Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Santander solidifica sua posição no Brasil

Crédito da imagem: Folha de São Paulo
Santander Espanha anunciou nesta segunda feira, dia 15, o aumento de capital em € 4,7 bilhões para compra de 24,75% da fatia que ainda não possui na capital social do Banco Santander Brasil.

Esta é primeira ofensiva da Ana Botín, filha do Emílio Botín, que faleceu recentemente. Ela já ocupava o posto do Santander em Londres, com participação ativa no conglomerado bancário.


Especula-se no mercado que o Santander Espanha deve adquirir o controle da parte da fatia boa do Banco Espírito Santo, denominado de Novo Banco. Isto ainda está no terreno de especulações.  O Banco Espírito Santo sofreu intervenção do Banco Central português devido a falta de liquidez e de operações fraudulentas. O que está em jogo é a parte boa do BES. A parte podre do BES será liquidado para tentar pagar os credores do extinto BES.

O Banco Santander é o maior banco estrangeiro no País, sucedido pelo HSBC. O Banco representa um dos quatro bancos privados mais sólidos do País, precedido do Banco Itaú e Banco Bradesco.  A participação maior do Santander Espanha no Santander Brasil, demonstra a confiança do Santander no futuro do Brasil, independente do resultado das eleições do próximo 5 de outubro. Enfim, Santander está demonstrando que veio para ficar.

Ossami Sakamori

2 comentários:

  1. Minha indagação: Se os investidores estão saindo correndo do Brasil, por que um Banco está investindo nele? A meu ver é porque esse e outros bancos já chegaram a conclusão de que no Brasil pouca coisa vai mudar para eles, ou seja; lucro fácil. Milhões e bilhões de reais de lucros em trimestres são as notícias que há vários anos lemos nos noticiários. Por isso, também, os bancos bancam as campanhas (mi)bilionárias dos candidatos(as) à Presidente da República. Bem, só minha especulação.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.