Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Crise econômica explodindo!

O buraco da crise econômica que se abateu no Brasil está longe de parecer uma "marolinha". Não é só, "recessão" apontada pelo consecutivo recuo no PIB nos dois trimestres deste ano. Eu já disse aqui, 300 vezes, que a crisa não chegou no fundo do poço. Vejam abaixo a ponta do "iceberg".

Segundo Estadão , um grupo industrial importante, com sede em Araraquara, antes em Curitiba, a empresa INEPAR vai pedir "recuperação judicial" com ativo de R$ 50 milhões e passivo de R$ 2 bilhões.  Hoje, é dia triste para os 2.000 trabalhadores da INEPAR que serão demitidos. O grupo econômico, com origem na cidade de Curitiba, onde moro, iniciou sua atividade há mais de 60 anos! O grupo era conhecido em "inovações tecnológicas". 

Isto é apenas a ponta do "iceberg" da crise econômica que o Brasil se meteu. O Brasil se encontra nesta situação pelo "erro sistêmico" que cometeu na formulação da política econômica do governo. Este blog, vem denunciando sistematicamente, o equívoco da política econômica (sic) do governo Dilma. Não vou entrar em detalhes sobre o "erro sistêmico". Vocês poderão encontrar as razões nas minhas mais de 1.340 matérias sobre o assunto, postadas aqui.

O mercado, como que "de repente" acordou sobre o equívoco da política econômica. O recuo do PIB é apenas indicador da situação econômica. A crise vai se agravar quando, da "não contratação" da mão de obra, virar para "demissões". Isto vai acontecer, não só ao grupo empresarial INEPAR. A crise em todos os setores, ainda está por vir. Eu já afirmei isto, antes.

Aproveitando o gancho, quero emitir aqui opinião mais do que sério sobre o futuro do País. Diante da crise econômica que estamos a vivenciar, não será uma nova cristã Marina Silva, com respaldo de uma banqueira é que vai "salvar a pátria".  O momento exige capacidade de gerenciamento da crise. O momento é muito mais grave do que crise cambial do FHC, contornado pelo "gestor de Banco Central" de emergência o Armínio Fraga.

Num momento deste, é irresponsável entregar a gestão da crise para Marina Silva, sem nenhuma experiência na administração pública. Única referência dela como gestora é frente ao ministério do Meio Ambiente no governo Lula. Para sair da crise como esta que vamos vivenciar, será necessário a capacidade e credibilidade de um Armínio Fraga.


Armínio Fraga: ministro da Fazenda do Aécio Neves

O reconhecimento da capacidade o Armínio Fraga é tanto que estão sendo "plantadas" notícias de que se Marina Silva eleita, nomeará Armínio Fraga como ministro da Fazenda. Pode isto? Lá vai aqui o meu: kukuku !

Ossami Sakamori



3 comentários:

  1. Parabéns. De fato a coisa está feia. Precisamos de gente competente e honesta, sem isso não sairemos do fundo do poço.

    ResponderExcluir
  2. Para quem não leu, deixo o link da entrevista com Armínio Fraga: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/09/1508863-nao-vamos-arrochar-salarios-nem-assassinar-velhinhas-diz-economista-aliado-de-aecio.shtml

    ResponderExcluir
  3. Estou mesmo preocupado com a nossa triste sorte.
    Mais não digo.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.