Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 19 de julho de 2014

Muda Brasil Já!



Vote num dos candidatos acima no dia 5 de outubro próximo! Sim, estou apelando... Sim, estou fazendo campanha eleitoral antecipada.  Não há legislação eleitoral que me proíba de fazê-la.  Não faço parte da imprensa.

Dilma já era... felizmente! A conjuntura econômica não favorece ao candidato (Lula) ou à candidata (Dilma) para ocupar o Palácio do Planalto.  Dilma, sequer vai para segundo turno das eleições.  Segundo turno será disputado pelos candidatos Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB).  Dilma vai disputar o 3º lugar com os candidatos nanicos!

Meu santo é forte! No dia 15 de fevereiro de 2012 comecei a minha jornada contra a administração Dilma.  Não importava para mim o resultado da minha luta.  Não sou político militante e nem ocupo cargo público. Muito menos, possuo financiamento de qualquer natureza do governo.  Apenas, estava a defender os interesses do País.   

Comecei a minha caminhada contra a administração Dilma quando ela estava com 77% de aprovação (ótimo e bom). Eu fazia parte do contingente de 23% que era contra Dilma, à época. Agora, faço parte do contingente de 69% que não vota na Dilma.  Mas, a luta continua.  Desta turma, a quadrilha, pode-se esperar tudo.  

A minha luta continua.  Não conjugo verbo no plural, porque não tenho delegação para fazê-lo.  Mas, uma onça ferida é traiçoeira.  Não podemos, arredar o pé.  Devemos dar um golpe fatal, um tiro fatal.  Devemos abatê-la para não haver surpresa!  Devemos impor a derrota da Dilma, no primeiro turno.  

Para que a praga da arrogância e da insensatez fique dizimada de uma vez por toda, é necessário um esforço final de mobilização do povo brasileiro.  Devemos impor a derrota da Dilma, já no primeiro turno.  Basta que coloquemos Dilma na terceira colocação, na preferência do eleitorado!

O difícil já conseguimos. Porém, a luta continua! Não devemos cantar a vitória antes do tempo! Vamos à luta para promover #MudaBrasiljá

Ossami Sakamori

6 comentários:

  1. Prezado sr. Sakamori, não podemos baixar a guarda, temos que continuar denunciando ininterruptamente as falcatruas e todo tipo de sujeira desse governo, até o dia 5 de outubro. Os petralhas vão usar de todos os meios ilícitos para difamar os candidatos da oposição e com certeza vão tentar fraudar as máquinas eletrônicas tambem. O lula já declarou que essa eleição será uma guerra e esperamos que o Aécio enfrente essa horda de marginais com coragem e pulso firme. Continuaremos sempre alerta como os escoteiros, até o dia da batalha final, sem esmorecer um minuto sequer.!!!

    ResponderExcluir
  2. É isso aí. Todos nós temos que nos mobilizar. Nos clubes, nas filas de bancos e no supermercado. Sempre fazendo comentários contra os descalabros deste governo que aí está. Falar do desemprego que ameaça os mais humildes. Temos que falar e falar. Fora Dilma, Fora Lula, Fora Rose, Fora PT !

    ResponderExcluir
  3. Rede social é importante para fomentar o debate, mas não transfere votos. A TV ainda é o principal meio de captação de votos. Dilma terá o maior tempo no horário eleitoral. Aécio tem o apoio da "grande" mídia e da imprensa oficial - nada contra. E Campos só tem o apoio da Marina, que não transfere votos. Será uma eleição muito acirrada, que pode, ou não, ser decidida logo no primeiro turno - ainda não dá para saber.

    Insisto em dizer que esta será a eleição mais problemática desde 1989, que elegeu o trauma chamado Collor. Ganha quem tem o poder da máquina nas mãos, foi assim com FHC. Então, Dilma, se perder, será uma grande zebra. Dilma é uma decepção, nenhuma surpresa; Aécio não inspira confiança para muitos, com seu estilo "coxinha"; e Campos não tem nenhuma cartada na manga.

    Eu declaro o meu voto: nulo. Não faço campanha pelo voto nulo porque é uma decisão sempre muito pessoal. Votarei nos dois gordinhos, 00, porque não vejo opção. Na verdade, eu voto nulo desde 1989,quando votei no PSDB, no primeiro turno. Depois, nunca mais votei. Então, não posso servir de parâmetro para nada.

    No Brasil há muitas divisões, políticas e sociais. O PT vai pautar a campanha nestas divisões, que,sim, existem,como já declarou o ex-governador de São Paulo Cláudio Lembo, do DEM/PSDB. E, na, verdade, muitos ou quase todos, aceitam esta divisão, que será o mote de uma campanha cheia de apelações e golpes baixos. E quero estar fora de tudo isso. Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  4. Quem é contra o PT e voltar no Campos e Marina trocou 6 por meia dúzia. Quem vota nulo, dá votos ao PT. Embora o voto seja secreto e pessoal, acho que primeiro temos que tirar o PT do Poder, depois verificamos se quem foi eleito tem condições ou não para ser Presidente. Se tiver damos apoio, e se não, pedimos o impeachment(impedimento) do tido cujo. Tem ainda o pastor Everaldo. Enfim, sejamos inteligente para votar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem souber como se engajar no IMPEACHMENT do PT me avise,pois não tenho medo de morrer e estou nessa (não acredito em nenhum político,que,no Brasil,como já provado e comprovado,só quer mamar nas tetas do país que não contempla o povo e sim,um povo,o povinho que só pensa em poder,corrupção etc.).

      Excluir
    2. Eu sei que votar nulo è votar no inimigo (nãoè só o PT), mas enquanto todos os políticos nos tratarem como indigentes obrigando-nos a votar, não permitindo eleições livres e voto facultativo como se faz na maior parte do mundo, eu sinto-me ultrajado nos meus deveres civicos e voto nulo.

      Excluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.