Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 3 de julho de 2012

CPMI DO CACHOEIRA. POR QUE TANTA ENROLAÇÃO?

CPMI do Cachoeira virou Delegacia de Polícia para investigar o contraventor de jogo de azar.  Minha percepção sobre o assunto é isto.  Quanto ao crime de contravenção, de lavagem de dinheiro e outros supostos crimes cometidos pelo cidadão Carlos Ramos, vulgo Cachoeirinha, deveria circunscrever à justiça federal e ou comum.  

A Comissão Parlamentar Misto de Inquérito, deveria se preocupar em apurar envolvimento dos políticos, sendo eles parlamentares ou não.  Até aqui os indícios são mais do que suficientes para investigar o senador Demóstenes (DEM), o governador Marconi Perillo (PSDB), o governador Agnelo Queiroz (PT) e prefeito de Palmas, Raul Filho (PT).

A Polícia Federal já investigou e tem em mãos dados que supõe ter financiado campanha política, no montante de R$ 16 milhões, em forma de Caixa 2, cuja origem está na Delta Construções, a empreiteira que tem contrato com o governo federal em mais de R$ 5 bilhões.  O montante se refere apenas às contas de laranjas apuradas pela PF, apenas na filial da Delta no Centro Oeste.  Por que a CPMI não investiga o destino final das contas Caixa 2?  Por que a CPMI não investiga as contas Caixa 2, da Delta Matriz no Rio?  Não é função da CPMI?

E tem o diretor da DNIT Luiz Antonio Pagot, querendo falar sobre o tema do Caixa 2.  Com certeza, ele Pagot deve conhecer toda forma de financiamento da Campanha de 2010 em todos os níveis da República, não somente pela empreiteira Delta Construções, mas também de outras empreiteiras do DNIT.  Por que não fazem isto de uma vez por toda?  Tem algum membro da CPMI com rabo preso com alguma dessas empreiteiras?

Enquanto isto, o povo, fica assistindo a CPMI exercendo função de Delegacia de Polícia, querendo condenar o réu da contravenção do jogo de bicho.  O fim não é Carlinhos Cachoeira, ele é apenas uma "peão" do jogo de xadrez que fatalmente levará ao rei e rainha do jogo.  Meios para dar cheque mate tem.  Todas instituições da Repúblicas são sérias, como a TCU, CGU, MPF e Polícia Federal.  Basta, CPMI, dar suportes às instituições citadas para que elas possam cumprir com suas missões, com desenvolturas e sem amarras ocultas.

Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof.da UFPR.
Twitter: @sakamori10

Um comentário:

  1. A crítica no Brasil tem se direcionado para o foco errado.
    Se o jogo fosse permitido, o status de Cachoeira passaria de bandido para empresário de sucesso. E nada tem feito que prejudique o povo, simplesmente é questão de legislação.
    O crime é dos que fazem mau uso da verba de campanha. Esses estão preservados. ´
    Só resta saber se é má fé ou burrice.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.