Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Não há intervenção militar à vista!

Crédito da imagem: Globo Esporte

Documento falso está circulando nas redes sociais sobre suposta intervenção militar no próximo dia 16, que leva autoria do suposto Dr. Célio Evangelista, jurista do Exército brasileiro, dirigido à presidente Dilma Rousseff e ao ministro da Defesa Celso Amorim. Este blog não foi feito para comentar sobre documentos falso, mas faço-o, para não deixar nenhuma dúvida sobre a postura correta das Forças Armadas do Brasil.

O falso documento fala em destituição da presidente Dilma Rousseff pelos desmandos cometidos na administração como Presidente da República. Isto mais parece uma peça de ficção para favorecer a candidatura da própria Dilma Rousseff na sua maratona rumo a reeleição. Com certeza, é um documento falso que contribui para fortalecer a posição da atual presidente. O povo, mais do que nunca, sentirá com pena dela e votará na Dilma para presidente.

O documento é falso, porque, se na pior das hipóteses, as Forças Armadas tem desejo de fazer intervenção militar, não a faria com "aviso prévio", divulgado por vários veículos das redes sociais. Se fosse o caso, que não é, faria na "calada da noite", como aconteceu em 31 de março de 1964. Isto é regra e estratégia de uma campanha militar. Portanto, digo e afirmo para meus leitores, que o documento é falso. 

Em poucos minutos, após a publicação do documento em determinados blogs, houve adesão à ideia de "intervenção militar" proposto conforme o documento "falso". Este blog vem ao público desmentir o fato. Não existe plano das Forças Armadas fazer intervenção militar, mesmo que a conjuntura política econômica seja desfavorável à população.

Isto é mais um movimento para esvaziamento da candidatura Aécio Neves e fortalecimento das candidaturas Dilma Rousseff e Marina Silva. Ambas são beneficiários dessa onda de "boatos infundados", baseado em documentos "falsos". Isto me lembra, a frase dita pela presidente Dilma de que iria fazer o "diabo" na postulação da reeleição. Com anuência ou não da Dilma, o documento está fazendo estrago à campanha do Aécio Neves.

Sim, existe indícios mais do que suficiente para pedir "impeachment" da Dilma pelo Congresso Nacional. O Congresso Nacional, conforme últimas notícias sobre o "Petrolão", estão metidos até o pescoço com o processo de corrupção. Não há clima no Congresso Nacional para votar o "impeachment" da Dilma. Portanto, não existe nenhuma possibilidade de "caçar" a candidatura da Dilma. Podendo, no entanto, no futuro as denúncias já conhecidas virarem processos criminais contra a Dilma Rousseff por conta dos processos de corrupção que envolve a Petrobras. Brasil não é Egito! 


Não há "intervenção militar" à vista!

Ossami Sakamori



12 comentários:

  1. Não vai haver "impeachment" porque a CORJA do PMDB é quem mais esta ganhando com os desvios da Petrobras, como eles tem maioria na camara e no senado... Mas que eu queria ver isso acontecer, há queria!

    ResponderExcluir
  2. Esta foi de desanimar... A porteira continuará fechada...?

    ResponderExcluir
  3. Esse exercito brasileiro só serve pra limpar estrume.

    ResponderExcluir
  4. Nunca houve, nunca haverá, pois são todos uns grandes panacas, boiolas, covardes e em nada se igualando aos militares egípcios ou israelenses. Valem zero! Só merda e das grandes. Depois possuem uma... "Escola de Guerra"...KKKKKKKKKK..

    Braço fraco, punheta amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maioria dos brasileiros(as) prefere Lula e Dilma, como o Exército vai fazer? Cada povo tem o governo que escolhe! Em 64 os militares ajudaram o País, e o que aconteceu,? Os civis colocaram para governar quem o Exército expulsou e o resultado esta aí. Agora querem que novamente o Exército assuma os erros do povo? E ainda sem o consentimento da maioria? Não. Aprendam a votar bem e nem precisarão do Exército.

      Excluir
    2. Tem razão! Aliás para ter melancias possivelmente genocidas como Cuba ou Coreia do Norte, mais vale que esses covardes fiquem nas casernas, porque a maioria silenciosa que paga impostos passa mal mas consegue sobreviver.

      Excluir
    3. Se o Sr é tão inteligente e macho porque não se apresenta ao Exército, mostre a sua ideia e resolva tudo? Não generalize. Procure conhecer os trabalhos desenvolvidos pelas FFAA e depois fale! Os militares não são estrangeiros, são nossos irmãos de sangue.

      Excluir
  5. Não tem como haver intervenção militar,( ainda que a defesa da Constituição seja sua missão principal) num pais onde , por muitos motivos que haja para tal, o Exército não passe de uma tropa melancia, verde por fora e vermelha por dentro.

    ResponderExcluir
  6. Meus pesames aos Militares,contava com o dia 16,mais o PT,e a vergonha do brasil merece a merda que tem, vou de 45 menos pior.

    ResponderExcluir
  7. QUE PENA, PRECISÁVAMOS DE UMA INTERVENÇÃO MILITAR.
    FICA PRA PRÓXIMA, eu desconfiava que esta notícia era falsa, estava torcendo pra ser verdadeiro, mas nem tudo que é bom assim cai dos céus, de mão beijada.
    SALVE OS MILITARES, AS FFAA DO BRASIL, as pessoas honestas e de bem amam nosso honrado exército, que nos salvaram do genocídio comunista que ocorreria com certeza se os comunas tomassem o poder em 1964.

    ResponderExcluir
  8. Tinha lido o documento e por um momento tive orgulho de ser brasileiro, mas já passou.

    ResponderExcluir
  9. Eu ia não.Eu estou acordado até agora(1.40 da manhã)esperando ansiosamente que alguma rádio ou TV desse em edição extraordinária que o Exército havia defenestrado a Dilma e assumido o governo desse nosso conturbado país.Infelizmente essa notícia que apareceu no Facebook eu já desconfiava que era uma mentira,como tudo que acontece neste país de gente e Forças Armadas bunda moles.....Agora vejo que minha desconfiança não era infundada...Seria bom demais para ser verdade.Estou morando em outro país e por causa disso tomei a decisão de não voltar para o Brasil enquanto esse governo permanecer no poder.....Desejo sorte para os meus conterrâneos,mas,não vejo bons horizontes para vocês......

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.