Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 1 de julho de 2014

Vilma e Fred na República da Banânia.


Vilma e Fred, personagens fictícias, são brasileiros da classe média, que vivem na periferia de cidade chamada Maravilha. Não por acaso, mora na encosta de morros. Eles moram no enclave denominado morro do Alemão. Eles não tem instrução, ela diarista e ele pedreiro. Faz parte de classe social que a mídia classifica como de classe média "emergente".  Estamos falando da República da Banânia. 

Com a estabilização da moeda, Vilma e Fred ganharam um novo status econômico. Mas, continuam morando em bolsão de pobreza, na encosta, denominado morro do Alemão. Favela é um mundo à parte.  Morro do Alemão é como um país dentro do outro país denominado República da Banânia.  Não há limite territorial que separa o enclave, mas há um limite social que separa os moradores do morro do Alemão e demais moradores da República da Banânia.


A República da Banânia é um país bizarro. A República da Banânia é dominada pela facção de arrombadores de cofres. A República da Banânia nada difere do morro do Alemão.  No morro do Alemão, quem dá as cartas é o tráfico de drogas. Na República da Banânia, quem dá as cartas são os políticos corruptos.  Tanto o morro do Alemão quanto a República da Banânia são comandados pela quadrilhas de marginais de pior espécie.  Nisto, os territórios se assemelham.  

O comando do morro do Alemão vem da penitenciária de segurança máxima.  O comando da República da Banânia vem da penitenciária da Papuda, enclavada no Planalto Central da República da Banânia.  Os métodos de dominação de ambos territórios são os mesmos, pelo medo que se impõe aos seus moradores.  O modelo de dominação de ambos territórios é pelo aparelhamento das instituições.

A Vilma e Fred foram enganados.  Os comandos da República da Banânia prometeram mundos e fundos. Prometeram "inclusão social", prometeram a "sensação de poder de compra". No início, parecia mil maravilhas, com farta oferta de crédito. Vilma e Fred foram endividando, endividando cada vez mais. De repente, perderam o chão. Vilma e Fred caíram na real. A inflação colocou-os na mesma situação de antes.  Ganham mais, mas gastam-se mais.  O dinheiro não sobra para mais nada, só dá para sobrevivência.  E pior, hoje estão com as dívidas até o pescoço.    

Foi sim, a comandante da República da Banânia, que se diz valentona e com nariz empinado, que disse que iria acabar com miséria no País.  Porém, era tudo enganação. A inflação foi corroendo o poder de compra.  A sensação de bem estar foi-se esvaindo. Hoje, Vilma e Fred estão com muito medo. O morro do Alemão, voltou a ser como antes. A comandante da República da Banânia diz querer se candidatar, novamente.  Ela se chama Dilma, quase como Vilma.  De semelhança só nomes.  

Eleições chegando. Prometem, os novos postulantes ao comando da República da Banânia, mundos e fundos. Vilma e Fred estão com muito medo.  Como se diz, gato escaldado tem medo até de água fria.  Vilma e Fred estão cabreiros. Como conquistar confiança da Vilma e Fred, moradores do morro de Alemão, é a chave de sucesso dos pretensos comandandtes da República da Banânia.   


Simples. Os novos postulantes terão que mostrar que não tem compromisso com os marginais que orbitam o Planalto Central. 

Qualquer semelhança com a realidade brasileira é mera coincidência.  As personagens e os fatos narrados são fictícias.

Ossami Sakamori



4 comentários:

  1. "Qualquer semelhança com a realidade brasileira é mera coincidência. As personagens e os fatos narrados são fictícias."
    Mas a história é verdadeira...

    ResponderExcluir
  2. Sakamori:

    Hoje tivemos notícia que o ex-presidente francês foi preso. Acabou na cadeia a arrogância de um homem que se achava acima de qualquer suspeita.

    Aqui temos que encarar a empáfia de um ignorante arrogante que, apoiado por políticos corruptos e uma justiça comprometida, faz vista grossa aos atos dele e de sua equipe corrupta de mensaleiros.

    Mensaleiros que estão em parte presos, mas muitos ainda à solta, fazendo as vontades do chefão de todos.

    Chefão que ataca a elite branca que o sustenta financeiramente, e enche sua pança com "comes e bebes" (principalmente os "bebes") nos jantares onde com frequência comparece.

    Tudo isso por que o povão vota nele ou em quem ele indica, em troca de migalhas que lhe caem da mesa.

    O grosso do dinheiro da corrupção, claro, fica com ele e seus "cupinchas".

    Mas, quem sabe nestas eleições o povo acorda.

    Vamos ver...

    ResponderExcluir
  3. A Vilma e o Fred são um casal de trogloditas da idade da pedra , mas de bons princípios que foram enganados, pelos comandantes que emitem suas ordens diretamente da republica da banania instalada no planalto central, juntamente com os assessores da Papuda, mas por trás de tudo isso, está EL comandante supremo nove dedos. Essa parodia do sr. Sakamori, receberia nota 10 do Chico Anizio se ele ainda estivesse vivo.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns. Gostei da criatividade. Esse país a que você se reporta, sem dúvida não anda bem. E os personagens parece que não vivem um bom momento. Acessem: www.ideiasefatostucujus.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.