Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 1 de março de 2013

LULA NÃO É DEUS, É CORRUPTO!


Em evento do PT em Fortaleza, no Ceará, o ex-presidente voltou a afirmar que no seu governo o Ministério Público e a Polícia Federal foram mais atuantes do que nas gestões anteriores e conclamou os petistas a não permitirem que adversários coloquem no partido "a pecha que eles carregaram a vida inteira sobre o jeito de fazer política". Fonte: Folha.

"Nós somos seres humanos, alguns de nós podem cometer irregularidades, e quando cometer tem que ser julgado, como todos têm que ser julgados", disse Lula. "Errou tem que ser punido", completou. Fonte: Folha.

Comentário.

Lula quer fugir do foco do debate sobre corrupção.  Joga toda culpa das irregularidades cometidas no seu mandato aos seus companheiros entre os quais os condenados no processo mensalão.  Em outras palavras, ele se considera, o puro, um deus.  A autoria das roubalheiras, são dos seus companheiros.  Ele afirma de pés juntos que nada sabia do que ocorrera no Palácio do Planalto, quando presidente.

Além do processo mensalão, Lula é autor e mandante da operação "tapa buraco" para abastecer com dinheiro do Caixa 2, a sua reeleição em 2006, via obras superfaturadas do DNIT.  Sobre o ocorrido, ninguém fala nada.  Ninguém toma iniciativa de investigação.  Ninguém tem coragem de enfrentá-lo, com medo.  Muito medo de virar um novo caso Celso Daniel.  O fato ficou conhecido, até pelo peão de trecho (de rodovias), mas ninguém se pronunciou à época e nem hoje.

Lula também é autor e mandante da operação DNIT, um meio de arrecadar dinheiro em forma de Caixa 2, para financiar a campanha de eleições da Dilma à presidência em 2010.  Por conta disto, até o ministro de Transportes Alfredo Nascimento, da gestão Dilma, foi demitido.  Demitido pela Dilma, também, o diretor do DNIT, Luis Antonio Pagot.  Mas Lula e Dilma não tomaram nenhuma medida na direção da investigação, via MPF/PGR.  Pelo contrário, após 2 anos passados aos fatos, o destino, se encaminha à sepultura.

Lula, no exercício da presidência da República, fez um acordo verbal com o presidente da Guiné francesa, a transferência do direito de exploração da jazida de mina de ferro, da província de Simandou, da Vale para os seus aliados a dupla Agnelli/André Esteves.  Praticar atos obscuros no exercício da presidência, cheira coisa podre.  Podridão que poderá levá-lo à condição de bilionário.  

Com tantas irregularidades cometidas por ele próprio, Lula, subir ao palanque e querer ditar regras da moralidade, para mim, já é um acinte, um escárnio, uma afronta.  Por outro lado, cada vez mais, me convenço de que ele é um verdadeiro vampiro um corrupto à procura de novas fontes para saciar-se da sede.  

Poderia Lula, no final do seu mandato ficar quieto na cobertura do São Bernardo do Campo ou no seu Instituto Lula, comportando-se como ex-presidente.  O povo continuaria considerá-lo como verdadeiro deus, apesar do caso da sua amancebada Rosemary. Lula perdeu a oportunidade de ficar na história como um dos melhores presidentes do Brasil.  Será lembrado como ladrão, como pessoa sem estrutura moral, como chefe da quadrilha, como corrupto.  

Eventuais contestações poderão ser feitas no rodapé deste, espaço destinado aos comentários.  O espaço deste blog, está disponível, desde já, para uma eventual direito de resposta.

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12 

Um comentário:

  1. LULA ESTÀ LONGE DE DEUS E DO DIABO UM POR SUA BONDADE EXTREMA E OUTRO POR SUA CRUELDADE SEM LIMITES.MAS TANTO NO CÈU COMO NO INFERNO EXISTEM LEIS AQUI DIVINAS E LÀ INFERNAIS E LULA NÃO ESCAPARIA DE NENHUMA DESSAS LEIS QUE TANTO NO PARAISO COMO NO INFERNO SÃO RIGIDAS E INCORRUPTIVEIS E AINDA NÃO SÃO 4 AMOS E DEPOIS MAIS 4 NÂO COMO ELE AQUI GOSTA LÀ È POR TEMPO INFINITO È A PRISÃO PÉRPETUA PARA SUAS POBRES ALMAS.ELE MERECE.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.