Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

MERCADANTE DÁ BOLSA COTISTA DE R$ 400,00


Estudantes de baixa renda que ingressarem em universidades federais por meio do sistema de cotas terão direito a uma bolsa mensal de R$ 400, informou nesta terça-feira, 8, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. A Lei de Cotas determina que as instituições federais reservem no mínimo 12,5% de suas vagas do próximo vestibular para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas. A proporção deverá chegar a 50% das vagas para esses estudantes dentro de quatro anos. Fonte: Estadão.

A Lei das Cotas estabelece que 50% das vagas reservadas para alunos de escolas públicas serão dadas a estudantes de famílias com renda per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo. As vagas dos cotistas serão preenchidas por autodeclarados pretos, pardos e indígenas, em proporção no mínimo igual à verificada no Estado da instituição, segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Fonte: Estadão.

A começar, sou contra cotas raciais e sociais implantadas em escolas públicas.  O objetivo, ao longo prazo, vai criar duas classes sociais no País, exatamente ao contrário do objetivo que se pretende alcançarO Brasil estava sendo exemplo para o mundo, com a convivência social pacífica entre várias etnias e classes sociais.  Isto está prestes a acabar.   A ascenção social no Brasil, acontecia pela meritocracia.  Agora, a ascenção social se dá pela côr da pele e das condições econômicas.  Isto sim, é discriminação de classes sociais.

Vejo vários exemplos de ascenção social, antes das cotas.  Eu próprio sou exemplo disto.  A maioria dos que concluiram o curso de engenharia comigo fazia parte da classe social, hoje, denominado de econômicamente excluída.  O curso de engenharia é pesado, no entanto, nunca a origem racial ou econômica foi barreira para meus colegas de engenharia.  Lembro-me de um colega negro, completamente negro e pobre que conseguiu se formar com galhardia. Antes da implantação das cotas, nem prestava atenção sobre a côr da pele e muito menos da condição social da família dos meus colegas.  Os indivíduos conquistavam postos de trabalho pela meritocracia.  

Estava muito bom até agora.   Hoje estamos criando duas classes de indivíduos, os cotistas e não cotistas.  Certamente os Recursos Humanos das empresas vão levar em conta, já que existe duas classes de indivíduos, a formação profissional, se foi cotista ou não cotista.  Acabou a meritocracia!  Vamos ter que reservar vagas, 50% para cotistas e 50% para não cotistas.

Agora, vem o ministro da Educação, Aloisio Mercadante, anunciar a bolsa para estudantes de baixa renda.  Uai, na minha turma de engenharia, 90% dos colegas tinham origem nas famílias de baixa renda e conseguimos nos formar.  A maioria fazia bicos para o seu próprio sustento ou vivia com a pequena mesada mandada pelas famílias, que se sacrificavam  para dar estudos para os filhos.  E todos vencemos, sendo brancos, negros, amarelos, pobres ou ricos.  E nos orgulhávamos do País que nos deu chance da ascenção social, pela meritocracia. 

O que mudou neste País?  Estamos nivelando a formação profissional por baixo.  O objetivo é um só.  O governo, no poder, quer mesmo é criar o seu próprio "curral eleitoral" com o objetivo de permanecer no poder, como fazem os regimes ditatoriais ou imperiais.  Se quisessem mesmo resolver problema de educação no País, investiria pesadamente, para proporcionar à população ensino fundamental, público e de qualidade.  É assim que fizeram os países desenvolvidos.  Como o Estado brasileiro não consegue cumprir nem mesmo o ensino fundamental, quer aparecer bem na fotografia com mais esta bolsa esmola.

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

3 comentários:

  1. Triste a nação que opta por esmolarizar de forma vertical seu povo. Estamos produzindo cada vez mais, seres que pensam, ser o universo, um eterno provedor.

    ResponderExcluir
  2. Essa ideologia dominante é uma peneira, onde os furos se sobrepõem... Tá virado num saco sem fundo. Vai afundar essa naba !

    ResponderExcluir
  3. OFICIALIZARAM O ASSISTENCIALISMO E ESTÃO DANDO BOLSA ELEITOR DE TUDO QUANTO É JEITO E QUALIDADE NESSE PAÍS, GARANTINDO ASSIM MAIS E MAIS VOTOS NAS ELEIÇÕES FUTURAS. REFORMAS TRIBUTÁRIA E FISCAL E DESONERAÇÃO DOS CUSTOS DAS EMPRESAS PRIVADAS QUE PRODUZEM E GERAM EMPREGOS NESSE PAÍS DE POLITICOS VAGABUNDOS E PARASITAS, QUE É BOM NÃO DÃO; MUITO PELO CONTRÁRIO: SUSTENTAM MALANDROS E ACABARAM DE OFICIALIZAR O RACISMO E DIVISÃO DE CLASSES SOCIAIS COM A FAMIGERADA COTA NAS UNIVERSIDADES. O PT TA DESGRAÇANDO O BRASIL.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.