Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Com PIBinho, Dilma não se reelege!


Boletim Focus divulgado pelo Banco Central aponta projeção do PIB deste ano em 0,97%.  O último boletim previa PIB de 1,05%. Para este blog e para o próprio mercado o número já era esperado.

A previsão de baixo crescimento, o PIBinho, já era esperado pelo baixo desempenho em quase todos os setores da economia do País, com exceção do setor agropecuário e do serviço.  O setor industrial que é o carro chefe, vem amargando crescimento negativo, desde o início do ano.

O gráfico abaixo, extraído do boletim Focus, dá noção da trajetória declinante do PIB deste ano.  Veja abaixo:

Por conta das eleições, ainda com possibilidade de Dilma ganhar as eleições, as indústrias, sobretudo, estão em compasso de espera.  O carro chefe da indústria que são as montadoras de automóveis, já reduziram as produções adequando à nova situação do mercado.  E não vê, perspectiva de melhora, até o término das eleições.  

Aliado ao fato de inflação oficial persistir nos níveis do teto da meta, 6,5% ao ano, o quadro da economia configura um "estagflação".  

Esse quadro de pessimismo leva ao menor número de contratações de empregos com carteira assinada, levando a "sensação de instabilidade" na classe trabalhadora. 

Isto é como círculo vicioso, uma coisa leva a outra. O pessimismo que começou com a inflação alta no início do ano, provocou a retração do comércio e indústria.  Agora, a retração da indústria e comércio está provocando pessimismo que leva à desaceleração da economia.  Isto tudo, acontecendo no meio de uma política econômica (sic) equivocada da Dilma.

Até eleições, ainda terá divulgação das projeções do PIB nos meses de agosto e setembro.  A perspectiva é que as projeções não vão melhorar. Pelo contrário as projeções são pessimistas.

Em eleições, funciona a lógica. No alto crescimento o candidato da situação se impõe ou impõe o seu candidato. No baixo crescimento, faz as oposições crescerem.  O fenômeno Aécio Neves, Eduardo Campos e Pastor Everaldo não foge à regra, estão disparando nas pesquisas. E presidente Dilma vem despencando!

Com PIBinho, Dilma não se reelege!

Ossami Sakamori



3 comentários:

  1. Sr. Saka

    Fora do contexto, mas tenho que dar a noticia.

    Atualmente tenho todo o tempo do mundo para gerir conforme quero. Esperei muito por isso.

    Está a decorrer em França o Tour de France conhecido genêricamente por Volta França, que è transmitido diariamente por um dos canais da ESPN.

    Tenho observado algumas bandeiras do Brasil entre o publico que acompanha a passagem dos ciclistas tanto ao longo das estradas como nas cidades e vilas.

    E fiquei aparvalhado quando vi e vejo bandeiras do Brasil onde o verde è substituido pelo vermelho PT, MST, enfim, o vermelho bolivariano.

    Considero tal fato um gesto de alta traição e espero que não seja a nossa futura bandeira que está sendo dada a conhecer ao mundo!

    ResponderExcluir
  2. Tenho observado os comentários na rede social, principalmente no FB, onde pessoas exaltam os governos de Dilma e Lula, e fico me perguntando: quem são estas pessoas? Será que são do povo mesmo? Porque pelo que sabemos, o 'povo' nao tem acesso as redes sociais, portanto, são os que votarão na Dilma por motivos óbvios. Mas estas outras pessoas existem ou estão lá para confundir os outros? Quero crer que sim, ate prefiro. Mas o que este Governo esta fazendo, eh tambem confundir a população com novos absurdos decretos, e secretamente, armar algum golpe, isso eh que estou percebendo. Estou com mau pressentimento!

    ResponderExcluir
  3. Adeus ao crescimento: até 2017 ficaremos estagnados

    http://pepasilveira.blogspot.com.br/2014/07/adeus-ao-crescimento-ate-2017-ficaremos.html

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.