Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 23 de junho de 2012

APRENDENDO COM O POVO JAPONÊS

O cotidiano dos japoneses mudou muito após tsunami de Fukushima.  Assisto com frequência a estação semi-estatal NHK, sobre algumas peculiaridades da cultura japonesa.  Este artigo não tem caráter científico, nem investigativo.  Apenas algumas curiosidades que quero relatar, que certamente, poderão servir de ensinamento para todos nós.

1. Após 1 ano e 3 meses do problema de vazamento na Usina Nuclear de Fukushima, o rescaldo da referida usina ainda não terminou.  Os operários que fazem o serviço de rescaldo são contratados com salários equivalentes a US$5.000 para trabalho de 2 horas por dia, devido à exposição da radiação. 

2. 51 usinas nucleares em todo território nacional foram desligados para adaptação a alguns itens de seguranças.  Realmente, o que houve foi a pressão da população para que o governo ordenasse o desligamento total, enquanto se avalia os itens de segurança.  Não sabem quando vai ser religadas. Devido ao desligamento das referidas usinas, o governo, as empresas e a população, estão num esforço para economia de energia em função do racionamento imposto.

3. Os habitantes das localidades num raio de 30 Km da Usina Nuclear do Fukushima, não poderão retornar aos seus lares ou sítios num período de no mínimo 10 anos. Enquanto isso, a população vivem em residências containeres fornecidas, emergencialmente, pelos governos locais e federal. Pelo que vejo, esta situação deve perdurar por mais 2 anos, no mínimo.  Mesmo nestas situações, os recursos públicos são severamente fiscalizados para não haver desperdícios.


4. A população atingida pelo tsunami e acidente nuclear, estão se reorganizando com a ajuda de entidades não governamentais, NPOs, e empresas da iniciativa privada.  O governo fez sua parte, restabelecendo a infraestrutura em tempo recorde, como já foi noticiado à época.


5. Agora, ao contrário do hemisfério sul, inicia-se o verão no Japão.  O esforço para economia de energia, sobretudo de "ar condicionado" poderão ser sentidos junto à população, sem que haja necessidade de governo fazer "campanha de racionamento de energia". Está na cultura do povo.  O povo caminha para promover o bem, coletivamente, sem que haja orquestração para que isto ocorra.  Curiosamente, os executivos japoneses sempre vestidos formalmente, com "terno e gravata", vão adotar o uso de roupas "casual day" mesmo nos dias úteis.  


Resumindo, lá na terra do sol nascente, governo pouco influi no cotidiano das pessoas.  O esforço de manutenção da sociedade vem do espirito coletivo, nato do povo, sem que haja uma "cartilha" de socialismo ou de capitalismo.  Creio que este espírito coletivo que fez do Japão, derrotado na II Guerra Mundial para galgar o posto de 3ª economia do mundo, com população de 120 milhões de habitantes, morando numa península cheia de acidentes geográficas e de catástrofes naturais.


Quiçá um dia chegaremos lá!


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof. da UFPR
Twitter: @sakamori10

9 comentários:

  1. É, lá no japão povo tem educação!
    Tudo ao contrário daqui!
    Acredito q um dia no Brasil também teremos uma educação decente, só que vai demorar muito, pq nossas autoridades nos 3 poderes pouco ou nada fazem, neste sentido!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns aos japoneses. Sem dúvida, uma capacidade de mobilização e reação admiráveis. Um exemplo a ser seguido. Mas vamos devagar ao julgar-nos. O que lá se conseguiu foi através de milênios de história. E como na Europa, a custo de muitas guerras, tragédias naturais e sangue ao longo desses milênios. Lembro também da mobilização imediata e da solidariedade dos brasileiros residentes lá durante as últimas tragédias. Mas são sim exemplo a seguir. Menos no caso das baleias, que os japoneses insistem em continuar dizimando. Para testes científicos, afirmam. Teste de sabor? Belo texto.
    @Dolhoarregalado

    ResponderExcluir
  3. Deixei de ser pessimista meu querido, nunca mais o serei, mas nunca, entendeu? nunca, chegaremos lá.
    aqui tem mineiro votando mal porque escolheram o candidato de são paulo e não o de minas, temos pt.
    aqui tem desconto no carro zero, cairam os juros eu juro desconjuro.
    aqui tem copa, tem copo, tem rio + 20, tem cachoeira + vários e saudades quando cachoeira era do roberto carlos.
    aqui tem de tudo menos desgraça, se não temos um fenômeno natural para nos mostrar as importâncias da vida, temos uma desimportância artificial.

    otimista serei para sempre, mas louco nunca mais!

    Tenho apelo gramatical, lá é a terra do sol nascente, aqui até o sol há de se esconder no entardecer atrás de uma cachoeira qualquer....

    ResponderExcluir
  4. Onde a educação vem em primeiro lugar, a conscientização pelos direitos e deveres é rotina.

    Moro no Japão e posso dizer que tem muito mais coisas admiráveis, mas são tão rotineiras que tampouco são comentadas.
    Um exemplo bem conhecido - a limpeza - é que não existe gari no Japão. Cada um faz a sua parte, não jogando lixo em qualquer lugar que seja, além do fator limite, ninguém adentra espaço alheio, muito menos para sujar.
    Quando se é preciso fazer limpeza em rios, parques, praças, locais públicos enfim, onde quem "suja" é a própria natureza, com galhos, folhas, etc., o serviço é executado pelo próprio povo, de forma voluntária.
    Tem muito mais coisas, este foi apenas um.

    Seu texto mostra bem que o povo japonês é consciente de que o bem de todos depende de cada um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para saber o que é certo ou errado não precisa de muito tempo. nem de 500 e nem de 2000 anos e sim de educação.Basta ver os comparativos do IDH, da miséria, do ensino, da saúde etc... Perdemos feio para qualquer republiqueta latino-americana, quem dirá para um Japão, Alemanhã e até China. Mas nosso dinheiro desce a cada dia rios e rios além de cachoeiras. Estados cobrando dinheiro do pré-sal sem explorar 01 mísero litro de petroleo pois está no mar. Cara, nosso povo é cego, surdo e mudo em relação ao desenvolvimento. Paga os impostos mais caros do planeta e não cobra a aplicação correta. O negócio aqui é levar vantagem, cerveja, mulher e balada. Fala sério: Ah e ja estamos passando o México em se tratando de PCCs, drogas, etc...Quer mais? Leia jornal, notícias e não esporte, teatro e cinema e verá realmente o que está acontecendo à sua volta.

      Excluir
  5. Tudo isso se deve quando se tem um governo voltado para o povo. Mesmo assim, somente se esse mesmo povo se enquadrar nas boas regras de sobrevivencia mutua.

    ResponderExcluir
  6. QUO VADIS
    karlos batista no blogger
    Caro Saka..a TV japonesa tá "fora do ar".
    Já existem reatores RELIGADOS..ehehe
    O Japão como já disse no twitter depende da energia nuclear,limpa,segura..
    Fizeram mais avaliações de segurança e partiram para o óbvio.O mundo e eles também necessitam de energia para viverem.
    abraços

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo texto! Dizem que cada povo tem o governo que merece, por isso não adianta ficarmos esperando que nosso governo mude, pois nossos políticos são reflexo do jeitinho brasileiro de ser. Se quizermos seguir o exemplo dos japoneses, teremos que começar por nós essa mudança, ai sim um dia teremos um país com um governo voltado para o coletivo como no Japão! Abraços

    ResponderExcluir
  8. Morei no Japão - Fukuoka-ken - Oomuta-shi durante 6 meses.. Estágio... na MIK Plant.

    RESPEITO AO MEIO AMBIENTE(depois do desastre ecológico de Minamata)

    Na fábrica de alumínio pude ver que todos efluentes líquidos dos processos volta à torre aquecidos são resfriados. filtrados e voltam ao processo.. No reservatório das torres fazem a criação de peixes (carpas) que indicam que a qualidade da água está sob controle de temperatura e despoluída.. um make up faz a reposição de água nova e retira o mesmo volume para o despejo para 3 tanques de 3 níveis onde caranguejos (SIRIS) são criados até o despejo no mar..
    Tudo monitorado por câmaras e instrumentos pelo painel de controle principal do operador..e inspeção in loco a cada 2 horas.
    As chaminés também são monitoradas por câmeras, e analisadores de gases com limites de emissões que derrubam a planta quando acima dos parâmetros permitidos pelas leis..

    SEGURANÇA PÚBLICA
    Jamais vi nas ruas ou na TV que um estrangeiro sofreu um assalto, roubo, sequestro, bala perdida e etc...
    Andávamos pelas ruas dos snak bars em qualquer hora da noite e a pé até até o hotel..
    Os playbois de lá quando nos avistavam gritavam simplesmente ( GUDO NAITU..)Jamais fomos incomodados..

    URBANISMO E ASSEIO DAS CIDADES:
    Em cada cantinho um jardim.. calçadas alinhadas e niveladas com ciclovia, pista para cegos e pedestres. Nenhuma puxadinha nós vimos...
    Sinalações de trânsito com música ou passarinho cantando para que os cegos e até crianças de menos de 3 aos saibam que podem atravessar..
    Se precisar atravessar rápido basta pegar um bandeirinha de PARE e esticar o braço que todos param..
    Não se preocupe em atravessar qualquer rua se estiver sob a faixa de pedestre.. quem vai dobrar a esquina já chega com o pé no freio!
    Cada dono de imóvel mantem as suas calçadas limpas...
    Nas portas das lojas um vaso de inox para colocação das pontas dos cigarros..
    Nas ruas de Tókio as esquinas têm corrimões com muitos cinzeiros de furinhos para descarte de guimbas de cigarro..
    Nos pontos de ônibus urbanos tem placas com horas e minutos de saída e chegada.. nem mais 1 minuto! (Monte Fukugi)

    URBANIDADE
    Um por todos e todos por um.. sabem fazer o bom juízo dentro da Sociedade que coloca o individuo em segundo plano.. Nenhuma influência de pais, parentes, políticos e amigos podem livrar a cara do individuo que faz malfeitos..

    NOS DIAS DE FOLGA DO TRABALHO
    Todos os maridos recebem uma verba para as farrinhas nas folgas.. são as esposas que lhas dão! +- 30 mil yens/mês, poisa as mepresas pagam o salário dos maridos na conta das esposas.. mas atenção.. Se beberem ou ficam no snak bar que acomoda em sofás ou mesmo no chão acarpetado e tomam conta até que o fregues acorde mesmo com o sank bar já fechado..
    Outros ligam para esposas os pegarem de carro, outros usam táxis.. Não precisam da LEI SECA , muito conscientes...

    Bem, aqui coloquei alguma coisa que observei e me maravilhei.. não dá para contar tudo que vi em administração , presença, suporte sem burocracia em todas as áreas de atuação... Impecáveis..

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.