Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 18 de junho de 2012

G 20 OU RIO + 20 ?

Principal ponto de divergência na Rio+20, a questão do financiamento do desenvolvimento sustentável não seria o gargalo das negociações atuais se uma série de propostas feitas nas últimas décadas tivesse sido implementada.
A avaliação é do economista polonês radicado na França Ignacy Sachs. Criador do conceito de ecodesenvolvimento, espécie de embrião do desenvolvimento sustentável, Sachs acrescentou ainda propostas de taxar as emissões de carbono e de criar pedágios para a circulação de navios na área marítima de domínio comum. Fonte: Folha.

Se prosperar a idéia genial (sic) do Sachs, o transporte marítimo pagarão "pedágio" pelos navios que circularem pelos mares territoriais internacionais.  
 
A questão do financiamento da transição para o desenvolvimento sustentável é um dos pontos críticos das negociações da Rio+20. A versão do texto final da conferência apresentada ontem pelo Brasil retirou a proposta de criação de um fundo de US$ 30 bilhões, que vinha sendo rejeitada pelos países desenvolvidos.Com isso, a definição sobre quais serão as fontes de financiamento ficam adiadas para 2014. Segundo o chanceler Antônio Patriota, a ideia é que um comitê intergovernamental de 30 integrantes, a ser nomeado pela ONU, cuide desse processo. 

Única idéia palpável em termos de desenvolvimento sustentável, na conferência Rio + 20, foi a de criação de um fundo de financiamento, que em tese, seria bancado pelos países desenvolvidos, ficará de fora da versão final do texto. Infelizmente. 

Como já foi dito anteriormente, tirando algumas discussões fora do Rio + 20, organizadas pelas entidades sociais e científicas que na prática poderão servir de base para análises mais detalhadas sobre o desenvolvimento sustentável, a conferência Rio + 20 oficial vai terminar como uma piada.  Aliás, até parece proposital a convocação da reunião do G20 pelo presidente Obama, previsto para hoje, no México, para discussão sobre crise financeira européia, bem no meio do Rio + 20.

Opiniões contrárias ou favroráveis poderão ser postadas no rodapé desta matéria, na seção comentários.

Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof. da UFPR.
Twitter: @sakamori10

2 comentários:

  1. Sinceramente???Não entendi então porque fizeram a Rio+20!!!A atitude do Obama confirma ao mundo que ele não está nem aí para o planeta,,,aliás, a dele é a mais declarada!!!Atitudes de quem não tem Maria como intercessora em sua vida!!!

    ResponderExcluir
  2. Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come.. RIO+20 + Convocação da reunião do G20 pelo presidente Obama demonstram total dessincronização das idéias visando o futuro da Nave Mãe.. Os Desenvolvidos mais ricos ainda vivem como que existissem apenas 4,5 bilhões de habitantes na Terra. Os emergentes vivem como que existissem apenas 5,78 bilhões de habitantes na Terra e os Países mais pobres vivem como que existissem 10 bilhões de habitantes na Terra de 7 bilhões hoje.. Dizem os entendidos que a Terra suporta apenas 10 bilhões de habitantes.
    Hoje já se consome em 12 meses o que a Natureza demora 18 meses para regenerar.. Portanto consome-se 50% acima da capacidade da regeneração.. Muitos já não estão comendo o suficiente para manter a vida plena com saúde e vigor para que outros continuem aumentando em obesidade!
    É preciso sim planejar a Sustentabilidade e alternativas para os recursos naturais.. que são finitos! por ex. O Brasil desde 1990 já perdeu 25% da sua riqueza natural..
    Todas as raças, tribos e nações têm que planejar sua prole e o uso sustentável do meio ambiente..
    Os ricos não morrerão de fome.. Sabem que podem dominar e explorar os menos favorecidos tomando-lhes os recursos, terras, negando-lhes a cura das suas doenças e o sustento mínimo... Acho que os ULTIMATTS existem sim e já estão bem adiantados em seu projeto de diminuírem pela fome, convulsões sociais e guerras a população do Mundo em 65%. Agora já está tudo construído inclusive Arenas, Estádios, estradas, edifícios, cidades, Minas, refinarias e etc.. tudo isso ficaria para os 35% dos humanos que com alta capacidade intelectual farão a manutenção do que existe sem necessidade de mão do obra barata e escrava.. Depois nascerão os futuros escravos dos trabalhos pesados e a NOVA ERA começa uma nova civilização mais abastada que as primeiras que começaram do nada!
    Assim podemos entender melhor o menosprezo dos países mais ricos pelo RIO 92, Kioto, R+20 etc.. Não estão nem aí para pobres!
    Vamos fazer a nossa parte! Sustentabilidade, Desenvolvimento atômico, Agronegócio avançado e Braços fortes e mãos amigas dos nossos bravos soldados.. Soberania Nacional a toda a prova e União com países verdadeiramente amigos e Soberanos..
    e sem essa de bordões antigos que ditavam as Ditaduras!

    Obs: Tenho 67 anos e já vivi o bastante para ver que o mundo jaz no maligno que vem para matar e destruir. Devemos aprender a investir pesado em educação e cultura a exemplo do povo de Israel que lidera Marcas, Patentes, Prêmios Nobel e tem a mão de obra mais avançada da terra.. São os mais bem pagos do mundo! Sabem fazer oásis no deserto e transformar a água salgada do mar em grandes volumes de água potável..
    Nós temos o maior volume de água doce do mundo e ainda a perdemos para o mar antes que ela seja evaporada na região do semi-árido e árido! Vamos fazer a nossa parte! Temos as nossas terras férteis em abundancia e não temos que ser o celeiro do mundo antes que sejamos o celeiro para todos os brasileiros que ainda estão nos lixões e na zona rural porém sem cultura agrícola que deve ser prioridade para que possamos exportar os excedentes sem deixar brasileiro com fome e bolsa família de miséria - Bolsa Educação dos pais e Bolsa Trabalho para todos; mel, flores, coco, queijo,castanha, latex etc. ..

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.