Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 9 de abril de 2013

DILMA mente sobre US$ 236 BI de INVESTIMENTO DA PETROBRAS



A presidente Dilma, anuncia com estardalhaço, através de cadeia de rádio e televisão, o Plano de investimento da Petrobras, num montante de US$ 236 bilhões, equivalente hoje, a R$ 472 bilhões.  O anúncio foi feito pela Companhia como "Fato Relevante" em 14/6/2012, portanto o anúncio vem com delay de 10 meses.  Os trechos abaixo, foram extraídos dos relatórios da Petrobras.  Na sequência o comentário.

Rio de Janeiro, 14 de junho de 2012 – Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano de Negócios 2012-2016, com investimento totalizando US$ 236,5 bilhões (R$ 416,5 bilhões, à época do anúncio).



A geração operacional de caixa se mantém como a principal fonte de financiamento dos investimentos da Companhia. O montante de desinvestimentos e reestruturação de ativos foi ampliado no Plano, alcançando o valor de US$ 14,8 bilhões, com foco em ativos no exterior.


Os recursos adicionais necessários para o financiamento do Plano serão captados exclusivamente através da contratação de novas dívidas e não contempla emissão de ações. É esperada uma necessidade média de captação total entre US$ 16 bilhões e e US$ 18 bilhões ao ano para o financiamento dos projetos em  implantação (US$ 208,7 bilhões).

O lucro líquido da Petrobras em 2012, de R$ 21,18 bilhões, foi o menor dos últimos oito anos, Segundo  a Petrobrás, a redução do lucro resulta de fatores como o aumento dos custos operacionais, uma produção de petróleo menor, a desvalorização cambial e o aumento da importação de derivados. 

Comentário.

O Plano de negócios da Petrobras deverão ser refeitos tendo em vista a nova conjuntura, tanto cambial quanto o preço de commodity no mercado mundial.  Hoje, o preço de barril Brent (6h 50min - hora Brasília) estava sendo negociado a US$ 105.07.  Enquanto no Plano de Negócio da Petrobras, considera o preço do óleo Brent entre US$ 90 a US$ 100.  Devido a variação cambial de junho/2012, até ontem, o Plano de investimento sofreu acréscimo em moeda brasileira de R$ 56 bilhões.  De onde vai tirar estas diferenças, não sabemos ainda.

O plano de desinvestimento no exterior, contando como principal fonte, os direitos de exploração do Golfo do México, que era de US$ 14,8 bilhões, no seu balanço patrimonial mais recente, foi dado como perda US$ 4,9 bilhões.  Não se sabe exatamente por quanto a Petrobras deverá vender os tais ativos, efetivamente.  No mínimo, terá perda de R$ 10 bilhões, só nesta venda.

O lucro líquido da Petrobras em 2012, foi de R$ 21,18 bilhões, por conta da defasagem do preço entre aquele praticado no mercado mundial e aquele que é vendido na refinaria.  Com os recentes aumentos de combustíveis abaixo da expectativa da Companhia e com crescente importação de combustíveis refinados, não se sabe exatamente onde vai terminar o lucro da Petrobras em 2013.

O Plano de Investimento da Petrobras anunciado pela presidente Dilma, que é baseada em geração de caixa própria e de novos financiamentos, poderá sofrer sérios abalos com a nova realidade cambial.  Sem contar com o desajuste dos preços de combustíveis na refinaria com atuais níveis de preços na bomba, a geração de caixa da Petrobras vai minguando.  

Com aumento de demanda de combustíveis, sobretudo pela entrada na frota nacional de 3,5 milhões de veículos/ano, a importação de combustíveis veio para ficar.  A defasagem de preço de importação com o preço entregue às distribuidoras nas refinarias, está aumentando com o preço do óleo Brent subindo, diminui ainda mais a geração de caixa da Companhia.  De acordo com o Plano que não prevê capitação de recursos via aumento de capital, fica difícil a Petrobras conseguir levar avante o seu Plano de Negócio, como foi desenhado e anunciado pela presidente Dilma.

O quadro desenhado acima, diz que o anúncio da Dilma sobre o investimento da Petrobras, no período considerado, dificilmente concretizará, visto que em apenas 10 meses, já está completamente defasado.  Onde a Petrobras vai buscar o "furo" de caixa, não saberia dizer.  Sei apenas que haverá retardamento na execução do Plano de Investimento, sob pena de quebrar a Companhia.

Dilma mente sobre US$ 236 bilhões de investimento da Petrobrás.

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

3 comentários:

  1. Como brasileiros, a cada dia ficamos mais indignados com as mentiras sendo descaradamente jogadas na cara do povão como sendo um excelente negócio feito por um governo sério.

    Até quando?

    Que 2014 traga novos ares com novos eleitos...

    ...e que não sejam do PT.


    Eli dos Reis.

    ResponderExcluir
  2. Sakamori amigo:
    Acredito que essa afirmação é forte, pois, a realidade de conduzir um país, não deve ser fácil, quanto mais, o nosso onde se equilibrar na linha tênue do nosso mercantilista Congresso, acredito, que se de bom senço, não dever-se-ia compprometer-se com as afirmações!

    Nâo entendo deste assunto, e portanto, passo!
    Mas, para aqueles que ja viveram o Palácio do Planalto, sabem que as pressões oriundas dos parlamentares, alem de diversas, muitas vezes demandam tempo e recursos para o atendimento de suas chantagens!

    No tempo do FHC, o Pedro Malan e o Pedrinho Parente que o digam!
    Só para registrar!
    Abraço-o como sempre, com o carinho e respeito que me merece!
    MARKITO DE SOUZA

    ResponderExcluir
  3. Prezado Markito,

    Os números não mentem. Pegar dados de junho de 2012, totalmente defasados, e lançá-los como se valessem para hoje, sem devidas correções é incorrer em erros que não se pemite a uma presidente da República.

    Creio eu, que administrar o Brasil não é como tocar uma empresinha qualquer. Pronunciar dados incorretos, em muito, é mentir. Este País, o Brasil, creio eu que não é Republiqueta de 5ª categoria, que permitiria insensatez como esta.

    Com todo respeito aos leitores deste blog, venho aqui, restabelecer os verdadeiros motivos que me levou a postar esta matéria.

    Vamos continuar a debater o assunto, em níveis técnicos, sem paixões.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.