Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

PT quer CPI do METROduto do Alckmin.

Esta é segunda matéria sobre o suposto propinoduto do Metrô de São Paulo para os agentes públicos dos governos do estado de São Paulo, sob comando do Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, que eu escrevo.   O PT da Dilma, quer abrir uma CPI para apurar as possíveis corrupção nos governos do PSDB.  O valor envolvido na apuração se refere ao propinoduto de R$ 24,4 milhões, segundo matéria do Estadão, conforme abaixo. 

A Justiça alemã concluiu que a Siemens pagou pelo menos 8 milhões de euros, o equivalente a R$ 24,4 milhões, a dois representantes de funcionários públicos brasileiros, como parte de um amplo esquema de corrupção em contratos públicos no Brasil. Os dados fazem parte da investigação conduzida por promotores em Munique e que resultou na condenação, em 2010, da empresa alemã ao pagamento de uma multa bilionária. Fonte: Estadão.

O PT da Câmara e do Senado decidiu iniciar a coleta de assinaturas para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a denúncia de formação de cartel dos trens em licitações do governo paulista. Fonte: Estadão.

Comentário.

Não, não virei PT. Este dissabor não vou dar para os meus leitores. Apenas, sou contra qualquer propinoduto institucionalizado quer operado pelo governo do PT ou pelo governo do PSDB.  Fixem bem o modus operandi do "cartel" que supostamente teria praticado ato de corrupção contra agentes públicos dos governos dos estados de São Paulo.  Fixe bem, também, sobre o montante do suposto propino duto, R$ 24,4 milhões.

Se o Serra tem culpa que responda pelo que supostamente praticou. Se a culpa é do Geraldo Alckmin, certamente, os votos das urnas vão negar a sua reeleição.  Apenas, estranho a divulgação maciça sobre o METROduto do Alckmin, repentinamente, no momento político difícil para o PT.  Mas, vamos lá.  Se o governador do estado de São Paulo, não tem culpa no cartório, que ele se defenda perante a justiça e perante a opinião pública.  Que a justiça brasileira julgue se ele é culpado ou não.  

Guardem bem os procedimentos das investigações do MTROduto, mandado apurar pelo ministro José Eduardo Cardozo, pela CADE e Política Federal vinculadas à sua pasta.  Estamos a guardar os procedimentos que o governo da presidente Dilma processa sobre as investigações em andamento contra membro do partido da oposição PSDB.  Que as instituições da República cumpram o seu papel para o bem do Estado.

Hoje, o PT quer a CPI do METROduto do Alckmin, um suposto desvio de R$ 24,4 milhões.  Amanhã, certamente veremos o mesmo ministro da Justiça mandar apurar com a mesma eficiência e celeridade qualquer caso semelhante a este.  O tempo dirá.

Ossami Sakamori

2 comentários:

  1. Concordo literalmente com suas afirmações. Mas, em contra partida, gostaria de ver o mesmo tratamento com as coisas da Petrobrás, com a Refinaria de Pasadena, com os bilhões gastos em usinas inoperantes, só porque o seu Lula quis. Afinal, se é para fiscalizar VAMOS FISCALIZAR.
    Deixo uma pergunta: VOCÊ ACREDITA QUE O DNIT FOI ISENTADO NA ADMINISTRAÇÃO DE PDT, POR FALTA DE PROVAS? O QUE FIZERAM COM O ZEQUINHA? AFINAL TODAS AS INVESTIGAÇÕES FEITAS PELA PF VÃO CONTINUAR ENGAVETADAS. Se é para por preto no branco, TODOS devem passar pela peneira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida Tuca,

      Calma, minha professora e amiga. Deixa correr solto. Uma hora vamos chegar, nos finalmente...

      Beijo no seu coração!

      Excluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.