Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

LULA X OS CONSERVADORES.



Em comício neste domingo (23) em Santo André, no ABC paulista, o ex-presidente Lula acusou "conservadores" de tentarem ligar o PT à morte do ex-prefeito Celso Daniel, assassinado em janeiro de 2002. Ele citou o ex-prefeito no palanque ao pedir votos para o candidato do partido na cidade, Carlos Grana. Fonte: Folha.

"Nessa cidade, os conservadores chegaram ao absurdo de achar que o PT tinha coisa a ver com a morte do Celso Daniel. Possivelmente para apagar a memória daquele que foi o melhor prefeito que essa cidade já conheceu em toda a sua história", afirmou. Fonte: Folha.


Numa ação de improbidade administrativa que corre na Justiça, o Ministério Público vincula o assassinato a um suposto esquema de corrupção para desviar verbas do município para campanhas do partido. O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência), que foi secretário de Governo da prefeitura na gestão de Daniel, é um dos réus do processo. Fonte: Folha.


Como no processo de mensalão, o presidente Lula tenta ligar o judiciário brasileiro a "força conservadora" brasileira.  E chamar de "elite" aquelas pessoas e empresas que não repassam verbas, via Caixa 2, aos seus interesses particulares.  Quase cola... Quase cola este tipo de discurso.  Mas felizmente, os ventos da primavera começam a soprar no planalto brasileiro.  

Quem acompanhou o noticiário à época do assassinato do prefeito Celso Daniel, sabe que algo de estranho ocorreu naquele episódio.  Histórias, ainda não desvendadas, envolvendo as principais figuras do partido do presidente Lula, quais sejam o atual Secretário Geral da Presidência Gilberto Carvalho e o ex-ministro Antonio Palocci.  Já houveram mortes em circunstâncias misteriosas de principais testemunhas do assassinato do prefeito Celso Daniel.  O único que está preso é o suposto mandande do crime, o ex-segurança do prefeito.  E vai ficar por isso mesmo.  

Agora, culpar as "forças conservadoras" do assassinato já foi longe demais.  Fez-se representar no comício citado no noticiário, a atual ministra de Planejamento e ex-mulher do Celso Daniel, a Miriam Belchior.  Marketing perfeito.  Porém, só tem uma coisa, presidente Lula, o povo não acredita mais na sua palavra.  Felizmente, a primavera já chegou!

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT. Twitter: @sakamori10

Um comentário:

  1. Esse povo tem problemas com a ala conservadora ou não sabe lidar com ela. É típico dos comunistas, sempre vendo tudo como atos reacionários e retrógrados. PT SUJO. Mas quero convidar vc a seguir meu blog,já estou seguindo o seu. http://lennyjornalistacatolico.blogspot.com/ sou o @jornalistacmprj do twitter

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.