Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 24 de março de 2013

O BURACO do LULA está MAIS PARA BAIXO!


De acordo com documentos oficiais obtidos pela reportagem, as viagens de Lula foram feitas para países na África e na América Latina, nos quais as empreiteiras tinham interesses. As duas regiões foram prioridades da política externa do petista em seus dois mandatos. Fonte: Folha.

Desde 2011, Lula visitou 30 países, dos quais 20 ficam na África e América Latina. As empreiteiras pagaram 13 dessas viagens. Na última terça-feira, Lula iniciou novo giro africano, começando pela Nigéria, e patrocinado por Odebrecht, OAS e Camargo Corrêa. Fonte: Folha.

Dilma afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não é possível deduzir que Lula teria atuado a favor das empreiteiras. Ela destacou que o ex-presidente tem prestígio internacional. Fonte: Folha.

Comentário.

A grande mídia levanta o problema de o Tesouro ter pago viagens internacionais do presidente Lula, para tratar de interesse das grandes empreiteiras, maiores doadores oficiais da campanhas presidenciais. São as mesmas empreiteiras que fizeram doações expressivas nos últimos governos, incluídos Sarney, Collor, FHC e Lula. Mas as doações oficiais são para esconder o "mal maior".  

Presidente Dilma, também, foca o problema sobre o mesmo tema, para desviar atenção da imprensa e dos desavisados, para o mal menor, em termos de perdas financeiras.  O objetivo de ambos e das próprias empreiteiras é deixar passar ao largo, o foco principal que é a roubalheira explícita do dinheiro público, sob forma escamoteada.

A imprensa levantou as contribuições oficiais nas campanhas presidenciais do presidente Lula e do presidente Dilma, mas também, não é este o foco principal da ilicitude.  Aliás, as doações oficiais são previstas na legislação brasileira, portanto isto não é problema.  Não é por aí.  O buraco está mais para baixo.

A justificativa do presidente Lula e das empreiteiras é de que o presidente Lula, pelo amplo conhecimento e larga experiência na área internacional, tem feito palestras nos países da América Latina e África.  Diz a assessoria do Lula que ele obra R$ 200 mil por palestras, cujas notas fiscais são emitidas pela empresa de propriedade privada do Lula, a LILS.  Também, não é por aí.  O buraco é um pouco mais para baixo.

Os países africanos, tanto quanto latino americanos, são carentes de recursos para tocar obras de infraestrutura.  Aqueles países entregam as obras para as empreiteiras brasileiras, não pela larga experiência, porque se este é o motivo, tem muitas empresas mais eficientes que as brasileiras no exterior.  Podemos destacar entre as grandes empreiteiras as sediadas nos EEUU, Alemanha, Portugal e China.  

O que interessa aos países latino americanos e africanos, são os financiamentos vinculados às obras.  Os EEUU, Alemanha, Portugal e China oferecem também, financiamentos de longo prazo a juros subsidiados, iguais ou até em melhores condições do nosso BNDES.  Então, porque os países citados, preferem fechar contrato de obras e financiamento com o Lula?  A lógica é o seguinte.  Os países latino americanos e africanos sabem, e com certeza garantido pelo presidente Lula de que aqueles financiamentos do BNDES é para serem "perdoados" no futuro, como já foram feitos para situações semelhantes, pelo governo brasileiro.  Resumindo, obras de infraestrutura a custo "zero".  O buraco está aqui !

Para conseguir, as obras com financiamento do BNDES, tem que ter aprovação informal da presidente Dilma, devido a montante que somam US$ bilhões.  Pelo serviço prestado em conseguir angariar obras com o financiamento do BNDES, presidente Lula deve cobrar, pela tabela, aceitas no mercado, entre 3% a 5% do valor da obra/ financiamento.  Isto significa que para cada US$ bilhão de obra/ financiamento conseguido, Lula fatura, depositados em contas secretas no paraíso fiscal, entre US$ 30 milhões e US$ 50 milhões.

Isto é como matemática: 2 + 2 = 4.  Qualificação de beato, nenhum deles tem, tanto as empreiteiras como presidente Lula e presidente Dilma.  Portanto, o Lula é bandido que rouba US$ milhões do dinheiro público (BNDES), descaradamente, com maior cara de pau, com o apoio da presidente, com certeza.  Só falta os presidentes dizerem que "não sabiam" o que estava acontecendo no BNDES.  

Ministro Joaquim Barbosa, a "lavagem do dinheiro" que provêm das maracutaias com recursos públicos, é feito à luz do dia.  E não são os bagrinhos que desviam R$ bilhões do dinheiro do contribuinte, mas sim, os poderosos da República.  Sem desmerecer, as roubalheiras dos bagrinhos, seria interessante debruçar sobre o tema que venho denunciando, continuamente, nas minhas matérias.

Tenho recebido recados maliciosos, de que os militantes usam armas não convencionais, para eliminar os seus desafetos, mas isto não me intimida.  Já estou com 68 anos e tenho pouco a perder.  

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  @sakamori12

Um comentário:

  1. Prezado Sakamori suas colocações são sérias e muito esclarecedoras. estou tomando a liberdade de compartilha-las no Facebook. Bom dia.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.