Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 4 de abril de 2013

OGX do EIKE BATISTA derrete na BOVESPA!


O principal índice de ações da Bolsa brasileira, o Ibovespa, fechou esta quinta-feira (4) em queda de 1,65%, para 54.648 pontos. Essa é a menor pontuação do Ibovespa desde 26 de julho de 2012, quando ficou em 54.002 pontos. A baixa do Ibovespa foi fortemente puxada pela desvalorização de 10,8% das ações da OGX, empresa do ramo de petróleo do grupo EBX, de Eike Batista, para R$ 1,98 --menor valor histórico. As quedas de 3,97% e de 1,55%, respectivamente, dos papéis mais negociados de Vale e Petrobras também ajudaram a puxar o índice para baixo. Fonte: Folha.

O tombo de OGX, a queda das blue chips Vale e Petrobrás e baixa de ações de primeira linha, como bancos e siderúrgicas, enterraram qualquer pretensão de alta da Bolsa nesta quinta-feira. As ações da petrolífera derreteram nesta sessão e fecharam em queda de  10,81%, a R$ 1,98 – foi a maior queda do índice. Fonte: Estadão.

Comentário.

Eu afirmei em 27/3 que a empresa OGX do menino Eike Batista estava falida.  Enumerei várias razões, na matéria postada com o título "OGX do EIKE BATISTA está FALIDA!".  Analisando friamente sobre a situação da empresa, concluí que, fazendo a reavaliação do ativo, o patrimônio líquido da empresa se tornaria negativa.  Nada mais fez a agência de classificação de risco Standard & Poor´s, que rebaixou a nota da OGX.

O tombo da OGX, só não foi maior porque funcionou o sistema "brake" que é acionado quando uma determinada ação cai mais que 10% no mesmo pregão.  Não adianta esforço do banqueiro André Esteves do BTG Pactual em tentar salvar a situação.  Não existe milagre, em economia.  Só mesmo intervenção da presidente Dilma, mandando BNDES e bancos oficiais socorrerem a OGX, alegando motivo de que sem o socorro, o BNDES realizaria o prejuízo dos R$ bilionários com empréstimos concedidos às empresas do menino Eike Batista.

O menino Eike Batista, disse a poucos dias de que ele não estaria com "calça curta".  Realmente, ele não está com a calça curta.  Ele, literalmente, está com as nádegas para fora.  Só não vou mais adiante com a ironia, em respeito aos acionistas minoritários que perderam junto com o menino Eike, R$ bilhões.  E claro, em luto por nós contribuintes que teremos de pagar os empréstimos que o presidente Lula e Dilma fizeram deliberadamente ao menino Eike.  

OGX, tecnicamente, terá que entrar, urgentemente, com processo de "recuperação judicial", para tentar fazer algum dinheiro com a venda de alguns direitos de exploração de petróleo.  Ou a presidente Dilma sair em socorro, botando mais dinheiro nosso, na empresa falida do menino Eike Batista.  Não tem, terceira alternativa.

Onde estavam os políticos da oposição, que não fez denúncia a tempo, como venho fazendo há algum?  Onde estão agora, os milagreiros da República que pensam que no Brasil é tudo "espuma"? O problema não é mais só do menino Eike Batista, agora, é também da presidente Dilma. 

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

5 comentários:

  1. Saka,

    Neste pormenor, penso diferente! Problema não é nosso! Ele que quebre e perca seu ativo/patrimônio. Basta de gastar vela boa com defunto ruim, afinal quem é esse moleque impetuoso no universo empresarial? Um reles aventureiro a mais a quebrar a cara, como tantos outros já por aqui passaram.
    Quem comprou suas ações, deveria saber os riscos, afinal as empresas eram simples promessa de um empresário que jamais poderia dar um passo daquela magnitude. Ele só tinha gogó, e isso, eu que nemmsountão esperto, venho vaticinando desde o lançamento das ações.
    BNDES? Ora, que os "analistas" que concederam os créditos, que respondam!
    Oposição que faça bom proveito, doa a quem doer!

    ResponderExcluir
  2. Daniel,

    Felizmente, sou investidor conservador. Nunca tive ações do tipo OGX, JBS, etc. Sinto pelos que entraram no estelionato, 171,do menino Eike.

    Além disso, me preocupa eu ter de pagar parte da dívida contraída pelo menino Eike, em bancos oficiais federais. Vai sobrar, para mim, para você e para nós!

    Espero que alguém do governo assuma responsabilidade pelos empréstimos oficiais concedidos. Se fosse País sério, Mantega e Luciano Coutinho teriam que pedir demissão dos respectivos cargos.

    Sakamori

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SaKa,

      Sem dúvida alguma! Existisse "nestepaiz" um minimo de lei,ordem e dignidade, as autoridades envolvidas com esse descalabro, há muito estariam amargando um solene processo, respondendo por isso que é um claro assalto aos cofres da nação, pois os empréstimos concedidos, foram desprovidos de qualquer boa norma bancária. As garantias sempre foram pífias e supervalorizadas. Nunca existiu nada que corroborasse os volumes de dinheiro entregues. Nem uma simples reforma de hotel(Glória/RJ) esse incompetente teve a capacidade de levar a termo, imagine prospectar petróleo em águas profundas. Isso é para profissionais de alta capacidade tecnológica.

      O que advogo, é que os compradores desse tipo de ação, sabem exatamente onde estão se metendo. Grandes lucros existem onde os riscos se equivalem,..vc bem sabe! Entrou quem quis!

      Quanto ao nosso dinheiro enterrado,...bem, enterrado está! Vc igualmente sabe que nessas horas, o melhor é realizar os prejuízos e seguir a vida em frente.

      O que sobra? Bem tiramos esse moleque aventureiro de circulação. Já é um grande feito termos no currículo um "Ex bilionário de araque".

      Que sirva de lição e mostre claramente os erros absurdos que regem nossos governantes. Frigorífico JBS, esteja certo, esta em igual situação, mas esse ao menos, tem as picanhas para entregar,...ou seja, nem tudo é carne de pescoço por lá!

      Excluir
  3. Nobre Sakamori :
    Você e o Daniel, postaram as informações com a maestria e conhecimento cientifico do assunto !
    Mas na linguagem popular, a VACA FOI PRO BREJO ?
    Há dois meses, mais ou menos, juntamente com o meu Procurador da Republica, estivemos numa reunião na Câmara do Deputados, na Comissão do Trabalho, onde foram formuladas algumas indagações sobre a poça ortodoxia dos empréstimos formulados aos BATISTAS, os dois! Causou espécie tanto a nos como ao TCU, a forma da concessão dos emprestimosmefetuados pelo BNDS e CEF ! Nao serei eu, o indiscreto do assunto, pois como já lhe disse dias atraz,esta se investigando e apurando essas inusitadas operações ! Também, atribui-lhe o carma de vidente, na ocasião , e , tangenciei!
    Hoje, você traz o assunto de volta, com a estarrecedora informação de que a bolsa fechou atividades pelo mergulho das ações do Eike, Petrobras, e a Vale !
    Sinto cheiro de projeto CARACU, e, como foi muito bem dito,a intervenção do governo tera que ocorrer para evitar mal maior!
    Destaco também, a afirmação da incompetência da oposição, pois, poderiam terem minimizado os riscos, se cumprissem sua missão constitucional !Mas eu sou ele, amanha ! E assim que estão as coisas ! Uma grande M ...!!!
    Finalizando, além das desculpas devidas a você e aos queporaqui passarem os olhos, informo que sou neófito no assunto econômico,, mas que, tenho quase certeza que os temas tratados neste blog,tem sido importantes para o aferimento das ações no seio dasociedade ! Abraçando-o , como ao Daniel, semprea disposição, MARKITO DE SOUZA

    ResponderExcluir
  4. Respondendo onde esrava a oposição quando o governo ajudou Eike, a resposta é simples. Estava desejando ser governo pra ter vendido, ajudado, doado muito mais. Fosse governo a oposição que tá aí, parte da Petrobrás, ou Petrobrax, seria do "menino Eike". O resto, com certeza, tava nas mãos dos americanos e europeus ajudando suas economias falidas. Hoje, a oposição que alguns defendem, está fazendo clara campanha pela privatização da Petrobrás, pedindo o aumento dos combustíveis pra capitalizar acionista.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.