Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

CARLINHOS CACHOEIRA TEM DILMA E LULA NA MÃO


Após oficializarem a união em Goiânia, no fim do ano passado, o empresário Carlos Cachoeira e a mulher, Andressa Mendonça, viajaram para a península de Maraú, no sul da Bahia, onde passam a lua de mel. Os dois estão hospedados em um resort que oferece uma estrutura especial para recém casados, com bangalôs à beira-mar, isolados entre coqueirais. Com diárias que chegam a R$ 3.000, o resort tem uma pista de pouso particular, uma piscina de 800 m², e dispõe de lanchas para passeios para ilhas da região, além de barcos para pesca esportiva. Fonte: Folha.

De bandido a protegido do governo Dilma.  Foi o presidente Lula que mandou instalar a CPMI do Cachoeira, com o objetivo de atazanar a vida do seu desafeto político, o governador do PSDB, Marconi Perillo.  Quando a PF começou revelar o conteúdo das escutas e gravações dele, Carlos Ramos, vulgo Cachoeira, com o maior empreiteiro do governo Dilma e Lula, a Construtora Delta, a coisa desandou.  Dilma deu ordem para parar as investigações. O motivo da repentina parada é que os dados do sigilo bancário, constatou os depósitos em contas fantasmas num montante estrondoso de R$ 450 milhões.  Tanto Dilma como Lula sabem que o aprofundamento das investigações, fatalmente, chegariam às portas do Palácio do Planalto.  Acabou terminando no que terminou, nem o Carlinhos Cachoeira, o investigado, nem o suposto corruptor dos agentes públicos, Fernando Cavendish, foram indiciados pela CPMI. O relatório, terminou num lacônico 2 laudas, sem indiciar ninguém.  

Carlinhos Cachoeira, numa dessas idas e vindas ao presídio de Papuda, ameaçou o PT de que ele seria a "garganta profunda" do partido.  De lá para cá, a vida do Cachoeira, está à mil maravilha! Já casou com a "musa" da CPMI, Andressa Mendonça.  Está, neste momento, curtindo a lua de mel, com a musa, numa pousada na Península do Marau (BA), numa "nice".

Viro mico se a presidente Dilma determinar a abertura do inquérito policial para explicar o destino dos R$ 450 milhões, desviados das obras públicas federais.  Os principais envolvidos seriam, mais do que natural, o Carlinhos Cachoeira e Fernando Cavendish.  O País espera a atitude da presidente Dilma, já que a CPMI foi enterrado, após 8 meses de enrolação.  O sepultamento da CPMI não encerra a obrigação da presidente Dilma, como autoridade máxima da República, mandar apurar onde foi parar os R$ 450 milhões, dinheiro Caixa 2, do esquema Construtora Delta.  Não adianta a Dilma querer se esquivar desta obrigação.  Não adianta Dilma dizer que a CPMI não revelou nada.  O povo, pelos menos os 22%, exige que as investigações prossigam.  

A desenvoltura que o Carlinhos Cachoeira se expõe aos noticiários, dos usufrutos de dinheiro sujo, vem a confirmar que o Carlinhos Cachoeira é o "garganta profunda" do PT, como ele afirmara à imprensa.  Para quem não se lembra, o garganta profunda foi personagem fonte dos jornalistas que desvendaram o episódio Watergate, motivo pelo qual o Richard Nixon da presidência dos EEUU teve que renunciar.  Será que a Dilma e Lula tem rabo preso com o contraventor Carlinhos Cachoeira?  Muitas coisas, ainda, virão à tona.  Muita gente sabe do esquema.  Algum destes, um dia, vai abrir a boca, mesmo que o Cachoeira se silencie.  Em qualquer uma das hipóteses, isto vai terminar num processo de impeachment da presidente Dilma.

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

2 comentários:

  1. Não só tem o PT como tambem tem o PSDB na mão, aqui em SP a nova marginal q foi feita as vesperas das eleições presidenciais, pelo Serra, era p custar 800mi saiu por quase 1,9bi obra "feita" na verdade nem terminou, pela contrutora DELTA, pergunto pq fizeram uma obra q todos sabiam q nao iria servir p nada, o transito aqui em SP ate´piorou, as vesperas de eleições e q cutou mais q o dobro? O senhor como professor deve saber disto, espero, ou então é só mais um alienado das mídias opositoras. É triste ver q todos os partidos tem rabo preso com um mafioso

    ResponderExcluir
  2. O lance da Delta, foi sem duvida uma das maiores asneiras do Lulla. Um pouco mais fundo e teríamos a investigação na sala da Dilma, madrasta má do PAC, de tristes resultados. O amigo Will_SP, como todo esquerdistóide fanatizado, não explica nada, só aponta o dedo para os malfeitos dos outros, de firma a eternizar o moto contínuo do roubo. Saiba que todos desvia devem ser investigados e com veemência condenados. As maracutaias tem que ter fim! Simples assim!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.