Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 29 de junho de 2012

EIKE BATISTA JÁ PERDEU R$ 23 BILHÕES. PONTA DO ICEBERG?

Inicialmente, a previsão da OGX era extrair 20 mil barris por dia do campo de Tubarão Azul, o único em exploração, e agora é de 5.000. Uma fissura entre os poços e a necessidade de troca de equipamentos submarinos foram as justificativas da empresa para a revisão dos números.  Fonte: Folha.

Só ontem o valor das sete empresas de Eike na Bolsa recuou R$ 5,4 bilhões. Um dia antes, caíra R$ 8,4 bilhões.
No ano, as empresas X já perderam R$ 23 bilhões em valor de mercado, segundo a consultoria Economatica. Fonte: Folha.

Depois de uma crise de confiança sem precedentes varrer, em dois dias, quase R$ 14 bilhões do valor de mercado de suas empresas na Bolsa, Eike Batista decidiu trocar o comando da companhia de petróleo OGX. Egresso da Petrobras e considerado um técnico experiente, Paulo Mendonça deixará a presidência da OGX, após assustar os investidores com a revisão das estimativas de produção no seu único campo em operação. Fonte: Folha.

Em seu lugar entrará Luiz Eduardo Guimarães Carneiro, que era diretor-presidente da OSX, empresa de construção naval do grupo. Ele também veio da Petrobras, onde trabalhou por 30 anos. Fonte: Folha.

Do que ocorreu no mercado nestes dois dias com relação às empresas do Eike Batista, podemos tirar algumas lições.  

A primeira lição é de que um cara que tem bom trânsito no governo pode alavancar seus negócios em cima do nada.  A empresa OGX nunca dantes tinha perfurado um poço de petróleo siquer.  A empresa OSX, idem, não construiu uma plataforma siquer, muito menos navios petroleiros.  É público e notório que o empresario Eike Batista tem trânsito direto no 3º andar do Palácio do Planalto.  Negócio de R$ bilhões.

A segunda lição é que um cara desse, com trânsito no Palácio do Planalto, toma dinheiro subsidiado do BNDES de R$ bilhões. Lembrando que a diferença entre captação do dinheiro à taxa Selic e empréstimo a TJLP, quem paga é o contribuinte.  Sim, somos nós. Eu, você, o assalariado, o pequeno empresário e donas de casas que fazem compras nos supermercados.  É uma verdadeira "revolução socialista" que os governos Lula e Dilma vem fazendo.  Só que ao inverso.  Robin Hood ao contrário.  

A terceira lição é que os executivos das principais empresas são egressos da Petrobrás.  Sim, a Petrobrás, que conseguiu multiplicar o custo da construção da Refinaria Abreu e Lima em 9 vezes, segundo Foster. Sim, a mesma Petrobrás que contratou a empresa OSX do Eike Batista para construção de 17 plataformas marítimas.  E de sobra deu financiamento de R$ 2,7 bilhões à juro subsidiado do BNDES.  

A quarta lição é consequência da terceira.  O fato acontecido com as empresas do Eike Batista, coloca em cheque a eficiência e capacitação técnica da estatal Petrobrás.  A empresa Petrobrás poderá estar sendo usado tão somente para atender as demandas do partido do Lula e Dilma.  O mercado financeiro, percebe.  Liga uma coisa com a outra.  O mercado sabe que a Petrobrás está sendo "sucateada".

A quinta lição é que alguns grupos empresariais, utilizam-se do mesmo expediente do Eike Batista, isto é, conseguem beneficios do Palácio do Planalto, nos mesmos moldes do empresário citado.  Em cima da bolha, como a Delta Construções.  Tem muitas outras bolhas ainda por estourar. 

Tenho receio de que a sinalização do BIS, banco central dos bancos centrais do mundo, de colocar o Brasil sob risco, venha a se confirmar.  Coincidência ou não, já começou o estouro das bolhas.  

Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof.da UFPR.
Twitter: @sakamori10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.