovias federais, a maioria dependente de dinheiro público aplicado a fundo perdido. Além dos transtornos para os usuários, as deficiências de infraestrutura aumentam os custos das empresas e os preços dos produtos, dificultando o crescimento da economia. Fonte: Folha.


O texto apresentado pela Folha é muito didático, não necessitando de comentários.  Apenas quero acrescentar aqui a comparativo com alguns números da República.  1. Superávit primário previsto para 2012, para pagamento de juros R$129 bilhões. 2. Pagamento de juros dos empréstimos do Tesouro, considerando taxa Selic de 8%, grosso modo R$160 bilhões. 3. Tamanho da Bolsa Miséria R$22 bilhões.  4. Tamanho do (programa) Bolsa Empresário (BNDES) bancado pelo Tesouro R$300 bilhões. 5. Empréstimo do grupo JBS do Bolsa Empresário, informações da imprensa, R$17 bilhões, antes do socorro que será dado nos próximos dias pela presidente Dilma. 6. Último empréstimo do Eike Batista dentro do Bolsa Empresário R$2,7 bilhões. 7. Investimento em PAC, carro chefe do governo Dilma R$9,6 bilhões. 


Preciso comentar, mais?


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof. da UFPR
Twitter: @sakamori10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.