Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 6 de julho de 2012

PETROBRÁS URGENTE! NOVA TECNOLOGIA PODE MUDAR MERCADO

Extraí partes importantes das notícias sobre a produção do petróleo no mundo para o ano de 2020.  Não sou especialista em petróleo, no entanto, com a leitura do texto cheguei a conclusão de que o açodamento da exploração do pré-sal é prejudicial ao país.  Tem tecnologia nova aparecendo no mundo e testado nos EEUU desde 2007. As fontes são da Folha de São Paulo. 


A produção de petróleo no mundo está sofrendo um aumento sem precedentes, o que pode levar a uma crise de superprodução antes do fim da década. A conclusão é de um estudo da Universidade Harvard, nos EUA, que põe o Brasil entre os seis maiores produtores de óleo em 2020. 


A análise foi feita pelo italiano Leonardo Maugeri, ex-diretor da gigante petroleira Eni. Pesquisador-visitante do Centro Belfer para Relações Internacionais, ele é considerado um dos principais analistas do setor no mundo.


Os dados de Maugeri são uma pancada na tese do "pico do petróleo", segundo a qual as reservas são finitas e várias partes do mundo já alcançaram seu pico de produção. Daqui para a frente, reza a teoria, o óleo vai ficar cada vez mais escasso e caro. 


Tecnologia é justamente a razão do aumento na produção. Ele será puxado, afirma o estudo, pela retomada da produção no Iraque e, principalmente, pela exploração de fontes não convencionais de petróleo em três países: nos EUA, no Canadá e no Brasil.


O maior acréscimo virá dos EUA, graças a uma tecnologia conhecida como fraturamento hidráulico ("fracking", em inglês). Ela permite extrair petróleo de formações rochosas antes inacessíveis.


 A exploração por essa via começou em 2007. Em 2020, Maugeri calcula em 4,17 milhões de barris o petróleo adicional extraído dessa forma, o que fará dos EUA o segundo maior produtor, atrás somente da Arábia Saudita.


A precondição para essa expansão toda é um preço mínimo de US$ 70 por barril, que viabilize a extração nos folhelhos dos EUA, nas areias betuminosas do Canadá e no pré-sal brasileiro.


Leonardo Maugeri, autor do estudo, estimou em 6 milhões de barris por dia a capacidade adicional de produção brasileira em 2020. O número, porém, foi ajustado para 4,5 milhões de barris devido às limitações da Petrobras, em cujas mãos ficou quase exclusivamente o pré-sal.  


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof.da UFPR
Twitter: @sakamori10

Um comentário:

  1. Grande Saka, eu recebi um telefone muito estranho em que a pessoa assim que eu atendi o telefone foi logo dizendo "pare de postar besteiras no twitter, você tem família". Ameaça, Saka! A tal pessoa disse o que falei e desligou o telefone rapidamente. Eu nunca fui uma pessoa medrosa, a única coisa que me preocupa é o fato do meu filho estar ainda estudando, ele está fazendo engenharia mecânica na UFMG e, portanto, ainda não tomou um rumo certo na vida, dependi de mim. Eu demorei para casar, por isso só tenho um filho. Não sou uma pessoa de posse, tenho o meu apartamento, minha aposentadoria, consegui dar Educação para o meu filho, minha esposa é uma grande companheira, pessoa de coração simples e bom, não é exigente, a gente consegue viver muito bem com pouco, até sobra, para lhe falar a verdade. Bom, eu mudei meu nome lá no twitter, agora é Zeca Povão. Claro, fiz isso por precaução. Por enquanto, não vou falar do meu tema preferido que é EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE. Mas, eu tenho calma e paciência, a hora certa vai chegar. Como não tenho seu e-mail, desculpe estar postando aqui no seu blog algo que não tem nada a ver com os seus sempre brilhante e lúcidos comentários, mas é porque não tenho seu e-mail. Tão logo você ler esses meus escritos, você tem inteira liberdade para deletá-los, está bem? Mas, é isso aí, Saka, o negócio é fazer algo de bom e de útil para esse Brasil, para que a gente possa pelo menos dizer antes de ir embora, caminho de todos nós, "eu tentei fazer algo de bom para o meu semelhante", não é mesmo? O meu nome inventado, não gosto disso, mas foi o jeito que encontrei, é Zeca Povão, eu vou lhe procurar lá no twitter, e, por enquanto, vou devagar, eu estava jogando duro e, para lhe ser sincero, assim que eu me sentir mais seguro, vou voltar com a carga total. Um grande abraço, gosto muito de você, grande Saka. José Edward Guedes

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.