Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 20 de março de 2013

PETROBRAS admite ESTELIONATO de R$ 10 BILHÕES!


Confirmando a possibilidade de ter havido estelionato na compra dos ativos nos EEUU, a refinaria de Pasadena e 175 blocos de exploração de petróleo, matéria minha de ontem, "Petrobras, novo estelionato US$ bilionário?", a própria contabilidade da Petrobras já demonstra os fatos.  Após trechos de notícias do jornal Estadão, passo a comentar.

A Petrobrás desistiu de vender a refinaria de Pasadena, no Texas (Estados Unidos), em processo desencadeado depois de o Grupo Estado, revelar, no ano passado, que o negócio geraria cerca de US$ 1 bilhão de prejuízo à estatal. "Saiu a refinaria de Pasadena (da lista de desinvestimentos), existem outros ativos que estão na iminência de sair", disse a executiva, sem revelar quais.  Fonte: Estadão.

Segundo Graça, para entrar ou sair do plano de venda de ativos os projetos passam por escrutínio e uma equipe especializada precisa provar se vale a pena manter a venda ou suspendê-la. No balanço do quarto trimestre, a Petrobrás lançou uma baixa contábil de R$ 464 milhões referente a Pasadena, valor que já reconhece como perdido. Fonte: Estadão. Fonte: Estadão.

A Petrobrás previa no plano de negócios quinquenal divulgado no ano passado desinvestir US$ 14,8 bilhões, sendo parte com operações financeiras que de fato foram realizadas. Agora, projeta vendas de US$ 9,9 bilhões, ou seja, US$ 4,9 bilhões a menos. Fonte: Estadão.

Comentário.

Realmente, a própria Graça Foster, já mandou contabilizar como prejuízo de US$ 464 milhões, da refinaria de Pasadena, numa operação que o prejuízo ascende a US$ 1 bilhão.  Graça Foster, mandou suspender a venda, porque se houver a venda, terá de contabilizar o prejuízo real.  Segundo a Graça Foster, a Companhia vai investir mais, antes de vender.  Para mim, é uma operação para camuflar o restante do prejuízo estimado em US$ 1 bilhão.

Quanto aos direitos de exploração dos 175 blocos, financeiramente contabilizado com o custo de US$ 14,8 bilhões, Graça Foster, projeta a venda por US$ 9,9 bilhões, admitindo e engolindo o prejuízo de US$ 4,9 bilhões.  O prejuízo pararia por aí, se efetivamente, a venda se realizar como pretendido pela Petrobras.  Nada garante que a venda se realize no montante desejado pela Graça Foster.

Bem, até aqui, já está comprovado o estelionato no valor de US$ 5,4 bilhões ou equivalente a R$ 10 bilhões!  Isto significa que, contabilmente, o valor do superfaturamento praticado pela administração, da Petrobras é de R$ 10 bilhões. O buraco vai estar mais para baixo.  Só vai ser considerado como prejuízo efetivo no balanço da Companhia, após a venda efetiva dos ativos nos EEUU, tanto da refinaria como dos blocos do Golfo do México.

Como eu previ, o "filé mignon" acabou virando "carne de pescoço". O pior de tudo, até aqui, o contribuinte e acionistas minoritários amargam prejuízo de R$ 10 bilhões. Podem dizer que o fato aconteceu na administração do Sérgio Gabrielli, mas a atual presidente Graça Foster, já era diretora da Companhia e a Dilma Rousseff presidente do Conselho de Administração da Petrobras.

Ministro Joaquim Barbosa, o crime de lesa pátria está materializado. Tem possibilidade de alguma medida concreta sobre o verdadeiro assalto à mão armada, praticada à luz do dia?  Receio, ministro, que o assunto não tenha enquadramento jurídico para processar os responsáveis pelos prejuízos.  E assim, será esquecido como tantas outras falcatruas praticadas pelos agentes públicos e privados.  

Petrobras admite estelionato de R$ 10 bilhões nos ativos dos EEUU!

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

4 comentários:

  1. Mais uma Sakamori! É aviltante o que se faz as claras como bem disse! Estratégia bem articulada para mascarar o rombo e passar despercebido o valor real! Administração debiloide mentirosa, falham escancaradamente e sem o menor pudo em todas as previsões e metas de produção, sem contar a politicagem de Lula e Chavez no caso da Refinaria de Pernambuco. Como em todos os casos no Brasil, não haverá culpados e se houver não serão punidos! Democracia?? Onde autoridades da justiça se prestam a bate boca em clara expressão de vaidade por sessões a fora e nada efetivamente acontece que sinalize punição efetiva! Brasil País de tolos nas mãos de Lobos!

    ResponderExcluir
  2. A máxima de que "o melhor negócio do mundo é uma empresa de petróleo bem administrada, o segundo melhor uma empresa de petróleo mal administrada e o terceiro melhor é a Petrobras" pode passar a ser encurtado na última parte.

    Ou melhor: modificado para "fazer negócio mais que suspeito" dentro da Petrobras.

    ResponderExcluir
  3. Caro Saka,...

    Tal qual um iceberg, o que ora vemos é sua ponta;esteja certo que o que esta no fundo,navega em um mar de lama,que poucos poderão aquilatar.
    Tenho em mim,que a gana de poder dos porcos PTistas,tem tudo a ver com as maracutaias que certamente serão descobertas no processo.
    Petrobrás foi e ainda é, um dos maiores despropósitos perpetrados por Lulla e sua gang, seja como cabide de empregos ou para financiamentos espúrios. De seus poços não jorra só petróleo! Certamente a corrupção vai a modelos venezuelanos.

    Um dia esse "poço" será descoberto e por certo, terá fim,...e nesse dia, descobriremos o quanto fomos roubados por essa corja desprovida de lei.

    Brasil-Um pais de Tolos!

    ResponderExcluir
  4. E o rebaixamento pela Moodys da Caixa e do BNDES? Só os brazucas não vêem os rumos completamente tortos que estamos tomando...
    Continue nos brindando com suas análises!!!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.