Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 2 de setembro de 2014

SOS OBESOS! Eu não tenho uma vida!

“Eu não tenho uma vida. Eu apenas existo. Eu só queria uma cirurgia para perder peso...”.


 A frase acima não é de nenhum membro dos grupos de luta pela liberação dos inibidores de apetite. É do seriado Quilos Mortais, do canal Discovery. Qualquer semelhança não é simplesmente uma coincidência, mas uma total IMPLICÂNCIA da medida radical da ANVISA, editada desde 2011 pela RDC 52.

Como nesse episódio, os milhares de obesos que ficaram sem tratamento médico sofrem bullying preconceitos de toda sorte (ou azar?), discriminação em concursos, entrevistas de emprego e em meios de transporte, doenças psicossomáticas e decorrentes do aumento de peso, como o diabetes, hipertensão, artroses e os riscos de câncer, além do assédio insano, egoísta e ilegal de agentes do mercado negro, sempre dispostos a se aproveitar da situação para empurrar substâncias sem procedência e a preços absurdamente altos!

Será esse o real objetivo da ANVISA com a proibição?

A alegação de que “não há estudos científicos que comprovem a eficácia desses remédios” vem de onde? Em 50 anos de prescrições dos inibidores de apetite no Brasil, não se tem conhecimento de registro de morte ou de efeitos colaterais de risco. Em contrapartida, nunca houve tanto aumento dos índices de obesidade na população brasileira como agora, entre 2011 e 2014, exatamente no período em que vigora essa proibição absurda! Junto com a obesidade, os aumentos alarmantes das patologias decorrentes desse mal, como descrito acima. Que estudos mais essa agência necessita?

Aliás, as entidades representativas dos profissionais de saúde, como CFM (Conselho Federal de Medicina), CFF (Conselho Federal de Farmácia), CRF (Conselho REgional de Farmácia do Estado de São Paulo), ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia) e Abeso (Associação Brasileira para Estudos da Obesidade e da Síndrome Metabólica) enviaram estudos, pareceres técnicos e documentos de esclarecimento e não serviram? Médicos e farmacêuticos especializados no assunto estão todos errados?

No episódio do canal Discovery, a personagem luta por uma oportunidade de cirurgia bariátrica. No caso dos obesos brasileiros, essa alternativa não é acessível a todos e, em muitas situações, é absolutamente dispensável se tão somente os fármacos de inibição de apetite pudessem ser utilizados, dado o alto grau de efeitos colaterais e até de mortes provocados por esse tipo de procedimento.

Diante dessa realidade, por que os senadores do PT insistem tanto em atrofiar a votação do PDS 52/14, de autoria do então deputado Beto Albuquerque? Que explicações os senadores do PT apresentam para insistir tanto em barrar a votação desse projeto, enquanto que a maioria dos senadores, de outros partidos, nos apóia e se solidariza conosco? 

Aproveito para agradecer o empenho e a dedicação do presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Vital do Rêgo, e da relatora do parecer do PDS 52/14 na referida comissão, senadora Lúcia Vânia, que nos representaram e nos defenderam com propriedade, deixando clara a necessidade, competência e autonomia que a classe médica tem de medicar e acompanhar seus pacientes conforme as necessidades de cada um. 

Esses mesmos senadores têm batido ponto junto à Mesa Diretora do Plenário do Senado, aflitos e sensibilizados com os milhares de apelos de obesos pelas mídias sociais, pela votação do PDS 52/14. Qual é a do PT? E reproduzo a pergunta do Twitter: Por que tanto ódio dos obesos?

Que prazer será que têm esses políticos, que foram eleitos pelo povo, em manter a agonia de tantas pessoas, em nome de um princípio? De uma birra? De mera prepotência? Em nome do que, será?

Sem esquecer o PL 2431/11, do deputado federal Felipe Bornier, que covardemente foi emperrado pelo recurso do senhor Rosinha, desde o final do ano passado, e de lá não saiu até hoje!

Teriam esses políticos e diretores de agências coragem de proibir tratamento para outras doenças que requerem medicamento de uso contínuo, como refluxo esofágico, diabetes, hipertensão, tumores malignos, depressão, síndromes psicóticas? Nunca se sabe.

Abaixo, alguns depoimentos de pessoas cujas vidas os senadores e deputados petistas arrasam a cada dia. Será que a consciências desses políticos será tocada?

“Fiz uso desses medicamentos por quase 20 anos, e sempre tive saúde e muita disposição. Em um ano de proibição, ganhei quase 30 kilos e um pré-infarto(...) Faço dieta, e malho 5 dias na semana. Continuo ganhando peso e ficando cada vez mais doente. Agora tenho ruptura de menisco que impede minhas caminhadas e corridas matinais. Qual o malefício dos inibidores? Quero minha saúde de volta!” A.S.

“Sou medica endocrinologista e meus pacientes ficaram sem tratamento. Alguns pioraram muito seus índices de glicose e colesterol. Além disto, são medicações que estavam no mercado há cerca de 70 anos!!!! NAO TEM O MENOR SENTIDO RETIRÁ-LOS DO MERCADO!!!” M.D.

“Sou de uma família de obesos. Sempre procurei controlar meu peso com dieta e exercícios. Quando não foi mais possível, em 1989 meu endocrinologista prescreveu femproporex para auxiliar nesta luta. Durante décadas, com esta medicação, consegui manter o equilíbrio necessário para me manter saudável e feliz. A medicação prescrita só me trouxe benefícios. Após a proibição meu mundo desabou. 

Ha três anos estou com índice glicêmico elevado e desajustes metabólicos que eram muito bem controlados pela medicação. Foi uma atitude covarde e desumana a retirada do mercado sem substituição por outro eficaz. Exercícios e dieta faço desde que nasci. 

Meu endocrinologista vem tentando me dar esperanças com remédios para ansiedade, para diabéticos, para déficit de atenção, para tabagismo e nada tem correspondido como os proibidos. Desde então engordei 30 quilos, até agora. Só quero ter o direito de continuar me tratando e de ter uma saúde melhor.” C.C.

“Fiz uso da medicação e fiquei muito bem física e espiritualmente, emagreci fiquei com minha auto estima elevada e hoje? Estou 25 quilos acima do peso, depressiva sem vontade de nada, pensei até em morrer como forma de protesto para esses que não pensaram em nós!!! (...) por que essa maldade em não nos deixar continuar nosso tratamento, que seja de uso continuo, os remédios para diabetes e pressão alta também não é de uso continuo???

Por serem doenças crônicas??? Então a obesidade também é uma doença, por favor pesem nisso!!! E nos ajudem a ter nossa saúde e auto-estima de volta.” R.M. 

“...eu perdi uma pessoa da minha família há poucos dias pq estava muito obesa e parou de tomar os inibidores. Eu estou com obesidade mórbida, com sérios riscos. Meu medico me disse que estou uma bomba-relógio. Estou com muito medo. Tenho filhos pra criar.” C.C.
  
Se eu for ali na esquina agora, eu consigo comprar crack, cocaína, maconha e até mesmo drogas injetáveis, sem nenhum tipo de burocracia. Não precisa de ir no médico, conseguir receita e nem preciso de muito dinheiro... sei lá! Mas pelas reportagens que já vi, com 5 reais compro crack! E não estou vendo nenhuma votação, ou qualquer tipo de sessão ou empenho para que esse tipo de mercadoria seja retirado do alcance de seus usuários. E essas mercadorias verdadeiramente matam. Não fazem bem algum a quem as usa. No entanto, estão nos privando de um medicamento, vou repetir... MEDICAMENTO! Sou uma cidadã de bem... trabalho... cumpro com minhas obrigações e nunca roubei ninguém! Enquanto isso, Renan Calheiros decide meu futuro! Lastimável!” -  I.T.

jornalista

Assino em baixo.

Saka Sakamori


30 comentários:

  1. Nos estamos vivendo um pesadelo desde que a ANVISA proibiu estes medicamentos. Cada um a sua maneira tem procurado meios de poder melhorar a saúde. Mas a realidade é que não existe nada que substitua estes remédios, pois eram baratos e seguros, sempre tomei com acompanhamento médico, O governo toma uma atitude medieval e arbitrária sem se importar os resultados, os resultados estão aí milhares de pessoas sofrendo das mais diversas doenças em consequência da falta absoluta de medicação. Fazer esses remédios voltarem a legalidade é o mínimo de responsabilidade que esperamos dos nossos governantes.
    Marcela Jânua S. Schimidt; Campinas - SP.

    ResponderExcluir
  2. Hoje começa um "esforço concentrado" no Senado Federal, para votação de assuntos pendentes, alguns com quase 10 anos de espera!! E o nosso PDS 52/14, será lembrado? Darão ouvidos à voz de milhares de apelos de sofredores, que vivem um estado de letargia, devido os efeitos da obesidade? Que nos ouçam e respeitem os políticos sérios que nos apoiam!!

    ResponderExcluir
  3. Tbém tenho uma filha de 7 anos p criar e com a obesidade e todas as doenças q ela me trouxe desde q foi nos tirado arbitrariamente os medicamentos, não sei até qdo vou conseguir! Foi me tirado o direito a saúde, e ninguém faz nada a respeito! Tomei medicamentos c acompanhamento médico p mais de 15 anos e nunca tive problemas, agora eu não vivo mais, eu vegeto......quero minha saúde de volta, quero ser respeitada como cidadã ! Simone Claudino - Piracicaba-SP

    ResponderExcluir
  4. só quem esta passando uma situação critica como a nossa sabe que os medicamentos são nossa ajuda pois nada adianta fazer dieta academia caminhadas para muitos isto não resolve nada só engordamos a cada dia não é preguiça pois tentamos de tudo e nem estetica é nossa saúde que esta em risco os médicos não receiteriam se não fossem eficases

    ResponderExcluir
  5. Texto esclarecedor que ao mesmo tempo retrata as dificuldade que o povo brasileiro passa em sua vida.Lamentavel ver que nossos políticos legítimos representantes do povo possam ser tao relapsos ao sofrimento de seus semelhantes.Bem faz os OBESOS LUTAM PELO QUE E JUSTO E POR SEUS DIREITOS que lhe garantem a Constituinte muito embora não cumprida. Parabéns !!! Ass. Helena Tais

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Estamos a cada dia mais doentes,depressivos o que afeta tb nossas familias,trabalhos...precisamos com urgencia de socorro...que nossos politicos possam hj,no Senado, escutar milhares de vozes que necessitam da chance de voltar a viver de forma saudave.....que voltem com urgencia os inibidores de apetite

    ResponderExcluir
  8. Também sou vítima da ANVISA.
    Tenho problemas hormonais desde a minha gravidez...
    Porque tanto descaso com as milhares de pessoas que precisam deste medicamento? Qual é o problema que não votam para a volta da comercialização dos nossos medicamentos? Praticamente em todos os países do mundo eles são permitidos, porque no Brasil é diferente?
    Sou uma mãe de família, trabalhadora e amo tudo isso, no entanto, não gosto de me olhar no espelho, pois a imagem que lá reflete não me faz feliz. Tenho uma filha linda, mas tenho vergonha de tirar fotos e olha que adoro fotografar. Meu esposo é lindo e morro de vergonha de sair na rua com ele, pois não quero que vejam a pessoa que me tornei por fora. Eh um crime o que estão fazendo conosco!
    Sempre fui bem magrinha e agora, sinto muitas dores e tenho vergonha de mim mesma.
    Até duas ou 3 semanas atrás eu faia academia e lutava muay thai, mas tive que parar, pois meu joelho não esta aguentando.. Tenho uma alimentação balanceada e não sou de atacar a geladeira. Meu problema são os hormonios que não me deixam emagrecer e por isso, minha médica já me disse que o ideal para mim seria um destes medicamentos, mas eu não posso fazer uso, pois eles nos foram tirados arbitrariamente.
    Minha mãe já sofreu 2 infartos e tenho uma família toda de diabeticos, avós, pais, tios e tias, vou ter que esperar para ver o futuro que me espera?
    E afinal de contas de que nos serve a Constituição se não podemos escolher como nos tratar, nem ao menos podemos nos tratar?
    Pedimos que votem a favor da liberação!!! Somos milhares de pessoas, cada um com sua história e problema.
    Estão esperando que vamos para as ruas nos manifestar? Ou estão esperando que resolvamos não votar, já que eles não votam também? Só estamos pedindo que eles votem pela volta dos inibidores!
    Eles pedem que nós votemos neles para eles continuarem fazendo esta palhaçada conosco!
    Obrigada pela atenção ao nosso caso Sakamori.
    E muito, mas muito obrigada por tudo Toninha!

    ResponderExcluir
  9. Obesidade é doença. Ninguém é obeso, gordo ou esta acima do peso porque gosta. Uma pessoa obesa não é menos importante do que uma pessoa magra. Os obesos são cidadãos e merecem respeito. O direito ao tratamento digno com resultados positivos simplesmente foi negado à todos. A atitude arbitrária e inconsequente tomada pela Anvisa só trouxe problemas maiores aos obesos. Sem acesso a medicação passaram a buscar tratamentos com remédios alternativos e perigosos. É inaceitável essa situação. Grande parte da população brasileira está obesa. Muitas pessoas sofrendo as consequencias dessa proibição arbitrária da Anvisa. Que democracia é essa? A aprovação da PDS 52/2014 significa qualidade de vida para milhares de famílias. Os senadores precisam ter consciência da importância dessa votação. Atenciosamente, Ana Paula Ribeiro Martins - BH/MG

    ResponderExcluir
  10. A obesidade provoca o surgimento de vários problemas de saúde como diabetes, problemas cardíacos e hipertençao ,eu e milhoes de brasileiros estamos assim doentes ,fiz uso desses medicamentos com acompanhamento medico durante + de 15 anos ,eu tinha saude ,disposiçao ,hj sou doente deprimida ,espero que quem tem o poder de nos devolver o tratamento o faça pois falam tanto e prometem compromiço com a saúde estamos esperando que se cumpra essas promeças ...me chamo Rosana Hernandes e agradeço o espaço p/ relatar meu sofrimento !!! Obrigada

    ResponderExcluir
  11. Minha acabou juntamente com o medicamento,recuperei todo o peso que havia perdido e mais ainda!!Minha pressão agora é alta,corro risco de embolia e trombose,não consegui arrumar um emprego,fui vitíma de preconceito várias vezes,to cansada o governo esta me matando,não sei se vou esperar talvez eu mesma de um jeito de acabar com este tormento!! Pra que viver? Pra ser humilhada,ser tida como inválida? Prefiro mil vezes a morte!!

    ResponderExcluir
  12. Os obesos pedem socorro aos senadores neste momento. Obesidade é uma doença gravíssima. Os medicamentos são fundamentais para o tratamento ter resultados positivos. Ninguém é obeso porque que quer. É muita falta de respeito com os pacientes e também com os médicos especialistas que ficaram de mãos atadas nos consultórios. As pessoas tem o direito de consultar com os médicos e se indicado fazer uso do medicamento. É uma escolha de paciente e médico e não de políticos.

    ResponderExcluir
  13. Hoje é meu aniversário, 68 anos quero de presente os meus remédios de volta. Não consigo emagrecer, estou muito triste,saio para comprar roupas só tem P e M volto chorando com ódio desse políticos, que estão nem ai com os obesos....

    ResponderExcluir
  14. Quero meu direito de volta. Tenho direito de ir ao médico consultar e comprar o medicamento que preciso. Obesidade é doença precisa de tratamento. A medicação é uma peça fundamental para a perda de peso. Após a proibição da Anvisa em 2011 passei do sobre peso à obesidade grau II. São 30kg acima do peso ideal e várias complicações.

    ResponderExcluir
  15. Queremos o que e de direito do povo ... Liberdade ,direito do cidadão .

    ResponderExcluir
  16. Queremos o que é de direito... Porque a ANVISA faz isso????? Não dá para aceitar isso, vamos mostrar nas urnas nossa revolta...

    ResponderExcluir
  17. até 2011 eu era feliz , tinha auto estima , disposição pra tudo , até a maldita Anvisa chegar e acabar com minha vida , hj naõ tenho vontade de fazer nada , quase naõ saio de casa e engordo cada dia mais , só quero minha vida de volta.

    ResponderExcluir
  18. Ola sou a Regina Karan! Vim dar meu depoimento.
    Falo por mim, após minha gravidez que alias foi de risco( in vitro 3 fetos) engordei 45 kgs, e hj travo uma luta contra a balança totalmente desleal. Sou uma paciente que nao pode tomar a tal sibutramina que a ANVISA INSISTE EM DIZER QUE SUBSTITUI os antigos medicamentos. Assim como toda mulher fico sim as vezes deprimida pois roubaram meus direitos a tratamento sem nenhum tipo de coerência. Faço academia todas as manhas, procuro sim uma alimentação saudável, mas ate o momento de nada esta adiantando. Vou insistir na luta contra essa proibição arbitraria, incoerente e pelo que tudo indica proibição que so traz satisfação aos bolsos de nossos governantes, os quais se por ventura necessitarem desse nosso medicamento com toda certeza trazem de outros países que são comercializados de boa pois suas bagagens não são verificadas pela PF. Isso e o Brasil de um desgoverno geral onde os que pagam as contas( nos contribuintes que somos taxados todos os meses) sofrem todas mazelas por eles impostas.
    Acho uma injustiça imensa pois se existe racismo de cor, credo, etc nos OBESOS também estamos incluídos nesse rol pois somos taxados de preguiçosos,relaxados,sem força de vontade,comilao,elefante, etc etc.
    Cabe ressaltar que muitos dos quais fazem parte dos que chamam OBESIDADE UM HORROR ... UM DIA PODERA SIM TER UMA PARADA METABOLICA E VIR A PASSAR POR TUDO QUE ESTAMOS PASSANDO.
    Tiraram-nos nossos tratamentos sabemos quem o fez e quem esta apoiando para que isso continue, agora e uma questão de HONRRRA quem se sentir lesada assim como eu tem por obrigação dar o troco nas urnas.
    Convoco a todos que estão de acordo com o texto acima muito bem feito por minha amiga Toninha a declarar guerra contra esses maus políticos nessa nossa eleição.
    Por hora e so...aguardaremos o frigir dos ovos.

    ResponderExcluir
  19. "A Anvisa abusou do seu poder." Senador Roberto Requião na reunião da CCJ. Senadores, a saúde brasileira precisa da aprovação da #PDS52/14e o PL2431_11 , obesos precisam se tratar!

    ResponderExcluir
  20. Até quando teremos que nos HUMILHAR e IMPLORAR por um direito que nos foi tirado de forma CRUEL e COVARDE!!!

    ResponderExcluir
  21. Temos o direito de nos tratarmos novamente , estamos sofrendo muito sem nenhuma medicação eficaz , politicos estão nos prejudicando em vez de nos ajudar , precisamos urgente de tratamento . Lisandra klug

    ResponderExcluir
  22. Sempre tive ótima saúde com o tratamento dos anorexigenos . e hoje estou doente com 26 kg acima do peso , fiquei hipertensa , e estou diabetica , precisamos urgente da nossa medicação , obesidade mata e tem tratamento mas tem alguns politicos que estão querendo que os obesos se ralem e destruindo nossas vidas , não suportamos mais viver sem medicação eficaz , deixo meu pedido de socorro !!

    ResponderExcluir
  23. Obesos pedem socorro !!! Liberem os inibidores , ninguém é obeso porque gosta , isto é uma doença e precisa ser tratada !!

    ResponderExcluir
  24. Gente, eu sou Nutricionista e desde a proibição percebi o quanto é difícil tratar um obeso sem a ajuda do medicamento. Quando eles eram medicados, aderiam ao tratamento nutricional com sucesso!! Hoje em dia, eles nem querem aparecer no consultório, porque estão depressivos, não querem sair de casa, não querem passar vergonha na rua pela situação da obesidade!! Fora todas as limitações físicas e co-morbidades associadas à obesidade!! PROFISSIONAIS DA SAÚDE TAMBÉM PEDEM A LIBERAÇÃO DOS MEDICAMENTOS!!! Valorizamos o tratamento multidisciplinar, mas precisamos de ferramentas!!!!! DIGA SIM À LIBERAÇÃO DOS INIBIDORES DE APETITE!!!

    ResponderExcluir
  25. Indignação, revolta descaso total com o povo a saúde dos obesos foi esquecida por uma agencia pg por nós e q se coloca acima dos especialistas associações até msm da onu. Enquanto isso ficamos esperando quem será a próxima vítima. Perdi queridos na bariátrica, perdi queridos com doenças vinda da obesidade dp da proibição. Engordei mto tenho COMPULSÂO e metabolismo lento tenho FILHOS e não consigo cuidar cm se deve nem acompanha los cm uma boa mãe isso q me dói mais,além de tantos outros problemas q obesidade tras.anvisa não pensou no povo foi cruel irresponsável. Esprero q autoridades revertam isso e entendam q é mto urgente.

    ResponderExcluir
  26. Eu sempre usei os medicamentos e nunca tive nenhum problema a ANVISA proibiu e pronto não quis saber como as pessoas iam ficar, eu hoje me encontro com 25 quilos a mais e um monte de problema de saúde.
    Ai você me pergunta mais você faz exercícios eu digo sim cinco vezes na semana e vivo de dieta e nada acontece, não consigo perder peso, cada dia mais depressiva.
    Obesidade é doença crônica e precisa de tratamento como outras doenças queremos nossos remédios de volta. Débora Lima

    ResponderExcluir
  27. Porquê esta atitude da ANVISA? Quem está por trás? Com que intenção? Matar contribuintes? È demasiado macabro, logo tem alguém interessado em prejudicar quem è obeso! Porquê?

    ResponderExcluir
  28. Está na hora de voltarmos ao bom senso. As alternativas terapêuticas que ANVISA permitiu permanecerem no mercado como coadjuvantes no tratamento da doença chamada OBESIDADE tais como a SIBUTRAMINA são de longe mais perigosas, com maior número de efeitos colaterais graves que por exemplo o FEMPROPOREX ora banido. O femproporex é de longe muito mais seguro e eficaz no tratamento da obesidade e deve voltar imediatamente para o mercado de drogas éticas a serviço dos médicos e pacientes. NAO CABE A ANVISA O PAPEL DE MÉDICO ENDOCRINOLOGISTA! ANVISA DEVE LIMITAR-SE A VERIFICAR QUE OS FARMACOS A VENDA CONTEM OS PRINCIPIOS ATIVOS NA FORMULAÇAO E QUANTIDADES INFORMADAS EM SUAS BULAS! SO ISTO!

    ResponderExcluir
  29. chorei muito hoje com o resultado da votação...meu filho (7anos) me abraçou forte e disse com a voz mais doce do mundo:" Mãe...não chora! você vai ter seus remédios...ficar magra e vai poder andar de bicicleta comigo"...aguenta coração!

    ResponderExcluir
  30. PARABÉNS A TODOS E TODAS, magrinhos ou fofinhos que participaram ativamente na mobilização contra proibição de venda de INIBIDORES de apetite, no Senado Federal, ontem.

    Todos os senadores que usaram da tribuna para falar, citaram as manifestações à favor da aprovação do Decreto Legislativo, via redes sociais, em especial o Twitter.

    Exceção feita, o pronunciamento "ameaçador" do líder do governo Dilma no Senado Federal, Humberto Costa, que foi radicalmente CONTRA. Vamos ser claros, PT e Dilma foram contra a liberação dos INIBIDORES!

    Estou muito feliz em ter contribuído, com uma parcela mínima, nesta luta que designei como SOS OBESOS!. Compartilho com todos que participaram deste movimento, em especial a jornalista Toninha Rodrigues, que me convenceu em participar desta luta.

    Parabéns todos! Brasil ganhou!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.