Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

BRASIL AMANHÃ = ESPANHA HOJE?


A recessão iniciada na Espanha em 2007, com o estouro da bolha imobiliária, já causou o fechamento de 210.120 empresas no país, segundo dados divulgados pela Seguridade Social, citados pelo jornal El País.  Há cinco anos existiam 1.419.985 empresas inscritas como contribuintes no sistema de previdência, em julho deste ano o número caiu para 1.209.865. Fonte: Estadão.

Apesar do pior ano para as empresas espanholas ter sido 2009, no período de 12 meses encerrado em julho deste ano foram fechadas 46.628 empresas no país. Desde o início da crise, o setor mais afetado foi o de construção civil, mesmo esse segmento tendo um número de empresas bem menor do que o setor de serviços. Fonte: Estadão


A crise vem de mansinho, imperceptível no início.  Vem primeiro o estouro da bolha imobiliária, seguido de estagnação.  Ao que tudo indica, estamos na fase inicial do processo de recessão.  Foi assim nos EEUU e está sendo hoje na Espanha.  Pelo jeito a crise no BRICS está defasado em relação ao do primeiro mundo. Se a Dilma não tomar medidas mais concretas, ao invés de anunciar programas "espuma" podermos cair na mesma trilha dos países já citados.

Eu disse várias vezes nos comentários que fazia no jornal Folha de São Paulo, antes da censura, de que a política econômica da presidente Dilma, tem graves erros sistêmicos.  Não adianta "bravata" nem programas "espumas!  Há necessidade urgente de elaborar um Plano Nacional de Desenvolvimento Econômico e à partir daí, tomar medidas concretas de curto, médio e longo prazo.

Esperemos que Brasil futuro não seja Espanha hoje.  Oremos!

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, filiado ao PDT, foi prof. da UFPR.  E-mail: sakamori10@gmail.com

Um comentário:

  1. Ótimo blog. Postagens inteligentes e sóbrias sobre a realidade nacional. Acompanharei como leitura diária, como usualmente faço com outros blog que se alinham com minha visão conjuntural.

    Parabens.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.