Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 1 de abril de 2013

ALERTA VERMELHA! BOMBA RELÓGIO PODE EXPLODIR.

Diferença entre as importações e as exportações do país, a balança comercial brasileira registrou superavit de US$ 164 milhões em março, queda de 92% frente ao mesmo período do ano passado e o pior resultado já verificado para o mês desde 2001. Apesar do resultado de março, no acumulado do ano, o deficit chega a US 5,2 bilhões. Fonte: Folha.

O governo apontou a crise mundial, a retração de mercados importantes e a multiplicação de barreiras comerciais no mundo como causas para o fraco desempenho da balança e a queda nas exportações. É um cenário bem diferente do vivido pelo país no ano passado: de janeiro a março de 2012, a balança registrou superavit de US$ 2,4 bilhões. Fonte: Folha.

Entre janeiro e fevereiro, houve o registro de US$ 2,5 bilhões em compras atrasadas da estatal, o equivalente a cerca da metade do estoque total da Petrobras previsto para entrar na conta da balança comercial de todo o ano.  Fonte: Folha.

Comentário.

É por aqui que o barco da economia brasileira começa a dar água.  É o que venho sustentando há 2 anos, sobre o câmbio defasado ou seja dólar depreciado ou real apreciado.  O dólar deveria estar no patamar, no mínimo, entre R$ 2,60 a R$ 2,70, conforme avaliação feita por mim e por economistas de institutos com credibilidade. 

Com o dólar depreciado os produtos brasileiros no exterior perdem competitividade.  Vide o balanço da Vale, que depende quase que exclusivamente de exportações.  Com o real apreciado, recebe menos real para cada dólar recebido, reduzindo margem de lucro da Vale, no caso.  Os produtos manufaturados perderam competitividade lá fora, faz algum tempo.  A indústria que no início do governo Lula respondia por 25% do PIB, hoje responde por menos de 17% do PIB.  

No ano passado, os produtos agrícolas tiveram preços competitivos devido a quebra de safras nos EEUU.  A safra de grãos dos EEUU está normalizada em 2013, portanto os produtos agrícolas brasileiras vão perder competitividade com o dólar depreciado.  

Na contramão, os produtos importados ganham competitividade com o dólar depreciado.  Não vale a pena produzir mais no Brasil, é mais fácil comprar produtos prontos ou semi-acabados da China e outros países emergentes.  A indústria de máquinas e equipamentos estão totalmente fora do combate, não tem nenhuma competitividade lá fora, com o atual nível de câmbio.  

O controle de cotação do dólar pelo Banco Central, no patamar atual oscilando em torno de R$ 2,00 não consegue mais conter o fluxo cambial positivo.  A balança comercial está cada vez mais deficitária, conforme já noticiado antes.  No ano de 2012, houve significativa entrada de capital estrangeiro (IED) que de certa forma compensou o déficit da balança comercial.  No entanto, neste ano, o quadro mostra um pouco diverso do ano passado.  No final deste  ano, mantido a atual política cambial, haverá inexoravelmente déficit no saldo de conta corrente, onde engloba a entra e saída de capitais e serviços.

Para manter atual nível de cotação do dólar, o Banco Central terá que, começar a "queimar" a Reserva Cambial brasileira.  No momento, a Reserva está num nível confortável, mas sucessivos déficits poderá deixar a Reserva Cambial não tão confortável como de hoje.  O mercado financeiro é suscetível. No momento que perceber que a Reserva está diminuindo, poderão os investidores quererem repatriar os seus investimentos feitos no Brasil, agravando mais ainda o déficit da conta corrente brasileira.  

Um movimento como descrito acima, poderá haver apreciação do dólar, mesmo com a intervenção do Banco Central.  Para o País, seria um ajuste necessário.  Ajuste feito pelo mercado, sem o poder de controle do Banco Central, poderá levar a cotação no patamar que deveria estar, ou seja num patamar de R$ 2,60 a R$ 2,70.  

Havendo ajuste, repentino, de dólar no patamar descrito acima, a inflação contido com artifício de dólar depreciado, vai explodir.  Inflação explodindo, a taxa Selic vai explodir, para conter a saída de recursos aplicados em títulos do Tesouro, quer de investidores nacionais ou estrangeiros.  É o quadro que temia, por isso minha crítica à política econômica da Dilma, há 2 anos.  Para mim, é prenúncio de que a bomba relógio vai explodir logo, logo.

Tomara que o ministro Mantega e presidente do BC Alexandre Tombini esteja consciente do quadro crítico que estamos a vivenciar. Agora, o monitoramento da economia, não poderá ser feito nos "jeitinhos" ou "gambiarras", a hora da verdade está chegando. Precisaria de muita competência para monitorar para não deixar a bomba relógio explodir.  Explodir, quando explodir, será no colo do povo brasileiro. 

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

4 comentários:

  1. Caro Saka,

    A bomba que citas, vem sendo armada a coisa de 5 anos. Logo em seguida as crises de 2008, as quais foram como "simples marolinhas" desprezadas pelo imbecilizado Lulla, embalado nas suas contumazes "viagens" embasadas em caninhas diversas e loucuras visionárias desprovidas de nexo.
    Simplesmente essa turma de sindicalistas, haja visto o que fizeram na Petrobrás, não conseguem enxergar horizontes mais longos que suas carteiras, pessoais ou partidárias. Tudo para eles, significa o quanto conseguirão desviar, aqui e agora! Depois? Ora, o depois é coisa que resolveremos,.....depois. Triste lógica!
    Brasil esta nadando em mares revoltos,infestados de tubarões. Gente muito incompetente(e burra,esta capitaneando essa nau desgovernada,...
    Não existe uma forma sequer de contornarmos esse rochedo que agiganta-se a frente de todos radares sensatos. Ou passamos direto por ele ou nos arrebentamos sem pena,..penso que a segunda opção é a mais certeira.
    O povo brasileiro, hoje esta embotado de tanto pão e circo. Muito mais circo do que pão, haja visto nordestinos comendo ratos,...pena,..mas percebo que deveremos chegar ao fundo deste maldito poço, para que na escuridão total, talvez e só talvez, vejamos a luz.
    Sem isso, a maior parte da nação é um Brasil de Tolos e de cegos.

    ResponderExcluir
  2. Sakamori amigo:

    Essa não e a minha praia! Economia não sou entendido!, tenho percebido que as coisas estão bem mais difíceis hoje !
    Reiteradamente, tenho lido matérias suas e do Daniel, sobre o assunto, e, como que parecendo que estão sendo lidos, vejo na televisão o tema sendo focado inversamente ao comentado por vocês ! Todos sabem que não gosto e já pedi através de seu Blog, a substituição do Mantega e do Tombini ! Não possuem experiência e vivência para esses momentos conturbados e de retração dos mercados mundial ! Mesmo na minha ignorância econômica, quando da crise que ainda perdura na Europa, e nos Estados Unidos, estranhei não retrairmos também, já que infelizmente, vivemos hoje no maldito mundo globalizado, onde os competentes, sérios, responsáveis, emergirão do caos para a plenitude econômica ! Achei uma ação corajosa e certeira, a forma como o Presidente Lula conduziu aquele momento! Isso com Henrique Meirelles, ex executivo, se não me engano, do Banco de Boston ! Que eu saiba, ninguém se torna Presidente duma Instituição dessa por subserviência ou amizades! O nobre Ministro, hoje, da Fazenda, sob a orientação e experiência daquele, podia estar onde esteve, e até posar de competente como fez, dai a enfrentar a turbulência atual, vai uma grande diferença!
    Acompanhando os comentários catastróficos seus e somado a isso, a dificuldade dos nossos dias, não temos como duvidar que as coisas não estão sobre os trilhos ! Tenho torcido para vocês estarem errados, mas lamentavelmente, vem se confirmando suas nefastas previsões, em que pese, o enfrentamento contra essa tendência , com a publicidade contraria dos setores governamentais envolvidos! Ou seja, tem alguma coisa errada acontecendo! Isso e o que poderia deixar registrado no seu respeitado blog! Ratifico ao encerrar, que como você mesmo já escreveu, que a Presidenta, deva exonerar a equipe econômica, pois apesar de tênue , ainda há tempo para correção de rotas, isso,dentro do entendimento de vocês que conhecem o assunto! Dentro de minha visão simplista e analfabeta do assunto, peco,que substitua porque são dois imbecis incompetentes, puxa saco, e despregáramos para as funções que ocupam! Vamos aguardar e torcer que você e o Daniel, estejam errados ! Abracand-o , seu MARKITO DE SOUZA

    ResponderExcluir
  3. Caro Markito.

    Antes de qualquer outra consideração, sou-lhe grato pelas elogiosas referências. Igualmente não tenho a formação do amigo Saka, mas como, executivo e administrador de empresas, que em outra vida fui,desenvolvi, como presidente de multi nacionais, a capacidade da visão holística.

    Vc igualmente a tem! Pois mesmo não declarando-se espacialista, tem a sensibilidade de "sentir" que as coisas vão mal,..isso igualmente é um dom. Não bastasse isso, todos indicadores, que não sejam os pífios discursos da Dilma Obtusa & Mantega(rançosa), mostram o país indo na contra mão da boa razão. Nem ouso imaginar, Dilma & Equipe, dando lições a Merkel ou Obama. Soa-me tão ridículo que chefa a arrepiar.
    Sempre digo: Em economia, não adianta inventar moda!Todas já foram criadas e duramente testadas. Desde os horrores de uma inflação alemã antes da 2ª guerra(que faria Sarney parecer um genial czar da economia), até as famosas deflações japonesas, passando claro pela experiência brasileira, não menos traumática.
    Lulla como vc cita, pegou o país estruturado e pronto para enfrentar as intempéries. Isso tem três nomes: A) FHC B)MEIRELLES C) SORTE! - Veja vc, que na primeira crise,ainda sob controle de Lulla, as coisas desandaram de vez, desaguando no descalabro que hoje assistimos. Quando o remédio é educação, produtividade e poupança(simples não?), o remédio que aplicam é falência do Enem e dos sistemas primários de educação, custo Brasil abusivo e uma ode a gastança generalizada. Saibam que consumo baseado em endividamento, via de regra, dá uma tremenda confusão, visto que gera inadimplência, que faz os juros aumentarem, que faz os passivos aumentarem, que encarece o custo do dinheiro em geral e aumenta o custo Brasil,...ufa!!! Percebem como é tudo interligado? O cara deixa de pagar a prestação da TV de tela plana e todos nós pagamos por isso.
    Voltando ao Lulla& PT, ...sinto informá-lo que nossas previsões, assim como dos economistas em geral e todos sinais que já aparecem claramente, estão absolutamente corretas. Se não houver uma tremenda guinada que conserte o rumo dessa nau perdida em mares revoltos, vou mais longe ainda: Nem a pedra angular do projeto de poder do PT, que é a geração de empregos, mantem-se em pé. E saiba, quando esse indicador for para o espaço, definitivamente dançamos. E digo mais: No atual andar da carruagem, isso há de ocorrer muito rápido. Espero que os idiotas percebam a tempo que o custo político deste resultado, é simplesmente "IMPAGÁVEL", pois derruba o PT.
    Claro que eles sabem disso.Não podemos ser os únicos gênios de plantão,...De forma que algumas mudanças virão, afinal estarmos em plena antecipada e absurda campanha eleitoral, faz com que o foco das atitudes sejam os resultados imediatos, e no processo dane-se o médio e longo prazo. Até lá, todas noticias serão aterradoras. É como deixar um piloto de curta visão, pilotar uma nave espacial. Ou o cara tem muita sorte ou o destino é o desastre.
    A presidenta, é de uma ignorância absoluta! Além de não ter a minima visão, ainda é obrigada a manter politicamente uma equipe pífia de gente que simplesmente obedece passivamente as ordens vindas de outras paragens/necessidades. Vê lá se um Meirelles aceitaria uma interferência dessas,....
    Por essas e outras que os destinos do país não resistem a uma análise séria, pois todos números são torturados e manipulados. Não existe a tão desejada transparência, que a verdade em si encerra.
    Bem,..acho que consegui(ao menos tentei), colocar um pouco mais de lenha na fogueira e explicações ao amigo. Como vc, caro Markito, também torço pelos meus erros,...

    ResponderExcluir
  4. Nobres Daniel e Sakamori,
    Somado a ignorancia do assunto, somo também, a de operar essa porcaria chamada de computador, pois, perdi tudo que havia escrito no comentário que lhes enviei!
    Tentarei novamente!
    Dizia então, que sinto-me extremamente honrado com a aula inusitada recebida do nobre Daniel Cohen, reflexo que é de seu conhecimento científico com a experiência de vida!
    Esse blog, além de manter nossa atualização com a vida pública do país, enseja-nos também, oportunidades unica, como a ofertada pelo Daniel!
    Estou encantado e profundamente honrado com tal oportunidade! Tenha certeza, nobre Daniel, que não é todo dia que podemos ao visitar esta tribuna, receber para melhor entendimento dos problemas que passamos nos nossos dias, de tracionar e não sair do lugar, os ensinamentos que foram postos a disçosição nossa por você !
    De minha parte, só louvores e agradecimentos pela excelente aula recebida!Fechando, agradeço sua mençao educada para meu ousado comentário feito anteriormente!
    Um tríplice e carinhoso abraço, do seu MARKITO DE SOUZA

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.