Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

DILMA tem o seu cartel de METRÔ !

Mantendo coerência com as demais matérias deste blog, destaco hoje as notícias veiculadas no tradicional jornal Folha, na edição de 14/8.  Este blog, apresentou há poucos dias, notícias sobre METROduto do estado de São Paulo, amplamente divulgado pelo mesmo jornal.  Na sequência das notícias, o comentário.

Cinco empresas de fornecimento investigadas por cartel no setor de ferrovias em São Paulo e Distrito Federal receberam desde 2003 ao menos R$ 401 milhões (valores atualizados) de estatais ferroviárias do governo federal. Alstom e CAF têm mais R$ 425 milhões a receber por contratos recentes com as estatais CBTU e Trensurb. Fonte: Folha.

A linha sul do Metrô de Fortaleza (CE) -obra com recursos federais que triplicou de preço e teve superfaturamento apontado- teve a participação de empresas investigadas por formação de cartel em São Paulo e Distrito Federal.  O contrato com as empresas foi assinado em 1998 com custo estimado em cerca de R$ 500 milhões (valores atualizados). Ao ser entregue, o projeto já havia consumido mais de R$ 1,5 bilhão de recursos públicos.  Fonte: Folha.

Comentário.

Tudo indica que o cartel de empresas fornecedoras de equipamentos do sistema de metrô não atua somente no Metrô de São Paulo, mas em todo o Brasil.  Destaca entre o as empresas contratantes a empresa pública federal CBTU.  Destaca também a notícia da Folha, a atuação do cartel, nas linhas de metrô que está sendo construído em vários estados com recurso da União.

Vamos dizer que o partido da presidente Dilma, o PT, atirou a pedra, via CADE, órgão vinculado ao ministério da Justiça e amplamente a possível irregularidade pelo próprio ministro da Justiça Eduardo Cardozo.  Para quem não se lembra, o ministro foi um dos coordenadores da campanha da presidente Dilma em 2010, carinhosamente chamado de 1 dos 3 porquinhos.  Outros porquinhos seriam o José Dutra e Antonio Palocci.  

A pedra vindo donde veio, nitidamente, foi uma ação política do PT contra o PSDB.  Danou-se, porque a pedra está caindo no telhado de vidro.  A presidente Dilma disse que iria soltar os diabos na campanha presidencial, da sua reeleição em 2014.  O assunto cartel do METROduto do Geraldo Alckmin, deve ter sido um destes diabos.

A Dilma se expôs.  Acusou os adversários, sem olhar pelo telhado de vidro do seu governo.  Suspeita-se que um outro cartel, também, o dos empreiteiros do DNIT, tenha financiado a campanha presidencial Dilma 2010, o DNITduto.  Este último cartel, faz parte também, a Delta Construções que ganhou noticiário por ocasião da CPMI do Cachoeira.  

As notícias levam a crer que a presidente Dilma, assim como o governador Alckmin, cada um tem o seu cartel de Metrô.  Já que PT quer, porque não instalam de uma vez por toda a CPI do METRÔ!  Ou não vão querer mais?

Ossami Sakamori

4 comentários:

  1. ota do IMB
    405359_427218053997874_66229731_n.jpg

    Escândalos como o da Construtora Delta, da Camargo Corrêa, da Gautama, da Siemens, além de obras públicas malfeitas — como as do metrô de São Paulo, que desabaram no início de 2007 —, são meros sintomas de um arranjo político-econômico que premia aquelas empresas que têm fortes conexões com o estado.

    As parcerias público-privadas - a porta de entrada para o socialismo
    www.mises.org.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Magalhães,

      Creio que há um equívoco sobre PPP.
      Privatização dos lucros e socialização dos prejuízos!
      PPP é um tremendo engôdo!

      Abraço!

      Excluir
  2. Sakamori san,
    Novas cpis com temas como dnit, petrobras, metrô não seriam realizadas e caso fossem, os resultados finais seriam pizzas e mais pizzas da Pizzaria Brasil.
    O judiciário com a substituição dos que estão se aposentando... corjas orquestradas.
    Substituto de Gurgel obstruído por corjas de Collor.
    Comissão do senado não aprova malha fina automática de políticos.
    E então... onde vamos parar?

    ResponderExcluir
  3. A farra continuara enquanto nao tirarmos todo o elenco de atores que mereciam o Oscar da safadeza. Na Islândia, o povo, derrubou o Governo por causa da corrupção. Nao sei o que fazer, nao tenho suporte para entrar com um processo contra esses bárbaros integrantes dessa arena de corrupção, infelizmente. E se nao for feito alguma coisa, nao sei aonde vamos ter paz.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.