Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 17 de julho de 2012

DILMA, VAMOS FAZER FAXINA DE VERDADE?


Não é razoável assistir, sem preocupação, a economistas bem apetrechados no cientificismo criticarem com enorme fúria verbal a atual política econômica. Seria ridículo supor que ela não pode ser melhor, mas há sérias dúvidas sobre se ela pode ser "maximizada" sob as restrições impostas. Por maior que seja o esforço governamental, seu resultado será sempre condicionado por esse fato. Mas é absurdo sugerir que a ação pragmática de curto prazo é "toda errada porque compromete uma visão de longo prazo". "Deveríamos", porém, é bem diferente do "poderíamos", devido às "condicionantes" expostas acima.  Fonte: Folha.


As frases acima foram ditas pelo professor Antonio Delfim Neto na sua Coluna semanal, no jornal Folha de São Paulo. Ele está certíssimo.  Eu próprio estava entrando na onda do "deveríamos" e "poderíamos" ter feitos, com relação à política econômica.  Vou seguir os conselhos do professor e sair das discussões bizantinas.  Falar de que o Collor, Itamar, FHC e Lula deveriam ter feitos ou que a Dilma poderia ter feito, não soma a nada.  O tempo não volta mais atrás.


A partir de hoje, dentro do que é possível, farei colocações a qualquer matéria com vistas voltadas ao horizonte, olhando um pouco para o retrovisor, apenas, o suficiente para servir de correção do rumo.  


Antes mesmo de cobrar providências sobre a política econômica, que terei tempo suficiente para expô-la, quero colocar hoje, uma questão fundamental sobre a vida cotidiana do cidadão, sobre a credibilidade de quem ocupa o cargo público.  No caso específico, as denúncias e comprovação da corrupção que envolvem direta ou indiretamente levam a campanha da presidente da República.  Não basta afastar os ministros e diretores de órgãos a que a subordinam.  Isto não é faxina.  Isto é colocar o lixo debaixo de tapete.  Esta foma de faxina (sic) onde existe tanta complacência, nós deixa tirar ilações que a presidente Dilma sabe de algo, que a impede de fazer a faxina completa. Forças ocultas?


Presidente Dilma, antes de anunciar medidas, que poderão lhe render alguns pontos no índice de aprovação do governo, deveria anunciar em cadeia nacional de TV e rádio que tomará todas medidas institucionais possíveis e necessárias para apurar os fatos que já são notícias sobre a roubalheira do dinheiro público, no país.  Apenas do seu próprio governo. Até porque os rastros da Delta Construções e companhia estão a levar na direção do Palácio Planalto.


Dilma, deve fazê-la com urgência!


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof. da UFPR.
Twitter: @sakamori10

5 comentários:

  1. Como sempre, um caminhão de cal virgem está sendo entregue semanalmente em Brasília para ocultar e esconder, apagando todas as pistas e fatos, e para não ficar diferente, o jogo de cena acontece e os índices vão a estratosfera, superando até mesmo jesus Cristo !

    ResponderExcluir
  2. Essa Petralhada não toma jeito. Fazem ameaças, corrompem os fracos, maltratam os que são de bem e enganam os miseráveis.
    Essa Presidenta poderia mudar os rumos, os paradigmas da nação, mas é claramente uma covarde como os outros e conivente também.
    Não vejo no horizonte um cidadão que seja capaz, competente, sem rabo preso que mude essa cena deplorável de nossa nação, se é que se pode chamar o Brasil de nação.
    Nação é algo grandioso demais pra se falar de um povo mesquinho, torpe, enganador, bajulador e todos os adjetivos perniciosos que merecemos!

    ResponderExcluir
  3. Verdade, gostei do cometário acima; incrível a imbecilidade do povo! Eu não acredito muito nessa enorme popularidade dela ... Nem consigo escutar essa dona¨¨"tão mentirosa que dá nervoso e "um discurso dela eu deleto. Ela ñ sabe falar¨, se expressa mal, muito mal!
    Beijo grande/ Mery

    ResponderExcluir
  4. Querido amigo professor "visita meu Blog, eu vou adorar!
    ...Amo professores, se bem q já deixaste de lecionar, não é?
    Pode excluir rs

    ResponderExcluir
  5. Divulgarei e indicarei o blog, forte abraço meu caro parceiro, lembrando que este blog faz parte do rol de leituras do blog a voz do povo, da qual convido seus leitores.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.