Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

O dólar vai a R$ 2,60 ou mais!

Ontem, a trajetória do dólar está a confirmar o que venho chamando atenção, desde 29 de maio próximo passado, o dia que ficou conhecido como o "dia do cão" no mercado financeiro brasileiro.  

Eu já fiz projeção da cotação do dólar no final do ano para R$2,60 e isto vai se confirmar.  O governo Dilma tenta conter a cotação do dólar no atual patamar de R$ 2,30, com intervenções indiretas no mercado de câmbio utilizando derivativos cambiais e títulos do Tesouro com rendimento atrelado à variação cambial denominado de swap cambial.  

O governo Dilma hesita em fazer intervenções diretas vendendo dólar no mercado à vista, queimando a reserva cambial, para segurar a cotação de dólar.  Como já afirmei a reserva cambial no dia de ontem que deve ter fechado em US$ 371 bilhões, não estão tão disponíveis como faz crer o ministro Mantega.  O Brasil como se sabe carrega dívida externa próxima de US$ 325 bilhões, o que torna a reserva cambial não tão líquida quanto parece. 

Veja o que aconteceu ontem.  A balança de pagamentos do País, que sempre trabalhou no positivo, desde que o Lula assumiu a presidência em 2002, ontem mudou de trajetória.  Como aquela biruta do aeroporto que indica a posição do vento para orientar os pilotos o sentido de decolagem, a "biruta" da economia mudou de sentido.  Vejam a notícia do tradicional jornal Estadão e na sequência os meus comentários.  

O saldo positivo acumulado no ano até o dia 6 de setembro foi praticamente zerado com essa saída surpreendente anunciada nesta quarta-feira, 11, e está positivo em apenas US$ 97 milhões. No mesmo período do ano passado, o fluxo estava positivo em US$ 23,424 bilhões. Fonte: Estadão. 

O Banco Central do Brasil, poderá fazer intervenções no mercado de câmbio vendendo derivativos cambiais como aqueles já comentados acima, mas não tem como controlar o fluxo de câmbio, a não ser pelo controle cambial.  Este último mecanismo seria o fim do fim, por isso o Banco Central não vai  utilizá-lo.  O fluxo de dólar positivo ou negativo, entrada ou saída, depende muito mais da credibilidade do País do que por motivos artificiais.

Refiro-me aos motivos artificiais, a utilização dos derivativos cambiais para conter a cotação do dólar no patamar desejado pelo governo.  Refiro-me, também, à taxa de juros básicos Selic pagos pelo governo para atrair capital estrangeiro especulativo para incentivar a entrada de dólar.  

Na situação dramática, no governo FHC, diante da saída repentina do dólar, no pico da crise, a taxa Selic foi a 50% ao ano.  O dólar chegou a bater R$ 4,00 no paralelo. O quadro é semelhante, mas em menor intensidade, por conta da reserva cambial líquida, ontem, em torno de US$ 46 bilhões.  Mas, ainda assim, haverá pressão.  Não esqueçamos das lições do passado recente!  Apertem o cinto que o vento mudou.  A "biruta" da economia mudou de sentido.

Vocês podem ter certeza de uma coisa, a imprensa só dará destaque  ao fato anunciado aqui, somente na próxima semana.  Desculpem-me os jornalistas da Rede Globo ou da revista Veja, vocês estão noticiando, sistematicamente, matérias vencidas.  Os meus leitores estão sempre com informações atualizadas e gratuitamente.  Vocês podem imaginar, estou a rir muito.  

Ossami Sakamori

6 comentários:

  1. Caro Saka,.....

    Ao triste(e real) cenário que colocas, temos ainda, a partir de hoje, uma turbulência política de consequências incontroláveis. Só Deus pode saber o que acontecerá, caso os mensaleiros sejam praticamente absolvidos pelo STF. Tenho em mim, que algo muito sério esta para acontecer.

    Imaginemos por exemplo, que o inconstante Barbosa, ao se ver vencido, renuncie a presidência do STF e incite o povo a sair às ruas, clamando por justiça,...pensem nisso um só momento.

    O dólar, assim como todo Brasil, iriam à loucura, não é mesmo?

    Esse é um breve exercício,....afora todos outros fatores concretos que empurram a moeda americana.

    Brasil é um pais gerido por pessoas simplesmente despreparadas,....simples assim!

    ResponderExcluir
  2. João Prim ‏@joaoprim 30 min
    @ForaLamsa

    * Sempre achei e acho que todos os pedágios são fonte de Corrupção. Viva o PT que trouxe essa praga para SC. E haverá mais.

    ** Farmácias dos trabalhadores, pedágios, estacionamentos e assim o estado será apenas um grupo empresarial!

    *** Ordem e Progresso: Japão executa prisioneiro, o 6º do ano, por enforcamento...por homicídio e roubo aos 73 anos. http://bit.ly/15VGLrY #TerraMundo

    **** Dia fatídico: #11Setembro2013 : MT @DiaboOficial 22 h
    " Quarta-feira, 11/09/2013. Atualizações satânicas na terra em andamento."

    STF 4 X 2 Brasil #11Setembro2013 'O Brasil nos ensina todos os dias, que a esperança é um sentimento fútil e ainda dizem que Deus é brasileiro.'

    O GIGANTE DORME EM BERÇO ESPLÊNDIDO!





    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hesita, ao invés de "exita", não seria o mais correto?

      Excluir
  3. Mais um ótimo post, parabéns grande Ossami.

    Outra correção pra ficar perfeito, "Apertem o sinto que o vento mudou", logo antes do último parágrafo, creio que seria "cinto"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um erro. Claro, sinto é de sentir. Quis dizer cinto no sentido de cinto de segurança.

      Obrigado!

      Excluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.