Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 24 de fevereiro de 2013

MICHEL TEMER, CANDIDATO À PRESIDÊNCIA 2014!


Michel Temer o 5º pedaço do bolo? Na política tudo pode acontecer.  Michel Temer candidato à presidência da República é uma possibilidade concreta.  Sim, à presidência da República, em confronto com a própria Dilma.  Quem imagina que o páreo vai ser entre Aécio e Dilma, poderão estar equivocados.  As duas candidaturas, a da Dilma e do Aécio já estão na rua.  Não tem como parar. Vejam os noticiários abaixo.  Após as notícias, comento sobre o Michel Temer.

Após se enfrentarem nas eleições de 1994 e 1998, os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso voltarão a protagonizar a disputa pelo comando do País. Serão os padrinhos dos candidatos do PT, Dilma Rousseff, e do PSDB, Aécio Neves. Nesse período de duas décadas, Lula não deixou o palanque. A novidade, agora, é o resgate de FHC pelos tucanos. Fonte: Estadão.


FHC, apresentado como "o pai do Plano Real" e da estabilização econômica brasileira, vai correr o País para promover o senador mineiro num momento delicado para o governo petista, de baixo crescimento do PIB - algo que pode se tornar um dos principais percalços da campanha à reeleição da presidente no ano que vem. Fonte: Estadão.

Já Lula será o principal articulador político da campanha de Dilma com um discurso de comparação com o governo tucano, inclusive no que se refere a desempenho econômico, apresentando números favoráveis à gestão petista no Planalto. Vai voltar a explorar, inclusive, a rejeição a medidas como as privatizações. Fonte: Estadão.

Comentário.

O PMDB é o maior bancada no Congresso e em número de prefeitos municipais.  É o partido que atraiu José Sarney, PDS, que era do partido da oposição para concorrer à vice-presidência da República em parceria com o Tancredo Neves, PMDB, como candidato à presidência da República.  Hoje, o partido ocupa, a presidência do Senado e da Câmara, numa demonstração de hegemonia.  Dar função subalterna para um partido com tanta força é subestimar o PMDB.

Falam-se muito que o PMDB é um partido sem ideologia e sem programas.  Esta argumentação não passa.  E o que são outros partidos, senão conglomerado de interesses, sem ideologia e sem programas?  O fato de os principais partidos, PT e PSDB, utilizarem-se dos apoio dos seus ex-presidentes para começar a campanha 2014, com peregrinação de ambos, é sinal de que os atuais postulantes são fracos.  Paciência, doa quem doer!

Como seria possível executar o plano Michel Temer 2014?  Muito fácil, basta Michel Temer renunciar ao cargo de vice-presidente da República, para desincompatibilizar-se do cargo executivo até o dia 4 de abril de 2014.  Se não houver desincompatibilização só poderia concorrer à reeleição como vice-presidente da República na chapa da Dilma Rousseff.  

Michel Temer nem teria problema ético com a presidente Dilma em se candidatar ao mesmo cargo da Dilma, pois o PT vem discutindo à luz do dia, a eventual substituição do Temer na vice, para eleições de 2014.  Enfim, vai atender interesse da Dilma, de certa forma. Deixando a vaga, a Dilma fica livre para fazer chapa com o Eduardo Campos (PSB) ou Gilberto Kassab (PSD), por exemplo.

Para não haver constrangimento numa eventual substituição na ausência da Dilma, o deputado Henrique Alves, PMDB, renunciaria ao cargo de presidência da Câmara e Renan Calheiro PMDB, a mesma medida.   Explico, na renúncia do vice Michel Temer, a segunda e terceira pessoa na linha de sucessão cairiam para o PMDB, no entanto, com a renúncia de ambos, a linha de sucessão cairia em André Vargas, PT e Aníbal Diniz, PT.  A renúncia aos cargos de presidente da Câmara e do Senado irá acontecer de qualquer jeito, ambos são candidatos ao cargo de governador dos respectivos estados de origem.  Juridicamente, resolvido!

Michel Temer candidato à presidência da República, pelo PMDB, terá como aliado principal o governador Sérgio Cabral do Rio de Janeiro, candidato à reeleição.  Candidato à vice-presidência não vai faltar.  Temer poderá escolher, nome no nordeste que não esteja ligado aos postulantes atuais, Dilma, Aécio, Campos e Marina.  Isto é fácil.  Vai fazer fila de partidos que oferecerão nomes para compor a chama do Temer 2014.  

Esta possibilidade só não acontecerá, se por algum motivo, houver a renúncia ou impedimento da Dilma Rousseff como presidente, neste caso, possível no imaginário, seria o próprio Temer no exercício da presidência candidatar-se à sua própria reeleição.  É um jogo de xadrez muito singular.  Vamos dizer que é um jogo de damas, sem querer fazer qualquer alusão ao promotor Michel Temer.

Michel Temer, tem um fator muito positivo para efeito de exposição em mídia.  A esposa Marcela Temer é uma bela mulher e é extremamente discreta, adequando-se ao cargo de primeira dama, numa eventual ascensão do Temer à presidência da República. A imprensa noticiou que a família da Marcela estaria já de mudança para capital da República.  O contraste da beleza e juventude da Marcela com a atual presidenta pode ser um "fator" diferencial de outros candidatos.  Marcela será a principal âncora para Temer 2014!

Michel Temer é, seguramente, o 5º pedaço do bolo de sucessão!

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12 

5 comentários:

  1. Bom dia! Tudo é possível em 2014, inclusive isso! O fato é que Eduardo Campos, entre todos os personagens já citados, desfruta da prerrogativa de ser o realmente novo! Foi secretário, Ministro e como governador, extraordinário! É jovem e ficha limpa, com anos de um bom desempenho, de família exemplar e comportamento integro! É o novo, a esperança que nos falta! Temer representa o mesmo, a redundância do que vemos na política da Nova Republica! O Brasil precisa de novo cheiro, novo rumo e novas idéias verdadeiras e decisivas, precisa de Eduardo Campos!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Pode ser sim... mas ñ resolve o problema do #BR, continuaríamos com essa mesma politica q ñ leva a lugar nenhum....ou seja, Dilma ou Temer e o próprio Aecio ñ mudariam nada. Aposto no Eduardo Campos.

    ResponderExcluir
  3. Nobre Sakamori: Muito interessante e coerente essa linha de raciocínio sobre eventual candidatura do Michel Temer! Ninguém perderá nada, pois, estamos cansados da mesmice PSDB x PT . Precisamos atrair para a Presidencia, o PSB, o PDT, o DEM, pois possuem quadros! Lamentavelmente, parecidos em valores com os que aí estão! O problema de decência e honestidade, tem sido sério neste país de espertos! Mas, acredito que a perdurar esse quadro posto, poderemos ver crescer a candidatura do Temer, do Eduardo Campos, alguém do seu partido, como Cristóvam ou aí do sul, e o José Agripino no DEM! Seria uma eleição fácil, pois, estará sendo definida pela rejeição aos postulantes, e......, já encheu o saco!
    Alvaro Dias, Arthur Virgilio, daria uma turbinada na campanha, mas, como sabemos, são silenciados pela hegemonia equivocada de São Paulo e Minas Gerais! Que me perdoem os eleitores do PSDB, mas as vezes acho que estão de mãos dadas com o PT, para ser manntido isso que aí está ! Precisamos mudar os valores, as responsabilidades, os objetivos e o respeito pelo país! Estamos cada vez mais decepcionados pelos ocupantes dos cargos públicos no Brasil! E o Temer não difere!
    Você com seu blog, tem uma avaliação muito mais primorosa que aquêles que fazem a legislação ou executam as missões do Estado! Você não está só, nesse voo! Para finalizar, lembro-lhe que como YOANES SANCHES, você tem feito muito pelo nosso país, e seus chamamentos são vistos por muita gente que possuem a investidura para o país! Um grande abraço do seu amigo, MARKITO DE SOUZA

    ResponderExcluir
  4. Realmente Sakamori, seu raciocínio é dos mais pertinentes. O tabuleiro está montado como você bem definiu e pelos outros comentários, se completam, citando Eduardo Campos, que está sendo "namorado" para ocupar o cargo de vice junto com Dilma, liberando Temer para o PMDB, e deixando Aécio sob a tutela inicial de FHC. A candidatura de Aécio seria a continuação das ideias de disputa entre PT e PSDB, que deixa longe a visão de mudança que o eleitorado espera, desta forma o nome de Eduardo Campos surge como boa aposta, e trazendo nomes que poderiam sair das fileiras já tradicionais como até Alvaro Dias que poderia representar uma surpresa de última hora nessa dança de cadeiras de postulantes. O jogo está só no inicio e muita água ainda vai passar por baixo dessa ponte dos suspiros.

    ResponderExcluir
  5. NÃO DEIXA DE SER UMA TRAMA BEM BOLADA E RESPEITO MUITO O SR.SAKAMORI MAS SINCERAMENTE ACHO QUE ESSE MICHEL TEMER È UMA FIGURA RIDICULA E DESMORALIZADA PRINCIPALMENTE PELO QUE VEM FAZENDO OU MELHOR NÃO FAZENDO NADA COMO VICE DE DILMA.ALÈM DE SER UMA MÙMIA PETRIFICADA PELO LONGO TEMPO DE EXPOSIÇÃO NA POLITICA E NAS PICARETAGENS DEIXOU=SE ENGANAR PELA CIGANA E JULGA-SE UM GARANHÃO CAPAZ DE CONQUISTAR BELAS MULHERES SEMPRE BEM JOVENS E BONITAS QUANDO NA REALIDADE DEVE SER UM VICIADO NESSAS SUBSTÂNCIAS QUE PROMETEM ALTOS DESENPENHOS SEXUAIS MAS ELE SE ESQUECE QUE TEM QUE TER UM BOM CORAÇÃO E UM DISPOSIÇÃO FISICA QUE ACREDITO NÃO TER.È AQUELE VELHO DITADO CACHORRO QUE LATE NÃO MORDE E QUEM FALA QUE COME MUITO NÃO TEM NEM FOME,PERMITA-ME A IRONIA.MAS VOLTANDO AO QUE INTERESSA TORÇO PARA QUE ELE SEJA CANDIDATO POIS VEJO AÌ A OPORTUNIDADE DE UMA MUDANÇA RADICAL EM NOSSA POLITICA COM O BENEFICIO DO BRASIL E DA SOCIEDADE,ELE VAI SE SUICIDAR POLITICAMENTE ACABAR COM LULA DILMA E PROVOCAR UMA CONVULSÃO POLITICA COMO JAMAIS VIMOS NO BRASIL<TORÇO PELA SUA CANDIDATURA E ASSISTO DE CAMAROTE.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.