Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

HADDAD: O POVO QUE SE LIXE, O MEU ESTÁ GARANTIDO!


Vou em socorro aos paulistanos.  Justifico, gosto muito de Sampa.  Viajo muito para aquela capital.  Jardins, Ibirapuera, Faria Lima, Paulista, Brigadeiro, Congonhas, enfim, cada canto da cidade me é familiar.  Minha segunda cidade é Sampa.  Gosto também do seu povo.  Sampa tem cara do Brasil.  Tem os paulistanos natos, os nordestinos, os japoneses, os italianos, os árabes, os coreanos, os portugueses.  Enfim, São Paulo é locomotiva do Brasil, respira negócios, dia inteiro!  E, à noite também!  Justifica-se, Sampa é o 3º PIB do Brasil.

Agora, vem um porquinho novo, magro, mas com muita fome, gerenciar o 3º maior orçamento do Brasil.  Vem que vem!  Indicado pelo nada menos que o chefe de quadrilha, de fato, Lula, e imposto à revelia do seu próprio partido, o seu "sobrinho" Haddad.  E de quebra tem o apoio do nada menos Paulo Maluf, o "roubo mas faço", procurado pela Interpol no mundo todo.  Mas, o "sobrinho" não fica atrás.  Até no exame de avaliação do Enem, teve suspeita de "roubalheira".  Está aí, formada, novamente, a quadrilha.  Segundo STF, quadrilha tem que ter no mínimo 3.  Pois, já temos: Haddad, Maluf e Lula.  Adivinhe quem vai ser o "chefe" da nova quadrilha?

Este é a quarta matéria contra a eleição do Haddad à prefeitura da maior cidade do Brasil.  É constrangido meter o bico no terreiro alheio, mas sinto um pouco paulistano, nestas horas.  Quero conclamar os meus parentes e amigos que moram em Sampa.  Não vote no Haddad!  

Não se trata de opção de ideologia.  Acho alguns paulistanos metidos à intelectual, sem o ser, mas ostentam sê-lo para ficar bem na foto.  Esquecem-se, porém, de que "roubalheira" de dinheiro público, não tem ideologia.  Que ideologia representa essa associação?  Por um lado o Paulo Maluf, ungido pela ditadura militar para governar o estado e o Lula que é oriundo da dita esquerda?  Percebe-se, nitidamente, que esta associação é uma quadrilha com o objetivo de meter a mão nos cofres públicos.  São Paulo, se eleger Haddad, vai ostentar o título de "paraíso dos corruptos", com merecimento.  

Pensem bem, amigos paulistanos.  Depois, não vem me dizer que o dinheiro público não está indo para a educação, saúde pública e segurança pública.  Haddad não está preocupado com o programa do governo. Em seguidas entrevistas, perguntado sobre programa do governo, invariavelmente manda o povo lê-lo no site da sua candidatura.  Como seu chefe, ele não sabe de nada!  É assim que aprendeu com o chefe: "eu não de nada".  O objetivo é outro.  Com aquela cara de sonso, o objetivo é meter a mão nos cofres públicos.  Pensa ele, o Haddad: o povo que se lixe, o meu está garantido!

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori10

Um comentário:

  1. O sr está correto, Sakamori. Se Lula (Haddad) vencer em São Paulo, o estrego será no Brasil todo.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.