Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 14 de julho de 2012

DELTA ABASTECEU CAIXA 2 DO LULA 2006.


 Às vésperas das eleições de 2006, a empreiteira Delta Construções sacou, em um movimento considerado atípico pelas autoridades financeiras, R$ 5,1 milhões de uma de suas contas. Os saques ocorreram ao longo do mês de setembro de 2006, e pararam exatamente no último dia útil antes das eleições daquele ano. As retiradas foram feitas por um funcionário, que disse à Folha que "apenas fazia o transporte" do dinheiro. Os pacotes, diz, eram entregues a superiores na Delta. Fonte: Folha.


Membros da CPI do Cachoeira investigam se a Delta abasteceu caixa dois de partidos --o que a empresa nega. A atipicidade dos saques foi constatada pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), do Ministério da Fazenda. Fonte: Folha.


A contravenção chamado dinheiro não contabilizado (sic) para financiamento das campanhas, via Caixa 2, é como jogo de bicho.  Ao lado de cada casa lotérica, tem uma porta para jogo de bicho.  Isto num país em que o contraventor Carlinhos Cachoeira está preso no Papuda.  Ela não é oficial, mas oficiosa.  Todo mundo sabe que existe.  Todo mundo sabe donde sai o dinheiro.  Todo mundo sabe para onde vai o dinheiro.  Vai para campanha ou vai parar no bolso dos políticos e dos operadores das campanhas.  


Não adianta, hoje, levantar dados de dinheiro não contabilizado (sic) da campanha de 2006.  Se processados, os réus serão absolvidos por decadência de prazo.  A operação que se refere ao dinheiro sacado na boca do caixa, valor este efetuado na véspera da reeleição do presidente Lula, pela Delta, é resultado de um acerto entre empreiteiros com DNIT para financiar campanha de reeleição do presidente Lula.  A operação desencadeada se chamava "Operação Tapa Buraco", obras de emergências feitas "sem licitações".  O fato era notório.  Até o peão do trecho de obra, sabia, que a tal operação era um verdadeiro "tapa buraco" do caixa 2.  


Pergunte para o Pagot, que ele sabe de tudo!


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof. da UFPR
Twitter: @sakamori10

2 comentários:

  1. Cachoeira queria "f***r o Lula", se lembram? http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/67825/Caso-dos-aloprados-%C3%A9-obra-de-Cachoeira-com-PSDB-Sem-sa%C3%ADda-Cachoeira-est%C3%A1-pronto-pra-falar.htm
    E Paulo Preto deu boa parte das obras de SP a Cachoeira. E era arrecadador de Serra/Alckmin. Então, quem Cachoeira financiou?
    Pagot diz que levantou doações para o PT, mas no caso do Rodoanel é categórico: 2% desviado, 60% foi para caixa-dois de Serra, 20% para caixa-dois de Alckmin e 20% para Kassab.
    Por isso acho precipitado dizer que Cachoeira financiou re-eleição de Lula.
    Infelizmente, o caixa-dois é uma prática comum de TODOS partidos no Brasil. Para acabar com esse problema a melhor solução é financiamento público com regras claras. E o PT, por incrível que pareça, é um dos entusiastas da proposta. Já PMDB, PP, PTB, DEM e PSDB são contra.
    Não sou petista, mas nesse caso eles estão 'na frente'

    ResponderExcluir
  2. #Abençoado Sr. Ossami. Mesmo na minha santa ignorância, vejo enxurradas de contratos envolvendo o gov. federal c/ a tal da DELTA. Aquele #Petralha prefeito de Palmas, TO, mostrou à Nação decente o "modus operandi" dessa gente. Abaixo o #PAC_ASA_DELTA e tbm o #LULARatazanaMor ...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.