Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Mês de agosto! Dólar dispara!

Hoje de manhã, 6h 58min, postei matéria com o título "Brasil da Dilma é a bola da vez", referendo-se à situação crítica do País, refletindo notadamente no câmbio.  Agora a pouco, às 15h e 33min, o tradicional jornal Folha divulgou o resultado da Balança Comercial brasileira semestral deste ano, que se encerrou ontem.  Pior situação não poderia ser. Vejam o recorte da notícia.  

A balança comercial brasileira, que mostra a diferença entre as importações e as exportações do país, registrou deficit de US$ 1,9 bilhão em julho, o pior resultado -para o mês- da série histórica, iniciada em 1993. Fonte: Folha.

Com isso, o saldo comercial no acumulado do ano ficou negativo em US$ 5 bilhões, também um recorde histórico. Antes, o maior deficit havia sido registrado em 1995, quando o saldo ficou negativo em US$ 4,2 bilhões nos primeiros sete meses do ano. Fonte: Folha.

Comentário.

Os números só não foram piores do que igual período, imediatamente após a implantação do Plano Real, do governo FHC. Eu disse que o Brasil da Dilma era a bola da vez, por se encontrar na sinuca do bico em matéria de câmbio.  A matéria anterior traz justificativas consistentes que não vou repeti-las aqui. 

Exatamente às 16h, o dólar no mercado à vista, estava operando praticamente na cotação R$ 2,30, com alta moderada e no mercado futuro a R$ 2,31.  A cotação já está encostando na projeção feita por mim, para o final de dezembro de 2013, ou seja R$ 2,40.  

Segundo os estudos do economista Samuel Pessôa a atual cotação do dólar vai provocar impacto adicional na inflação em 3,75%, além dos outros fatores, nos próximos 6 meses.  A inflação anual de 2013, deve terminar o ano em 9,0% conforme minha projeção.  

Tocou sinal de alerta no Banco Central.  O presidente Tombini, tenta controlar o dólar com intervenções diárias e sistemáticas com o derivativo cambial denominado de Swap Cambial, mas não tem obtido sucesso desejado.  Tem ainda alguns arsenais para serem usados para conter o dólar, mas todos são mais maléficos que benéficos.

Fiquemos alerta, sobre a trajetória do dólar, nos próximos dias!

Ossami Sakamori

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.