Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 6 de setembro de 2014

O "PETROLÃO" !


A revista Veja, traz resultado do levantamento feito junto ao TSE das doações feitas pelas empresas ligados à Operação Lava Jato da Polícia Federal. Como afirma a revista Veja, as operações foram feitas como manda o figurino, oficialmente. Isto, sem contar com as contribuições em forma de Caixa 2, que estão sendo revelados ao Ministério Público Federal/ Polícia Federal, dentro do acordo de "deleção premiada" pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

A revista Veja, também, traz os primeiros nomes citados pelo Paulo Roberto Costa à Polícia Federal, sobre os políticos beneficiados. Nomes importantes, ligados à base do governo, estão sendo revelados.  Entre os nomes, estão o presidente do Senado Renan Calheiros, PMDB/AL, o presidente da Câmara dos Deputados Henrique Alves, PMDB/RN e ministro de Minas e Energias Edson Lobão, PMDB/MA, líder do governo no Senado Romero Jucá, PMDB/RR. São citados também, o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, PP/PI e deputado Cândido Vacarezza, PT/SP. Entre os citados constam, segundo revista Veja, os ex-governadores Sérgio Cabral, PMDB/RJ, Roseana Sarney, PMDB/MA e Eduardo Campos, PSB/PE.

Das listas oficiais levantada pela equipe da revista Veja, de políticos que receberam doações de empresas ligados à operação Lava Jato, tudo "de acordo com o figurino", figuram nomes expressivos da base aliada do governo Dilma Rousseff. Segue o resumo abaixo, de alguns nomes que mandam no País.  Já vou dizendo que tem alguns nomes da base de apoio dos candidatos da Marina Sila e do Aécio Neves.  Não presto para servir de escudo para qualquer grupo político. Corrupção é corrupção. 

Senadora Gleisi Hofffmann, PT/PR ex-chefe Casa Civil do governo Dilma Rousseff.
Camargo Correa : R$ 1 milhão.
OAS: R$ 1 milhão (em 2010).
Arcoenge: E$ 2,42 milhões.

*Arcoenge, segundo PF é empresa de fachada.

Senador Humberto Costa, PT/PE, líder do governo Dilma Rouseff no Senado Federal.
Arcoenge: R$ 1,53 milhões.

Senador José Pimentel, PT/CE, relator do CPI da Petrobrás no Senado Federal. 
Arcoenge: R$ 1 milhão.

Senador Lindenberg Faria, PT/RJ, candidato ao governo do estado de Rio de Janeiro.
Arcoenge : 2,3 milhões.

Deputado Eunicio de Oliveria, PMDB/CE, candidato ao governo do estado de Ceará.
MO Consultoria : R$ 1 milhão. 

*MO Consultoria é empresa do ex-direto da Petrobras.

Deputado Vanessa Grazziotin, PC do B/AM
MO Consultoria: R$ 500 mil.

Senadora Angena Portela, PT/RR
Arcoenge : R$ 1 milhão.

Deputado Beto Albuquerque, PSB/RS, candidato ao cargo de vice-presidente na chama da Marina Silva.
Arcoenge: R$ 40 mil. 

Pela configuração das doações de empresas de fachada e de empreiteiros ligados à Petrobras, segundo meu juízo, isto é nada mais do que continuidade do esquema de mensalão que financiou a campanha do Lula em 2006 e Dilma em 2010. Este blog já denunciou o esquema de DNIT duto que financiou a campanha vitoriosa da Dilma Rousseff em 2010, verba liberada pela Dilma Rousseff, então chefe da Casa Civil do governo Lula, até abril de 2010.

Nada é melhor que um dia atrás do outro. A máscara da quadrilha que comanda o País, vai caindo. A candidata Dilma Rousseff está metido até o pescoço. A candidata Marina Silva, serviu-se do governo Lula, até onde politicamente lhe atendia. O fato é que Marina Silva, se serviu do mesmo prato da quadrilha que comanda o País, sendo também, beneficiária da ascensão do PT no poder. 

Se o Brasil fosse país do primeiro mundo, tanto a candidata Dilma Rousseff quanto a candidata Marina Silva não se elegeriam pelo repúdio dos nomes pela população. Como o Brasil é uma republiqueta de quinta categoria, que se iguala a muitos países corruptos do continente africano, os egressos do PT, comandado pela quadrilha, ocupam as primeiras posições nas pesquisas eleitorais.  Marina Silva, de repente, defensor das teses "neoliberais", pode? Dilma defendendo a "mudança do rumo", pode?


Continuamos sendo País de tolos!

Ossami Sakamori










7 comentários:

  1. HELENO PINTO NOBRE6 de setembro de 2014 08:53

    TEUS COMENTÁRIOS SEMPRE OBJETIVOS E DIRETOS COMO SEMPRE . PENA QUE OS CANALHAS NEM VERGONHA NA CARA MAIS TEM . E QUEM DEVERIA AGIR DE UMA MANEIRA ENÉRGICA COLOCANDO ESTA CANALHADA ATRÁS DAS GRADES NÃO TOMA NA REALIDADE MEDIDA NENHUMA NEM TOMARÁ . NA MINHA VISÃO CONTINUARÃO APLICANDO GOLPES LEVES SOLTOS E FACEIROS . ISTO JÁ VIROU "INSTITUIÇÃO" NO BANANÃO. COMO DIZIA O GRANDE PANDEGO CHAPOLIN ; ?QUEM PODERÁ NOS SALVAR ?????????

    ResponderExcluir
  2. Se depois disso o povão continuar preferindo Dilma e Marina é porque é corrupto, também. Diz o ditado: Mostre-me com quem tu andas e lhe direi quem és.

    ResponderExcluir
  3. agenda do diretor da petrobras
    http://www.quidnovi.com.br/mino/detalhe.asp?c=2864

    ResponderExcluir
  4. Os canalhas corruptos e imorais, continuarão livres e soltos , inocentados pelo STF, que está literalmente em poder dos petralhas. Este país só tomará jeito quando o voto for facultativo, e somente as pessoas esclarecidas votarem e os milhões de alienados que não sabem votar ficarem em casa no dia das eleições, como nos países de primeiro mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pais de 1º mundo sim, mas aqui no Brasil? Por quê a Dilma lidera as pesquisas? Por causa dos milhares de votos do bolsa família e esses amanhecerão na fila para votar na Dilma com medo de outro candidato(a) acabar com a farra; ops! programa.

      Excluir
  5. Eu não me iludo nem um pouco. A vaca bulgara vai ganhar as eleições, porque lula quer, o pt quer e os pés descalços também a querem, além do tiffoli.

    Já estou preparado para merda que vier.

    ResponderExcluir
  6. Sakamori:

    Também estou indignado com a inidoneidade dos que postulam o cargo mais alto de nossa nação.

    Todos sem exceção tem, pequeno ou grande não importa, algum ato ou fato que o envolva com casos de corrupção ou de malversação de dinheiro público.

    Nenhum deles pode falar que apenas os outros dois estão envoltos em lama. Os três sabem disso e procuram fazer vista grossa para isso.

    Só para relembrar: o maior caso de corrupção recente que já vivenciamos, o Mensalão, sem citar o Mensalão Mineiro, está para ficar lá atrás no ranking porque está sendo superado pelo caso Petrobras-Pasadena-Dilma-Graça.

    Em comum em todos eles, foi o fato dos mandatários do poder não saberem de nada.

    Como sempre acontece.

    Mas, uma coisa é digna de ser comentada: O que acontece em Brasília, ou em qualquer lugar do território nacional onde haja políticos, é a desfaçatez reinante e a tendência de roubalheira.

    Só que sempre considerei que nossos políticos não são outra coisa senão excelentes representantes do nosso povo. Eles são lá no Planalto Central a exata demonstração de como é e como se comporta o povão brasileiro.

    Todo brasileiro quer sempre levar vantagem em tudo, sempre está fazendo algo errado achando que pode porque ninguém está vendo, faz toda sorte de ilegalidade e se acha o "bonitão", o "malandrão".

    Ou estou falando algo indevido?

    Alguém poderá até não concordar e postar aqui duras críticas ao que acabo do dizer, mas, lá na intimidade de sua consciência sabe que tenho razão.

    E enquanto não mudarmos de postura, nossos políticos continuarão a ser o que são, porque representam direitinho o povo que os elegeu.

    Às eleições, brasileiros...


    Eli dos Reis,
    de Ribeirão Preto.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.