Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

AS ELÉTRICAS VALEM R$ 37 BI A MENOS COM REDUÇÃO TARIFÁRIA



Segundo a Economatica, a empresa com a maior queda nominal de valor de mercado é a Cemig. Em 6 de setembro, a empresa valia R$ 28,42 bilhões, já no dia 10 de janeiro passou para R$ 18,56 bilhões, queda de R$ 9,85 bilhões ou 34,67%. Fonte: Folha.

Já a empresa com a maior queda percentual é a Eletrobras, com queda de 48,46%. O valor de mercado da empresa foi de R$ 19,22 bilhões, em setembro, para R$ 9,9 bilhões no dia 10 de janeiro. Fonte: Folha.

As empresas de capital aberto do setor de energia perderam       R$ 37,23 bilhões em valor de mercado desde 6 de setembro, quando o governo anunciou que iria reduzir as tarifas de luz neste ano, segundo a consultoria Economatica. Fonte: Folha.

Já falei tanto sobre o tema, as próprias notícias dão a noção do que está ocorrendo com as concessionárias do setor elétrico.  O consumidor não vai sentir os efeitos de sucateamento das mesmas, até a reeleição da Dilma em 2014.  As consequências serão sentidas ao longo dos anos, como o Brasil já experimentou nos períodos de concessão para Light e Força e Luz.  Dilma, quebrou a espinha dorsal das empresas privadas que é ter margem de lucro.  As concessionárias só vão fazer novos investimentos, no próximo período de concessão, de 30 anos, se houver rentabilidade.  Como não vai haver os novos investimentos em função da imposição tarifária da Dilma, os serviços prestados aos consumidores vão deteriorar a cada ano que passa.  É um raciocínio cartesiano, como 2 + 2 = 4.

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

Um comentário:

  1. Na verdade esta é a famosa postura populista, de tristes exemplos por toda America latina. Vide as estatizadas empresas na Venezuela, Argentina ou na triste Bolívia cocalera. Petrobrás hoje é a empresa mais estatizada do Brasil. Danem-se os acionistas, que no ano passado, perderam quase 40 Bilhões de valor. Isso mais as perdas das elétricas, e lá se vão 80 Bilhões para o ralo. Poderíamos fazer mais uma serie de cansativas somas a esse número e assim será, até o dia que o povo, passar a usar a mais eficaz arma que possui: A indignação! e usa-la na forma de voto! Até lá, temo até pelo plano real, a duras penas conquistado. Essa gente nefasta, não respeita nada que não seu asqueroso e falido, projeto de poder.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.