Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Para DILMA, não há problema de SECA no NORDESTE!


O discurso da presidente Dilma, com relação ao nordeste, contrasta com as notícias divulgadas pela imprensa.  Para presidente Dilma, o governo é dono da situação da calamidade que vivem os nordestinos, sobretudo os sertanejos.  Vejam trechos de notícias divulgadas pela Folha e na sequência o meu comentário.

A presidente Dilma Rousseff disse que o Nordeste foi a região do país que mais cresceu nos últimos anos e que o governo fará "tudo para não deixar que essas conquistas alcançadas nos últimos dez anos se percam" em seu programa semanal de rádio "Café com a Presidenta", veiculado na manhã desta segunda-feira (8). Fonte: Folha.

Dilma citou outras ações federais na região, como a venda de milho a preço subsidiado, a renegociação de dívidas de produtores rurais e a ampliação do crédito emergencial.  "A seca é uma realidade climática, mas nós temos suficiente conhecimento tecnológico, temos os recursos, temos os meios e o meu governo tem a vontade política para enfrentar os efeitos da seca para garantir que o Nordeste não sofra, cada ano de seca, com o atraso que a perda dos rebanhos, por exemplo, ocasiona", disse. Fonte: Folha.

Comentário.

Na mesma fala, a presidente Dilma, disse que o governo está investindo R$ 32 bilhões em obras de infraestrutura, com a construção de barragens, canais, adutoras, estações elevatórias e sistemas de abastecimento de água; e também em ações emergenciais. É dinheiro que não acaba mais.  Com o volume de dinheiro anunciado pela Dilma, a seca do nordeste não deveria existir.

Ao contrário do discurso bonito da Dilma, os noticiários, sobretudo pela TV, demonstram exatamente o contrário.  Maioria dos municípios do semi-árido já decretaram estado de emergência.  Em alguns municípios, está começando faltar água para as mais primárias das necessidades humanas.  Quanto aos animais que os sertanejos criam, os bois e cabras, estão morrendo por falta de alimentos e de água.  Ou tudo que está exposto nas TVs são apenas miragens?  

Eu me pergunto, onde terá ido à essa altura da calamidade, os recursos do Bolsa Miséria?  A presidente Dilma, não acabou de anunciar que a miséria no País acabou?  Se o Bolsa Miséria é para atender as necessidades primárias de 3 refeições por dia, por que os sertanejos são obrigados a comer "ratazanas" e outros bichos silvestres?  

Adianta à essa altura, Dilma, presentear retroescavadeiras para as prefeituras municipais para canalizar águas?  Cadê a água para canalizar?  As águas da transposição do São Francisco, previsto para ser entregue em 2010, mal chegou na estação elevatória.  Onde será que "enfiaram" os R$ 32 bilhões de obras de infraestutura, meu Deus? 

Para mim, a presidente Dilma é um verdadeiro cara de pau.  Gosta de ver o povo sofrer, para aparecer perante o povo como a salvadora da pátria?  Salvar como, se não consegue nem entregar a água para os sertanejos?  Embora, sem alternativa para prestar algum auxílio aos nordestinos que padecem com a seca, a minha contribuição é para abrir olho dos políticos para que em algum momento possam eles tirarem os nordestinos do "curral eleitoral" de sucessivos presidentes da República.  

Para Dilma, não há problema de seca no nordeste!  

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

2 comentários:

  1. Caro Saka,...

    Quando um governo é regido pela ótica de um marqueteito, vc pode esperar qualquer coisa em termos de anuncios e "josta" alguma em termos de decisões efetivas, que tragam alentos e/ou resultados de cunho prático.

    Dilma, a obtusa, é uma farsa! Como é tudo aquilo que o PT vaticina em seu espúrio prohrama de poder, travestido em "programa de governo"

    Perceba: Não existe UM SÓ programa de governo que efetivamente funcione! Tudo, absolutamente tudo, são promessas vagas. Desoneram as folhas? Mas esquecem que para algumas empresas, principalmente aquelas que mais interessam, as de alta tecnologia, isso vem a encarecer seus processos. Isso e mais o fato de que as regras só farão efeito em 2014, jogam por terra a sensação do imediatismo, alardeado em verso e prosa pelo governo com um todo e pelo imbecil do Mantega(rançosa) em especial.
    Lançam pacotes e mais pacotes, todos inúteis, posto serem emergenciais sem o necessário quesito da interdependência entre as ações propostas. Videm que a desoneração da cesta básica, até agora só fez com que os preços subissem e a propalada diminuição da conta de energia, quebrou as empresas e arruinou seus acionistas. O pífio controle da inflação, as custas da Petrobrás, mandou às lonas uma das mais fantásticas empresas do mundo, antigamente orgulho do Brasil,...e por ai vai!

    Fechar os olhos para a seca, e transformar seus nefastos efeitos em marketing fuleiro, nada mas é do que enganar o "sul maravilha". Quem vive os efeitos da seca, sabe muito bem suas agruras e entende que discursos não matam fome e sede, assim como a degradação de quem lança mão de ratos, como base da cesta básica.

    O indigno Lulla e seus discursos idiotizados, dizia que os brasileiros deveriam comer três refeições ao dia. O Grandisíssimo filho de uma enorme PUTA esqueceu-se de dizer que algumas delas, teriam ratos no cardápio! Queria ver esses dirigentes asquerosos refastelarem-se, assim como sua maldita prole, que enriquece as custas de picaretagens explícitas, com tal iguaria.

    Brasil, infelizmente cada vez mais, um país de TOLOS, que comem ratos e arrotam PT!

    ResponderExcluir
  2. Essa é a verdade...Lido e compartilhado nas redes.Celly Mattos

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.