Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 17 de abril de 2013

MD é PONTO para EDUARDO CAMPOS 2014!


Ponto para Eduardo Campos, governador do Pernambuco, virtual candidato à presidência da República em 2014, competindo com a atual presidente Dilma Rousseff.  O novo partido o MD (Mobilização Democrática) será linha auxiliar do projeto nacional do governador Eduardo Campos. 

O PPS e o PMN oficializaram nesta quarta-feira (17) a fusão dos dois partidos em reunião realizada em Brasília.  O nome do novo partido será MD (Mobilização Democrática), o mesmo escolhido em 2006 quando as duas legendas, além do PHS, ensaiaram uma união, que na ocasião não foi para frente. Fonte: Folha.

No comando da nova legenda ficará o ex-presidente do PPS, deputado Roberto Freire (SP). Já o deputado Rubens Bueno (PR), atual líder do PPS na Câmara, vai acumular o posto de secretário-geral e o de líder do MD. A vice-presidência e a tesouraria devem ficar com um integrante indicado pelo PMN. Fonte: Folha.

Comentário.

Com a criação do MD abre-se um prazo de 30 dias para que os políticos mudem para o partido sem o risco de perder o mandato. Esse período é conhecido como "janela". Espera-se defecção de parlamentares de outros partidos, para ingresso no novo partido MD, com objetivo único de apoiamento da candidatura do Eduardo Campos para presidência da República, já em 2014. 

Roberto Freire, o presidente do novo partido, oriundo do PPS é deputado federal pelo estado de São Paulo.  O deputado Roberto Freire é pernambucano, amigo pessoal do Eduardo Campos.  Especula-se que o novo partido o MD, possa, eventualmente apoiar candidatura da Marina Silva, mas não tem nenhum fundamento.  

O novo partido MD, conta com o apoio do Geraldo Alkmin, governador de São Paulo, extra-oficialmente.  O novo MD participará ativamente do governo do Alkmin, sendo provável o apoiamento ao Alkmin na campanha para reeleição ao governo de São Paulo.  A bancada tucana de São Paulo, não está muito satisfeito com a candidatura do Aécio Neves, portanto, é uma alternativa bastante plausível para o objetivo do tucanato do estado de São Paulo, em 2014.  

Por enquanto, é ponto para Educardo Campos 2014!

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.