Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 12 de julho de 2012

DILMA, BRASIL TERRA DE 'ENROLATION' E 'EMBROMATION'!


 A presidente voltou a criticar a política de governo anteriores em relação à distribuição de renda, dizendo que o Brasil viveu uma situação "lamentável" e "terrível. "Um país com tantas riquezas, formado por um povo tão solidário, mas que uma parte imensa da sua população estava afastada dos direitos e sobretudo do direito de se beneficiar dessas riquezas e tudo que esse país pode produzir", disse. Fonte: Folha.


Na avaliação da presidente, um país desenvolvido precisa investir em escolas de tempo integral. Atualmente, o Brasil possui 33 mil escolas de ensino fundamental e médio com aulas em turno integral. Dilma Rousseff prometeu, até o final do governo, fazer o país chegar a 60 mil instituições deste tipo. "Nenhum país desenvolvido tem escola de período único", afirmou a presidente. Fonte: Folha.


 A presidente chegou ao evento com atraso de 45 minutos, o que deixou impaciente a plateia da conferência, formada em parte por adolescentes.  Como a presidente não chegava, as animadoras começaram a arregimentar jovens para cantar, mesmo sem acompanhamento de instrumentos musicais. "Está rouca? Não tem problema não!", disse uma delas a uma jovem, que acabou entoando um funk. "Isso, na minha terra, se chama 'enrolation', 'embromation'", reclamou da plateia uma delegada da Bahia.  Fonte: Folha.


Pois, a presidente Dilma, voltou a criticar os governos anteriores, novamente.  Pergunto.  Ela, não está no governo, computando o período que esteve à frente dos ministérios do governo Lula não está administrando o país há mais de 9 anos e 6 meses? Eterna mania de culpar o governo de FHC.  Deixa o FHC de lado, ele está mais do que de pijama.  Ele já faz parte da história, tão somente.  Não foi o partido da presidente, o Partido dos Trabalhadores, que veio para consertar o Brasil?  Pois, o que fizeram de positivo na área de educação?  


Chegar no evento de adolescentes com 45 minutos de atraso é um péssimo exemplo!  Atravessar a avenida da Esplanada dos Ministérios, atrasar em 45 minutos não é muito  não?  E o povo brasileiro que mora nos subúrbios que dependem de várias conduções chegam religiosa e pontualmente nos  portões das fábricas, o que fazem eles que não se atrasam?


Esse país está ficando um verdadeiro "enrolation" como disse integrante da comitiva, conforme relato.  Para completar, creio que o Brasil está numa fase de "emblomation" do que outra qualquer.


Ossami Sakamori, 67, egenheiro civil, foi prof. da UFPR.
Twitter? @sakamori10 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.