Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 13 de março de 2013

EIKE BATISTA pratica ESTELIONATO com CONIVÊNCIA do LULA E DILMA


O menino Eike Batista deu passo maior que a perna, resumindo.  A sua empresa OGX do setor de petróleo, apesar de nunca ter atuado no ramo de petróleo, ousou em arrematar a exploração de diversos lotes nos leilões promovidos pela ANP.  O mesmo menino, foi impedido pelo FHC de entrar em leilões pela falta de capacitação técnica.  Só viabilizou a aventura com a ajuda e conivência do presidente Lula.  Está dando pano para manga, agora, no governo Dilma.  Seguem os principais trechos da notícia do Estadão e na sequência o meu comentário.

Relatórios de bancos pessimistas sobre a OGX divulgados nesta terça-feira, 12, revelaram a percepção do mercado de que a petroleira do empresário Eike Batista está no pior momento de sua história. O documento mais contundente foi o do Bank of America Merrill Lynch, que rebaixou de R$ 5 para R$ 1 o preço-alvo das ações. Fonte: Estadão.

Para o BofA Merril Lynch, os riscos de financiamento da OGX permanecem altos, principalmente, diante do fluxo de caixa mais baixo da empresa. "Qualquer farm-out (venda de porcentual de um campo ou bloco) ou venda de ativo, provavelmente, será feito sob termos menos favoráveis". fonte: Estadão.

O Credit Suisse também rebaixou a recomendação da OGX e ressaltou as estimativas mais conservadoras para a produção de três poços. O Citi Research apostou em "uma grande queda na taxa de produtividade do terceiro poço". O UBS argumentou que os riscos geológicos parecem maiores do que a companhia e o próprio banco previram. Fonte: Estadão.

A OGX detém concessão de exploração de 28 blocos no Brasil e 5 na Colômbia. A maioria das áreas brasileiras foi adquirida na única participação de Eike Batista nos leilões da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Em 2007, ele foi a estrela da 9.ª rodada ao arrematar, por R$ 1,4 bilhão, 21 blocos nas bacias de Santos, Campos, Pará-Maranhão e Espírito Santo. Fonte: Estadão.

Comentário.

Como disse o Adriano Pires do CBIEE: "O problema é que o Eike prometeu muito ao mercado e agora está sendo cobrado".  Opinião acompanhado pelo Edmar Almeida da UFRG: "A empresa não é de papel, como chegou a ser dito. Mas, se tivesse tido outra estratégia de comunicação, o cenário hoje seria outro."  

E digo eu, o menino Eike Batista, estimulado pelo presidente Lula, montou empresa de exploração de petróleo, sem nunca ter sujado a mão com petróleo antes, inflou o número e levantou o capital no mercado especulativo e nos bancos oficiais.  As ações da OGX tiveram cotações batendo R$ 16 por ação, à época, segundo analistas.  Hoje está recomendado pelo mesmo banco que recomendara antes, o preço alvo de R$ 1.

Eike Batista, ainda estimulado pelo presidente Lula e pela presidente Dilma, tomou do BNDES, em forma de empréstimos subsidiado que eu denomino de Bolsa Empresário, valor histórico de R$ 10 bilhões. Considerando diversas fontes, além do empréstimo Bolsa Empresário, o montante de comprometimento com o governo federal de todo o grupo do menino prodígio, deve estar próximo de R$ 20 bilhões.  O valor não corresponde apenas ao passivo da OGX, mas também de outras empresas com sufixo "X".  

Agora, os acionistas minoritários, BNDES e fundos vinculados ao governo federal, estão com "mico" na mão.  À essa altura, o patrimônio liquido do menino Eike Batista, se fizer hoje, a reavaliação do ativo, não deve cobrir os empréstimos concedidos pelo governo federal, direta ou indiretamente. É lógico que o menino Eike, não vai fazer a "reavaliação do ativo", tão cedo, para continuar "camuflagem" do prejuízo no balanço.  Artifício contábil, permitido pela lei.  

O menino Eike Batista, vai levando os acionistas minoritários e o governo da Dilma, "na conversa", até que um dia,  quem sabe, não descarto a hipótese, de algum desses poços remanescentes prosperarem com produções inesperadas de petróleo.  Até que as empresas do menino Eike Batista faça a "reavaliação do ativo", salva-se a pele do Lula e da Dilma.  É tudo que Dilma e Lula esperam do Eike, para continuar mentindo para o contribuinte.  

Foi até oportuno ter escrito matéria ontem, chamando atenção do ministro Joaquim Barbosa do STF, sobre a "lavagem do dinheiro".  Isto que acabei de relatar, não é lavagem de dinheiro, mas se chama "golpe", "estelionato" ou "171".  É um "estelionato" praticado, dentro da legislação, com "conivência" dos poderosos da República.  E adianta denunciar, ministro Joaquim Barbosa? À essa altura, quem corre o risco de ir para a cadeia, sou eu, o denunciante!  

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

5 comentários:

  1. Meu Caro Sakamori este é mais um episódio do Brasil do PT! Vivemos hoje uma ditadura velada" onde a massa é dominada pelo populismo! Setores dominados pelo Poder econômico a classe politica pela manutenção de poder e seus foros privilegiados! Imprensa de grande penetração editada pelas gordas contas do governo! A Justiça dominada pelas brechas que favorece a impunidade!Em um Pais onde vemos politico julgado e condenados pelo STF integrando comissão de Justiça com o aval dos partidos fazer o que esperar o que de quem?? É possível sim nós minoria fora das classes privilégiadas pagar na justiça o ônus da indignação!

    ResponderExcluir
  2. Saka,...

    Quem me acompanha, sabe que há muito(mas muito mesmo! Desde o lançamento de suas ações na bolsa), venho denunciando aquilo que considero o maior estelionato institucional privado do Brasil. Eike"Picaretão"Batista, nada mais é do que um espertalhão que amparado na lei e nos seus conhecimentos políticos, montou uma tremenda arapuca, jogando com ações. Ou seja, trocando em miúdos, grotescamente falando, são papeis de empresas de papel. Tudo funciona na base do "GOGÓ". Não existe um só projeto deste "bilionário de araque" que tenha vingado, de petróleo a hoteis, passando por portos e marinas, tudo de forma espetacularizada e midiática. Uma perfeita armadilha para tolos e incautos, que acreditam em fadas, duendes e agora para épocas mais cercanas, em coelhinhos da páscoa,...Aliás, pensando bem, essa deveria ser a especialidade do Eike,...mágicas: Além de sempre tirar coelhos das cartolas, consegue transformar dinheiros alheios e governamentais em merda,....
    Vaticino ainda, que mesmo com os reais apoios da dupla dinâmica. Dilma/Lulla, não tem no mundo quem segure a maior "divindade" já concebida: Sua Santidade o Sacro Mercado! Esse será seu calcanhar de aquiles, que fará seu castelo ruir, posto que como sabemos, é feito de cartas,...

    ResponderExcluir
  3. Saka, só para complementar meu comentário corroborando-o e suas assertivas: Além dos bancos que começam a mostrar a seus clientes a triste realidade do prejuízo, todos sócios internacionais do "Menino pseudo prodígio" estão pulando fora do seu barco furado.
    Por aqui, salve-se quem puder,...

    ResponderExcluir
  4. Sakamori amigo: Não entendo do assunto, só posso adiantar-lhe que o MPF, o TCU já estão alguns passos adiantados nesse episódio do EIKE ! HA algum tempo atraz, postei que estava acontecendo coisas que dariam muito problemas no páis! Estão trabalhando, e, breve, deverá estourar ! Por isso, quererem caçar a capacidade de investigação do MINISTÉRIO PÚBLICO ! Ele não se curva a pressões e a interesses ! Abraços, e abraçe o DANIEL que sempre valoriza questionamentos desse blog! SEu amigo Markito de Souza

    ResponderExcluir
  5. Acredito Mestre Sakamori que o Brasil se continuar com a mentalidade de "ajudar os cumpanheiros", deverá entrar rapidamente em rota de colisão com o mercado. O dinheiro acaba seja qual for o montante!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.