Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

VOTAR NO HADDAD É NO MÍNIMO INSANO!


Ontem, vi pela TV os resultados das pesquisas do IBOPE e do Data Folha, todos favoráveis, de longe, para o candidato Fernando Haddad com expressivo número de 49% de voto dos paulistanos.  Pelo que está desenhado, a vitória do Haddad será acachapante.  Será a vitória do Lula mais do que a do seu "sobrinho" Haddad.

Ontem, vi, também, a dosimetria de pena de um dos integrantes do mensalão, a do Marcos Valério, mais de 40 anos.  Marcos Valério vai levar a pena maior, porque é o membro da quadrilha que mais sujou a mão.  Como sempre acontece, a figura menor, sempre paga o pato.  No entanto, durante o julgamento do processo mensalão, ficou evidenciado que o José Dirceu era o chefe da quadrilha e que as ordens e cobranças partiram dele.  Seria mais um crime de corrupção ativa e passiva, somado a outros tantos como peculato, se o José Dirceu não fosse o chefe da Casa Civil e principal articulador do governo Lula.  Ele operava o mensalão, durante mais de 2 anos, exatamente no gabinete anexo ao do presidente Lula.  Todas evidências levam que o verdadeiro chefe da quadrilha era o próprio presidente Lula.

Fernando Haddad, faz parte do projeto de assalto aos cofres da Prefeitura de São Paulo, maquinado pelo mesmo chefe, de fato, da quadrilha que praticou a operação mensalão, o presidente Lula. Os inocentes dizem que é mais um tartaruga em cima do poste.  Nada disso é verdadeiro.  A verdade é que a quadrilha não se desbaratou com o julgamento do processo mensalão, ela continua atuando com mais vigor, agora, do que nunca.  Um projeto criminoso que está em curso, comandado pelo Lula, que transformam os seus "sobrinhos" empresários em "novos" bilionários com benesses do Bolsa Empresário com recursos públicos vinculados ao governo federal. 

Mesmo antes do resultado das eleições para prefeito de São Paulo, o Lula, chefe da quadrilha, já anunciou à imprensa que Alexandre Padilha, outro "sobrinho" seu vai ser o seu candidato ao governo do estado de São Paulo.  O apetite da quadrilha é voraz.  É o projeto de assalto aos cofres públicos, dos 20 anos, já anunciado pelo seu "primeiro chefe" José Dirceu.  

Assim como já manifestei na matéria de ontem, aqui não se trata de luta entre os partidos.  Não é confronto de ideologia.  Não será tão pouco, confronto de programas de governo.  Fica longe, os bons tempos, em que os candidatos disputavam em torno de siglas partidárias, uns mais à esquerda outros à direita ou mesmo com ideologia do centro.  No caso de São Paulo, o voto ao Haddad é votar na QUADRILHA. Se o  oponente é conhecido como INDIVIDUALISTA, paciência.  Só não seja INSANO em votar no membro da quadrilha que vai ASSALTAR os cofres do 3º maior orçamento público do Brasil.  

Votar no Haddad é no mínimo insano!

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter? @sakamori10

3 comentários:

  1. Mt Bom Prof Sakamori. Vou transcrever para compartilhar. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Como sou SANO, caro Sakamori, vou votar no SERRA, com muito prazer, apesar de ele ser palmeirense... e eu, corintiano!! E aproveitando seu escopo neste post, do jeito que dabemos como são esses institutos de pesquisa, pódis crê, se deu que o Haddad se manteve, é porque deve ter descido. Mas sabe cumé, né. E se o Serra subiu só dois (Data Folha) ou três pontos (Ibope), então é porque foi bem mais. Né, não? Esses institutos sabem que o povo é alienado e não gosta de ser perdedor, ou seja, são levados pelas pesquisas para, no dia seguinte à eleição, poder falar que sabe escolher... Grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Um fazendeiro tinha um capanga(matador de gente). Um dia, esse fazendeiro chamou seu capanga:
    -Chicão!! -Fala patrão; Respondeu o capanga .
    -Voce conhece o sitiante aí do lado?
    -conheço não mas já tô morrendo de raiva dele.
    -Calma! é só procê convida ele pra uma festa.
    Assim é o povão que não pensa; tudo que o Lula pede, faz.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.