Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

DILMA, SEUS BÔNUS SÃO 19 MILHÕES DE VOTOS DO BOLSA MISÉRIA!


Presidente Dilma, quer atender até o final de 2014, 19 milhões de chefes de famílias, miseráveis (sic), através do programa Bolsa Sem Miséria.  Ela usa o raciocínio inverso.  O programa que trato como Bolsa Miséria, vem crescendo desde o governo Lula.  Dizem os analistas políticos que o programa é o esteio para manter popularidade dos presidentes Lula e Dilma.  Pode ser que sim, pode ser que não.  

No ano de 2012, foi gasto no programa R$ 21 bilhões do orçamento fiscal.  Isto corresponde a grosso modo 2% da arrecadação de impostos e contribuições federais.  É um programa robusto, se considerar que o ministério da saúde gasta aproximadamente R$ 35 bilhões para atender os doentes de média e alta complexidade pelo sistema SUS.  O País está carente de recursos, mesmo para as mais agudas necessidades na saúde pública.  Mas o dinheiro da Bolsa Miséria não pode faltar.

A presidente Dilma, gaba-se em dizer que o Brasil está atendendo 19 milhões de famílias pelo programa Bolsa Miséria, como se isso fosse um índice positivo.  Pelo contrário, o número mostra que o pleno emprego não bateu às portas de 19 milhões de chefes de famílias, contrastando com o menor índice de desemprego dos últimos 10 anos ou 20 anos, apresentado pelo IBGE, órgão federal que cuida das estatísticas.  Pergunto.  Ter miseráveis (sic) em número expressivo é orgulho nacional?  Não deveria ser o contrário?  

Penso eu.  Será que a preocupação da presidente Dilma não deveria ser de diminuir este contingente que depende de "esmola" do Bolsa Miséria?  Será que o Brasil, que é considerado uma das potências do mundo, não tem condições de tirar esta gente da situação que vive?  Será que não deveria investir em educação e capacitação para o trabalho para esse povo?  Não seria melhor montar programa de "inclusão social" deste povo?  Para mim, me parece um programa ao inverso, onde se cria os marginais da sociedade.  Ou será que estou ficando maluco da cabeça?  

O fato que a distribuição de Bolsa Miséria para a população supostamente miseráveis, garante o número de votos que faz o diferença com qualquer candidato de oposição. São 19 milhões de votos que são contabilizados para a Dilma, sem contar com o voto dos dependentes.  Nos tempos dos coronéis dava-se o nome para este tipo de situação de "curral eleitoral", que o partido da situação tanto combatia, fora do governo.  Agora, no governo, defende o "curral eleitoral" com unhas e dentes. De toda forma, Bolsa Miséria está aí.  

Dilma, seu bônus é de 19 milhões de votos de arrancada!

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

2 comentários:

  1. Quem vota no PT, além dos Bolsa-família, são: Bolsa-BNDES; Bolsa-presidiário; Cargos comissionados do PT; Os funcionários fantasmas(tem muitos em todo o Brasil); Os fiéis dos pastores que ganharam passaporte diplomático; quilombolas; As lésbicas, homossessuais, gays, travestis; e os avermelhados das forças armadas e outras forças. Deve ter mais gente por aí.

    ResponderExcluir
  2. FALSIDADE E DEMAGOGIA ALEM DE INCREMENTAR A MISERIA NO PAÌS.MELHOR SERIA GASTAR ESSE DINHEIRO OU ATÈ MENOS PARA ELIMINAR A MISERIA QUE NOS HUMILHA COM PROGAMAS DE EDUCAÇÃO MASSISSA INCLUSIVE COM A IMPREMENTAÇÃO DE ESCOLAS TECNICAS PARA QUE AS PESSOAS ADQUIRISSEM CONHECIMENTOS E CULTURA PARA INGRESSAR NO MERCADO DE TRABALHO PREPARADAS E COM DIGNIDADE MAS AÌ A INFAME IRIA PERDER OS VOTOS QUE OS MISERAVEIS A DÃO SENTINDO-SE PROTEGIDOS POR ELA QUANDO NA VERDADE SÃO EXPLORADOS E TRAIDOS POIS COM A FOME E AS DOENÇAS ALIADAS AMISERIA ELA OS MANTEM SUBJULGADOS.QUE FALTA DE CARATER QUE INFÂMIA MAS UM DIA ISSO ACABARÀ E NÃO DEVE CUSTAR MUITO POIS TUDO TEM SEU LIMITE E SEU TEMPO

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.