Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Out Let de Imóveis?

Isto mesmo que você leu.  Estão a acontecer Out Let de imóveis pelo Brasil a fora.  Excetuando as praças de Rio de Janeiro, Brasília e bairros nobres de São Paulo, as construtoras estão oferecendo os imóveis, sobretudo os prontos em estoque, ao preço de "ponta de estoque".  

As campanhas publicitárias chegam a ser até agressivas.  Descontos de até 35% em relação ao preço de tabela.  Ao contrário do que dizem os investidores de oportunidades do período do boom imobiliário, que o desconto é virtual, mas não é, o desconto é real.  Explico o motivo.

Quando as construtoras ou incorporadoras fazem empreendimentos, tomam emprestado da CEF ou de algum banco com carteira imobiliária, empréstimos denominados genericamente de "plano empresário", para fase de construções.  Os valores dos empréstimos são repassados para os compradores das unidades individualmente, quando da entrega das chaves, diminuindo assim o estoque de dívida.  Enquanto não for repassado o financiamento, os encargos decorrentes do saldo devedor é da construtora ou incorporadora.  Grosso modo, isto representa 1% ao mês sobre o saldo devedor.  

Entregue as obras, mas se a construtora ou incorporadora tem estoque elevado de unidades a serem comercializados, fica com saldo devedor enorme com o agente financeiro, corroendo o lucro numa proporção de 1% ao mês, uma vez que não está havendo reposição de valor venal na mesma proporção dos juros.

Desta forma, as construtoras ou incorporadoras, querem saldar os empréstimos correspondentes à cada unidade habitacional, a qualquer custo, para se livrarem dos empréstimo correspondente àquela unidade que está sendo comercializada, mesmo que tenha que sacrificar o lucro correspondente.  Pelo menos livra dos encargos mensais sobre a dívida correspondente àquela unidade.

Na prática, se você apertar a construtora ou a incorporadora, é bem possível que ela venda apenas pela assunção do valor da dívida correspondente àquela unidade.  Isto é, como se fosse venda de imóvel sem entrada.  Logicamente, isto acontece para uma determinada faixa de valor dos imóveis.  Normalmente, imóveis na com valores abaixo de R$ 500 mil.  Nos imóveis de valores maiores, os financiamentos seguem regras diversas, sendo assim as negociações teriam que ser feito caso a caso.

Gostei da palavra designada por um órgão de imprensa, out let de imóveis.  Isto está ficando como comprar tênis de marca em Nova York ou Miami.  Quando vai negociar com a construtora ou incorporadora, vai com este espírito, comprar o seu apartamento  no out let !  Quem sugere isto é um do ramo de construções, que sou eu mesmo. 

Ossami Sakamori 

8 comentários:

  1. Caro Saka,...

    Se até iate esta sendo vendido como sucata,....(Vide iate de Eike Prejuízos Batista), imagine os imóveis estocados e hoje encalhados.

    Esperem mais um pouco e o out let será geral. Isso se a Dilma não cismar de invadir os EUA,...aí meu caro, só Deus sabe.

    ResponderExcluir
  2. Tem muito vendedor se segurando para não dar na cara.

    Em breve vai ser uma correria.

    É o PT destruindo o Brasil para depois vender o remédio comunista.

    Pobre massa estúpida e ignorante explorada por esse partido de psicopatas, criminosos, sedutores e mentirosos.

    O PT é o próprio satanismo na política brasileira.

    ResponderExcluir
  3. Ate o Hotel Gloria, no RJ, o Eike esta vendendo, sabia? Estamos navegando a deriva de comandantes anômalos. Onde sera que esse navio vai se ancorar?Nem sei mais o que pensar!

    ResponderExcluir
  4. Imóveis já foram integrantes de crise no país que Dilma tenciona invadir, como disse o amigo Daniel.

    Agora começa a integrar uma crise no país da marolinhas.

    Tomara que o "out let" pare por aqui, mas por tudo que estamos vendo, não deverá parar por aí.

    É esperar para ver...

    ResponderExcluir
  5. Tomara que não pare e os empresários que vota em PT se afundem junto....Nós os trabalhadores estamos nos ferrando faz tempo com esta mentira de marolinha. Que os aumentos extrapolantes dos imóveis q voltem ao normal, que abaixem mesmo e as construtoras q se afundem....abçs

    ResponderExcluir
  6. Saka, e vc PREVIU tudo isso.. escreveu um artigo nos prevenindo..


    Nós, colegas de profissão, sabemos onde tudo isso vai dar.

    Perfeita visão como sempre querido Saka.

    bjs

    Pri

    ResponderExcluir
  7. Brasil, últimas dias ... liquidação... aproveite... E viva o Partido dos Trambiqueiros... Ass.: OLD MONSTER.

    ResponderExcluir
  8. Até meu sobrinho de 6 anos já fala em bolha imobiliária ...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.