Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 23 de novembro de 2013

OBESOS PEDEM SOCORRO!

Este blog, não tem opinião formada sobre o tema tratado.  No entanto, as manifestações postadas nas redes sociais são inúmeras que considero de suma importância.  Os trechos que seguem, em itálicos, são reproduções de matéria a mim enviada, isento de minha participação.  O espaço destinado ao comentário no rodapé deste, serve para manifestações à favor ou contra sobre o texto reproduzido.  Democracia é isto! 

A matéria:

Os inibidores de apetite são coadjuvantes no tratamento e controle da obesidade e, até 2011, eram comercializados no Brasil sob prescrição médica e a custos acessíveis. 

Em 50 anos de uso por milhares de pessoas, nunca houve registro de óbito por uso dos inibidores (Anfepramona, femproporex e mazindol) entre brasileiros. Sem justificativas plausíveis e sem argumentação técnica e científica, a ANVISA simplesmente proibiu a venda desses medicamentos, de maneira irresponsável e arbitrária e sem deixar qualquer opção de tratamento para substituir.

Dados do Ministério da Saúde dos últimos 18 meses apontam que o número de problemas de saúde conseqüentes de excesso de peso aumentaram em torno de 50%, ao passo que, paralelamente, o índice de óbitos provocados por cirurgia bariátrica tornou-se freqüente nesse mesmo período, justamente após a proibição dos medicamentos.

Preocupado com a situação e após tomar conhecimento dos riscos da proibição aos doentes obesos, através das entidades representativas da classe médica (Abeso e Abran), o deputado federal Felipe Bornier/RJ redigiu o Projeto de Lei 2431/11, que suspende a decisão da ANVISA, devolvendo aos cerca de 50 milhões de obesos no Brasil, o direito a tratamento seguro e com acompanhamento médico.

À custa de muita pressão e súplica junto aos deputados, após quase 2 anos o projeto foi aprovado em 18/9/2013 pela CSSF (Comissão de Seguridade Social e Família) e no último dia 19/11/2013, pela CCJC (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania). 

Essas aprovações só foram possíveis graças à ação ininterrupta de um grupo formado inicialmente por algumas garotas, no Facebook, que agora já reúne mais de 2 mil pessoas, todas sofredoras com as conseqüências do aumento de peso. 

Algumas mulheres chegaram a ser abandonadas pelos maridos depois que voltaram a engordar, entrando em depressão e piorando ainda mais o estado de saúde físico e mental.

A angústia aumentou esta semana depois que o deputado Marcelo Almeida, membro suplente da CCJC, que nunca havia se preocupado em participar de quaisquer discussões da comissão, tentar atrapalhar a sequência da tramitação do projeto. O tal deputado recolhe assinaturas junto aos deputados, com o intuito de impedir que o PL siga ao Senado... ameaça, inclusive, pedir impugnação das duas aprovações.  O citado deputado é assumidamente “testa de ferro” da ANVISA, além de ser da área da construção civil e nada entender de saúde ou medicina e, ainda, responder por corrupção e desvio de verbas em seu estado, o Paraná.

Temos o apoio de médicos, da ABESO (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade) e da ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia), que lutam junto conosco (um grupo do facebook apelando aprovação aos deputados, incansavelmente, já 2 anos). Os deputados Beto Albuquerque, Decio Lima e Sergio Zveiter, da CCJC, e da CSSF, Dr. Paulo César e Luiz Carlos Mandetta, que são médicos,  nos apoiam, batalharam pela aprovação nas respectivas comissões.

Não podemos ficar sem esses remédios. Além dos problemas de saúde, a proibição ainda incrementa e estimula o mercado negro, com pessoas que cobram preços altíssimos por produtos sem qualquer controle de qualidade e, na maioria das vezes, remédios falsificados (feitos com farinha, maisena etc.).
Além disso, a obesidade não é fruto meramente de preguiça, comodismo ou gula. São problemas glandulares, hormonais, psicológicos, metabólicos, entre outros, que impedem que a pessoa emagreça ou mantenha o peso sem u auxílio de terapia medicamentosa.  

As fontes de informações estão guardadas no meu arquivo. 


Postado a pedido do Markito de Souza: @MarkitoDeSouza

79 comentários:

  1. Matéria de utilidade pública, sr Sakamori. Obrigado por ceder esse espaço democrático para esse assunto sério. Minha prima tinha pouco mais que 40 anos de idade e apesar de já ter sido diretora de uma escola pública, não conseguiu ficar trabalhando e aposentou por problemas de saúde provenientes da obesidade. Como esses remédios citados no seu texto ficaram difíceis de achar, resolveram operá-la. Resultado: perdemos nossa parente. Ela foi enterrada no dia do seu aniversário. Coincidência ou designo de Deus? Vai saber. Ela deixou um casal de filhos menores.

    ResponderExcluir
  2. Obesos tem doença que pode ser controlada por medicação e por causa dessa politicagem $$$$ , são obrigados a sofrer com as consequências!

    ResponderExcluir
  3. Sakamori, por favor, o número do PL é 2431/11. Foi digitado errado. Se puder corrigir, seria interessante, para esclarecer quem não conhece os detalhes do assunto. Obesos agradecem imensamente a sua sensibilidade e ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado observação. Já corrigido!

      Excluir
    2. tem alguma expectativa de volta a ser vendido o denobesi

      Excluir
  4. muito boa amteria e bem esclarecedora
    obesos precisam se tratar

    ResponderExcluir
  5. Sou uma pessoa que necessita de medicamentos! Aproveito o espaço para clamar: Liberem meus medicamentos, estou morrendo aos poucos!!!!

    ResponderExcluir
  6. MUITOOO BOMMMM TEMOS QUE FAZER ISSO CHEGAR A DILMA PARA QUE ELA TENHA CONHECIMENTO DO TIPO DE PESSOAS QUE ELA COLOCOU LA NA ANVISA.

    ResponderExcluir
  7. Olá adorei a sua matéria agradeço muito seu apoio e divulgação sou uma dentre tantos brasileiros(as) que está sofrendo com essa injustiça e lutando pra que essa arbitrariedade seja corrigida pela ANVISA,após 2 anos de muita luta obtivemos uma significativa vitória na CCJC, mais um deputado contra a aprovação está tentando com uma quantia de assinaturas jogar por terra toda essa nossa conquista ...Esperamos q o bom senso fale mais alto no momento o que precisamos é de apoio e de matérias como a sua muito esclarecedora ,verdadeira e sincera ...Faço parte de um grupo no facebook que luta pela volta da medicação com mais 2.100 pessoas segue link: :https://www.facebook.com/groups/anfetaminas/
    Me coloco a disposição ou o link do grupo caso seja do interesse conhecer a nossa luta ou saber mais a fundo o nosso lado .

    ResponderExcluir
  8. Segundo a Organização Mundial de Saúde, 2,6 milhões de pessoas morrem todos os anos em consequência de doenças provocadas pelo excesso de peso. Quanto mais os cientistas pesquisam, mais descobrem doenças relacionadas com a obesidade.
    Parabéns Mestre Sakamori, matéria perfeita, e de suma importância.
    Você sempre um Lord querido.
    Jane Di Lello.

    ResponderExcluir
  9. Meu honrado amigo Sakamori,
    Somente Deus pode afiançar o quanto você tem feito por este país, por suas instituições, por sua grandeza, e por seu povo sofrido!
    Hoje, acolhendo solicitação, dedica esse espaço precioso e respeitado para denunciar o descaso com mais de 50 milhões de pessoas, que tiveram sua possibilidade de tratamento obstada por decisão equivocada e desprovida de fundamentação científica, como é o caso dos obesos!
    Estão esses abnegados lutadores e guerreiros, a lutarem há 2 anos por sua saúde, sem que os órgãos responsáveis corrigissem suas mazelas, e agora, quando solução parlamentar é buscada e conseguida vitória, nas Comissões de Seguridade . Saúde e Família – CSSF da Câmara dos Deputados e na poderosa Comissão de Constituição e Justiça, aparece um parlamentar do seu honrado e destacado Estado do Paraná, querer obstar essas vitórias do povo humilde e sofredor desses males, para sabe-se lá os motivos, querer a anulação das avaliações dessas comissões de mérito e de constitucionalidade !
    O deputado Marcelo Almeida, eis o nome do responsável, é um empresário muito bem sucedido nas diversas áreas que opera, e objeto de matérias de jornais poderosos como O ESTADO DE SÃO PAULO, que em matéria recente noticia seu patrimônio de mais de 750 milhões de reais !
    É inteligível para nós, entender o porque do nobre parlamentar estar empenhado em levar para procedimentos que tem apresentado óbitos, como as tais operações bariátricas, ao mercado negro de medicamentos, aos cariologistas, aos psiquiatras, essas criaturas que só desejam seus medicamentos de volta!
    Muitas mulheres estão desesperadas pelo aumento de seu peso, e em alguns casos, sem a compreensão de seus maridos, são abandonadas de forma vil e indigna!
    Essas avaliações não foram computadas pelos nobres “cientistas” da ANVISA, e agora pelo Deputado Marcelo Almeida!
    Enfim, meu estimado amigo, estamos vendo um representante do povo agir contra o povo que o elegeu!
    Coisas dos tempos atuais, muito bem avaliados nas suas matérias no Blog !
    Encerro agradecendo seu precioso espaço, assim como, solicito aos distintos leitores desse respeitado espaço de defesa da nação, que nos apoie nessa luta em defesa dessas pessoas de bem, que estão sofrendo por sua saúde e qualidade de vida.
    Abraçando agradecido, seu amigo

    MARKITO DE SOUZA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Markito, muito obrigada pelo seu apoio a essa causa. E obrigada tb ao amigo Sakamori. São milhares de pessoas sofrendo com o preconceito e descaso da Anvisa. Juntos somos mais. Obrigada mais uma vez.

      Excluir
  10. Isso tudo isso virou uma "briga de egos". A Anvisa está mais preocupada em manter sua "autoridade" do que com saúde da milhares de pessoas prejudicadas com com a falta dos medicamentos que ela (Anvisa) proibiu, sem sequer considerar a opinião de médicos e especialistas

    ResponderExcluir
  11. Obrigada por conseguir resumir aqui o que milhões de brasileiros estão passando com a falta de opções para tratamento da obesidade Sakamori.
    Remédio é direito de todo ser humano, e a Anvisa tirou esse direito dos obesos como quem tira peniscilina de diabético, levando muitos a óbito e, até o momento a Anvisa vem passando como 'A Responsável pela saúde da população'. Quantos mais precisarão morrer para podermos ter o direito de nos tratarmos novamente????

    Lamia Smaili

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. desculpem, corrigindo...quis dizer insulina onde está peniscilina. Grata

      Excluir
  12. nunca fiquei tão gorda,mesmo com exercícios não emagreço,tenho vergonha pra tudo,me sinto pra baixo,já fiz dietas,já passei muito mal.Sempre fiz tratamento com endocrinologista,me receitava anfepramona,tomava um por dia,só um me bastava para tirar ansiedade,essa compulsão por comida,era feliz,feliz demais !!!!! não podem decidir por mim o que posso tomar ou não,desde que eu passe pelo médico,e ele me medique,não vejo nada de errada,a anvisa não poderia ter esse poder,obesidade é doença e precisa ser tratada !!!!!

    ResponderExcluir
  13. ta certo tem que defender medicamento para o povo, essa anvisa proibe
    medicamento para cancer ,sem nenhum estudo agoara esse remédios de amagrecer .onde esse pais que ja esta afundado vai parar
    Dizem essa tal da anvisa tem orde e não pode passar por cima dela ,mais vem ka que ordem de anvisa é essa onde se escolhe um diretor que é dizem farmaceutico não desmerecendo no minimo um diretor da anvisa deveria ser um dotor
    No minimo um diretor da tal de anvisa deveria estudar os remédios para tirar do mercado uma coisa tão seria dessa ,OS QUE DIZEM QUE INIBIDORES DE APETITE FAZ MAL É QUE NA MAIORIA DAS VEZES ESSAS PESSOA USAM MEDICAMENTO E DEPOIS SAI NAS NOITADAS ENCHENDO A CARA DE CACHAÇA ,E DEPOIS COLO CULPA NO REMEDIO É ISSO

    ResponderExcluir
  14. Obrigada por resumir tão bem nosso problema! Quando tiram o meu remédio tiram também minha vida, pois hoje não sou feliz, tenho depressão, hérnia de disco, não tenho ânimo p/ nada, não saio de casa...enfim sou uma pwessoa infeliz. Más não foi sempre assim, já fui ativa, saudável, animada...hoje só apenas uma leve sombra da pessoa que fui! Tiram meus medicamentos e levaram minha vida!!!!

    ResponderExcluir
  15. Parabéns!Muito esclarecedor o seu blog ; recomendável para aqueles que não sabem o sofrimento de nós obesos, que estamos sem a nossa medicação há dois anos por decisão arbitrária da Anvisa. A obesidade é uma doença crônica e precisa ser tratada também com medicamentos. Fiz uso dos anorexígenos durante 25 anos e tinha vida! Agora, estou sofrendo de uma série de problemas, e apesar do esforço com caminhadas e dietas não estou conseguindo obter um resultado satisfatório.Espero em Deus que essa situação seja resolvida o mais rápido possível e que nossos representantes não esqueçam que "A saúde é direito de todos e dever do Estado"..

    ResponderExcluir
  16. me parece estranho que um orgão do governo que deveria preservar a saude da população,sem um estudo detalhado e indo contra varias opniões medicas,associassões que defendem o uso dos inibiddores e o principal contra a povo que precisa deste medicamento,simplesmente proibe a comercialização sem preocupação com a vida dos pacientes.ainda aparece pessoas que querem atrapalhar a luta que acompanho diariamente dssas pessoas guerreiras que não deixam e não podem se abater,pois o que é correto tem que vencer sempre a luta dos obesos e digna de um acompanhamento melhor pela grande imprensa,coisa que não acontece infelismente.fico na torcida para que nossos nobres deputados não acatem nenhum tipo de pedido de pessoas que não estaõ ligadas diretamente com o assunto.meu nome é FRANCISCO ESPOSO DE IARA lutadora dessa causa e sei o que voces obesos sofrem.boa sorte

    ResponderExcluir
  17. Tenho 41 anos e desde criança tive problemas com o peso e com 15 anos comecei a usar femproporex. Nesses dois ultimos anos engordei muito!!!! Como podem proibir o uso de um medicamento sem nos dar uma outra alternativa? Estou com problemas de circulação, diabetes, pressão alta, dores nas pernas, insonia. Meu metabolismo que estava acostumado com os medicamentos acabou por se descontrolando. Até o ano passado eu fazia exercícios e dieta mas em vão porque continuei a engordar!!! PRECISO DOS MEUS MEDICAMENTOS PARA CONTINUAR A VIVER E CRIAR MEUS FILHOS!!!!

    ResponderExcluir
  18. Obesidade é uma grave doença, que mata mais que cancer e Aids, as doenças provocadas pela obesidade oneram e muito todo o sistema público pessoas afetadas por todos os tipos de comorbidades causadas pela obesidade, como diabetes, hipertensão arterial, alguns tipos de cancer , todos os tipos de problemas ortopédicos que lhes causam dores horríveis, até dois anos atras quando a anvisa resolveu suspender os inibidores de apetite, havia tratamento com medicamentos no controle da obesidade! Agora milhões de obesos poderão voltar a ser tratar!

    Essa proibição está matando muitas pessoas todos os dias, a obesidade é hoje um caso de saúde pública e em vários países foram criadas forças tarefa, para ajudar , os profissionais de saude a lidar com esse sério problema que pode afetar qualquer pessoa, ainda que hoje seja magro, nada impede que essa doença venha a invadir mais famílias. Muitos pacientes ja morreram, muitas familias estão sofrendo, o preconceito contra o obeso é uma realidade!

    Pessoas que necessitam desse remédio onde tem custo baixo, muito mais baixo do que qualquer outro, está ha 54 anos no mercado e não há nenhum motivo de ser retirado, uma vez que é um medicamento controlado só possível ser prescrito por medicos capacitados, essa proibição foi um grande equívoco da Anvisa, foi proibido por interesse próprio $$$$ deixando milhões de obesos sem tratamento eficaz e seguro!Agora o deputado Marcelo Almeida requer assinaturas dos senhores deputados para anular a aprovação da Pl2431-11 onde foi aprovada dia 19-11, estamos implorando aos 513 deputados que não assinem irão condenar milhões de obesos a morte!
    A proposta inicial do Projeto de Lei 2431/11, do deputado Felipe Bornier (PSD-RJ), pretendia revogar a decisão da Anvisa, mas a CCJ decidiu seguir outro caminho e autorizar diretamente a produção, a comercialização – sob prescrição médica – e o uso desses remédios para tratamento de obesidade.

    ResponderExcluir
  19. Seria muito bom que o órgão competente (não sei qual é) investigasse como são distribuídas pela ANVISA as patentes dos remédios genéricos.

    ResponderExcluir
  20. Mto bom o seu apôio.Sakamori! Parabéns!

    Não sou usuária desses medicamentos,mas conheço "n" pessoas que dele faziam uso e tinham uma vida bem melhor. Por isso minha adesão à campanha,que acho mto válida!

    Já ouvi várias vezes o grande endocrinologista,Dr Alfredo Halpern dizer na tv que muitas pessoas precisam desses medicamentos,assim como os diabéticos,os hipertensos e os que têm hipotireoidismo, que precisam tomar remédios pelo resto da vida!
    Então eu penso: que direito tem um órgão "de saúde",cujos comandantes nem sabemos se são técnicos em química,biologia,fisiologia,medicina,etc,etc e que prejudicam assim milhares de pessoas,sem mais nem menos?
    Acho que todo ser humano tem direito a tratamento,feito por um médico especializado!

    Espero que a lucidez impere entre os deputados e senadores!

    ResponderExcluir
  21. Infelizmente vivemos no país dos mensalões e propinas em absolutamente todos segmentos da sociedade.
    Enquanto o povo não se descobrir como capazes de lutar, aprender, crescer e se desenvolver, assitiremos de mãos quase que amarrada o destruir de seres que precisam de tutela, cuidados e solidariedade: os doentes de obesidade. Espero que os remédios voltem ao mercado e que os médicos e pacientes sejam tratados com mais respeito pela atual administração do país.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  22. preciso muito de medicamentos!!!! estou com problemas de saúde devido a proibição!
    Fatima

    ResponderExcluir
  23. Muito importante esse assunto ser levantado. Com a aumento da obesidade sem medicamentos aumentaram as mortes de obesas que realizaram cirurgia bariátrica. Os medicamentos foram usados durante anos sem obitos e em apenas 2 anos podemos constatar o desastre que foi sua proibição!!!!
    Maria da Conceição Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
  24. Semprei usei medicamentos por ter sido uma criança gordinha e adolescente acima do peso. Com a proibição dos medicamentos sofri muito. Hoje, pratico esportes, faço dietas mas mesmo assim não consigo perder peso. Acho que algumas pessoas precisam de remedio para perder peso. Me indicaram a cirurgia bariatrica mas tenho receio pelo numero de mortes que tenho visto pelos telejornais e internet. Espero que os medicamentos voltem. No meu caso eles iriam me auxiliar a perder peso.
    Karolina
    Santos-SP

    ResponderExcluir
  25. omo médica, sei q os pilares de qualquer tratamento que objetiva perder peso, são: reeducação alimentar e atividade física. Entretanto, uma grande parte dos pacientes não consegue emagrecer apenas com mudanças de estilo de vida. Pra esses pacientes era necessário instituir tratamento farmacológico. Anfepramona e Femproporex eram medicametos consagrados, antigos (desde1959) e, sobretudo, SEGUROS, desde que utilizados com PRESCRIÇÃO e ACOMPANHAMENTO médico. A ANVISA errou e muitos hoje que estavam com a doença controlada (OMS classificou obesidade como DOENÇA CRÔNICA), agora sofrem suas complicações que infelizmente vão resultar em aumento da mortalidade. Triste. Alguém precisa fazer alguma coisa!
    Marcela Pimenta

    ResponderExcluir
  26. Buenas noches,
    Yo desde Argentina les apoyo! Tengo amigas en Brasil que ya lo usaron y ahora veo una gran diferencia en su salud sin la medicacion.
    Un gran abrazo, Paulina.

    ResponderExcluir
  27. "será que isso ainda demora muito, não sei mais o que falar para minhas pacientes, mandei trabalhos cientificos para ser anexado nos processos o advogado que acompanha havia dito que estava praticamente certo, minhas pacientes estão em desespero eu to arrasada, tantas pessoas ja morreram, que eu acompanhava com remedios, outros que operaram tbem, é muito difícil trabalhar assim, depois de 24 anos conseguindo tantas vitorias ver suas pacientes ficando diabeticas , hipertensas, é muito doloroso, to cansada de brigar, enviar cartas, fazer trabalhos, relatorios e enviar, eu não sou obesa, mas vivo a dor deles todos os dias, eu até choro na clinica, pq as pessoas sentam e me olham achando q vou dar um jeito, como sempre,mas agora, parece que arrancaram minha canetas, meus blocos, meu carimbo.... dá vontade de largar tudo e fazer outra coisa, mas não posso deixar as pessoas que acreditam em mim, nao dormi nem um segundo essa noite pq nao entendi pq vcs estavam falando dos deputados por que tanto apelo isso não acaba, desculpa o desabafo, tá querida, mas Deus ha de nos ouvir"
    Recebi essa mensagem de desabafo de uma médica , como muitos estão assim sem saber como tratar seus pacientes obesos, por isso os medicamentos tem que voltar peço apoio a a provação da PL2431-11 urgente!

    ResponderExcluir
  28. Acho importante a preocupação com os obesos pois a obesidade aumentou muito nos últimos anos!
    Marli
    São Paulo

    ResponderExcluir
  29. precisamos ter de volta o tratamento digno médico,remédio e a dieta. Tiraram a medicação, todo doente precisa de remédio, nos tiraram isso sem nos dar alternativa alguma, hoje após a falta de remédio, tenho que tomar outros tipo, pois adquirir outras doenças, insulina descompensada agora me deu um susto,30 kg a cima de meu peso e tenho insulina agora acima de 140 glicose 80, tudo de cabeça pra baixo,passando mal quase todos os dias, pressão somente com remédio agora e a noite o refluxo me atrapalha dormir. Muito obrigada pelo seu apoio a nossa causa.

    ResponderExcluir
  30. POSSO DIZER QUE A ANVISA ACABOU COM A MINHA VIDA!!! SEMPRE USEI MEDICAMENTOS COM PRESCRIÇÃO MÉDICA E COM A PROIBIÇÃO PASSEI A TER DIVERSOS PROBLEMAS DE SAÚDE RELACIONADOS A OBESIDADE!!!! SE PROIBIRAM OS REMÉDIOS DEVERIAM TER NOS DADO UMA OUTRA ALTERNATIVA!
    PRECISAVA DESABAFAR !

    ResponderExcluir
  31. Dra Marcela Pimenta24 de novembro de 2013 19:21

    AOS POLÍTICOS DO NOSSO PAÍS:
    Boa noite! Meu nome é Marcela, sou médica e hoje venho aqui em nome dos médicos que trabalham no combate à obesidade no Brasil.O PL2431/2011, do Dep. Felipe Bornier, foi aprovado pela CSSF no dia 18/09/13 e pela CCJC no dia 19/11/13. Gostaria de alguns minutos da sua atenção para falar sobre um assunto de saúde pública. Vou relatar minha experiência como médica. O que mais vi, na época da proibição dos inibidores de apetite, foi minha classe, representada pelo Conselho Federal de Medicina, juntamente com a ABESO, SBCM, SBEM, ABRAN e CFF - Conselho Federal de Farmácia, lutar de todas as formas contra essa arbitrariedade. Quem sabe o que é melhor para os nossos pacientes somos nós! Cabe a nós médicos, de acordo com a necessidade de cada um, decidir pelo melhor tratamento aos nossos pacientes. Quem prescrevia e quem utilizava os anorexígenos são os que tem propriedade pra falar das medicações, não a ANVISA. O papel da ANVISA deve ser o de FISCALIZAR a venda desses medicamentos, coibir o comércio clandestino, zelar pela qualidade dos medicamento e não proibir medicamentos antigos, altamente eficazes e SEGUROS. Somos nós que estamos ali diariamente convivendo com as queixas, ouvindo lamentações, analisando exames absurdamente alterados, dando diagnóstico de Diabetes, Hipertensão Arterial (pressão alta), Dislipidemia (aumento de colesterol e/ou triglicérides no sangue), Apnéia do Sono (quando o paciente para de respirar durante o sono e acorda sufocado), Depressão,'Buylling', Artrose nos joelhos, falta de ar aos pequenos esforço, etc., etc., etc. São muitas as complicações causadas pela obesidade. Quero deixar claro que os médicos que atuam no combate à obesidade sempre colocam como pilares do tratamento: REEDUCAÇÃO ALIMENTAR e ATIVIDADE FÍSICA. Entretanto, há uma parcela de pacientes que não consegue perder peso desta forma e há aqueles que sequer podem praticar atividades físicas, normalmente por doenças ortopédicas. Para eles, a utilização dos inibidores de apetite tornava-se imperiosa. O estudo que desencadeou a proibição foi a respeito da Sibutramina e, paradoxalmente, a sibutramina permaneceu no mercado e, Anfepramona e Femproporex, que não tinham nada a ver com o famoso e equivocado estudo SCOUT, acabaram sendo proibidos. Importante falar que a Anfepramona, nos EUA conhecida como DIETILPROPIONA, NÃO É PROIBIDA pelo FDA.
    Tenho centenas de pacientes e muitos utilizavam estas medicações. No ano da proibição, 2011, fiz cerca de 2.000 atendimentos. É uma casuística considerável, então me sinto no direito de emitir o meu ponto de vista. E estes pacientes estão agora sofrendo as consequências da obesidade. O Os médicos acataram a decisão pq trabalhamos na legalidade e os grande INTERESSADOS, os grandes PREJUDICADOS, os que hoje sofrem com a obesidade, são os que não se calam, os que lutam! Tenha a certeza de que eles não desistirão! E há muitos políticos engajados! Agora vamos juntos: médicos, pacientes e políticos, lutar pelo que achamos justo! Afinal, vivemos num país democrático! A ANVISA tem que zelar pela saúde da população! Apenas isso que pleiteamos, e NADA mais. O Dep. Marcelo Almeida (PMDB/PR) pretende recolher as 52 assinaturas para entrar com recurso que leva o PL ao Plenário.
    Por tudo o que foi exposto, peço, em nome dos MÉDICOS que atuam no combate à obesidade e em nome dos MILHÕES de PACIENTES que tiveram seus tratamentos suspensos, que NÃO ASSINEM esse recurso. O PL já foi aprovado pela comissão de mérito e pela comissão que analisa a constitucionalidade. Um indivíduo ir contra a decisão das duas comissões é uma afronta à democracia.
    Os obesos esperam há 2 anos pela aprovação do PL2431/11. Trata-se de um PL de grande urgência já que trata-se de promoção de SAÚDE. Se os anorexígenos fossem ruins à população, os senhores com certeza não estariam recebendo tantos e-mails, mensagens, tweets pedindo pela volta dos medicamentos. Muito obrigada pela gentileza de sua atenção.
    Marcela Cristina Araújo Pimenta CRM-GO 11.835.

    ResponderExcluir
  32. Grande Mestre E amigo Sensei!

    O que fizestes com estas palavras, acredite, afagam a alma de muitos brasileses sofredores, e que, infelizmente, dependem de um governo que deveria priorizar saúde e educação do povo, o qual eles dizem defender tanto.
    Acariciou o coração de muita gente que tem o problema e tenha ceerteza que isso vai repercutir onde a decisão deva ser tomada.

    Como sempre, és um guerreiro, um samurai do bem

    Privilégio ser seu amigo e poder ler seus escritos sempre.

    Com todo meu carinho, respeito e admiração

    José Carlos Bortoloti - Passo Fundo - RS -
    www.epensarnaodoi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  33. Excelentíssimos governantes,
    A Obesidade é uma doença cronica, de prevalência crescente e que vem adquirindo proporções alarmantemente epidemicas, sendo um dos principais problemas de saúde pública da sociedade moderna. A Obesidade é um disturbio do metabolismo e não é mais considerada como falta de força, de vontade ou " sem vergonhice ", como por muitos anos ela foi atribuída.
    A Obesidade é acompanhada de um alto risco de inúmeras doenças cronicas e tem elevada mortalidade. É muito comum pacientes obesos, se tornarem diabéticos, hipertensos, desenvolverem distúrbios dos lipideos do sangue, cardiopatias além de todos os problemas ortopédicos que o aumento do peso acarreta, sem falar nos distúrbios psicológicos e preconceitos a que o Obeso é submetido diariamente.
    É fato que a Obesidade traz sérios prejuízos à saúde do indivíduo, aumenta o número de faltas ao trabalho e as aposentadorias por invalidez.As crianças brasileiras estão cada vez mais acometidas por este mal.
    Há aproximadamente dois anos, a ANVISA, suspendeu os únicos medicamentos que tínhamos no mercado que ajudavam o paciente obeso a perder realmente peso, aliadso à reeducação alimentar e posteriormente, a prática de exercícios físicos adequados. Considerem que na época da suspensão esses remédios ja estavam no mercado há 52 anos e era dessa forma que, nós médicos especialistas, conseguíamos manter nossos pacientes estáveis. Esse era o tripé que viabilizava o tratamento adequado à doença tão grave: Medicamentos + Reeducação alimentar + Exercícios físicos.
    Desde que houve a resolução suspendendo os moderadores de apetite, a vida de uma pessoa gorda que já não era agradável, passou a ser um tormento. Muitos deixaram de andar, outros de exercer suas atividades básicas de higiene pessoal, outros que ainda não eram diabéticos ou hipertensos, passaram a ser, os que tinham condições financeiras foram submetidos a cirurgias bariátricas, causando por sua vez outros transtornos, pois além de não ser um procedimento barato, nem simples, muitos não sobreviveram ao ato operatório ou mesmo ao pós operatório.
    Em 24 anos trabalhando o dia inteiro com obesos, senti, que retiraram das minhas mãos, qualquer saída que pudesse me fazer ajudar essas pessoas a ter uma vida com mais dignidade e amor próprio.
    Os medicamentos que tentamos usar, para substituir os antigos, que sempre davam certo, só trouxeram mais problemas, não eram específicos para a doença, apresentam um custo extremamente elevado e nem assim tivemos resultados motivadores, eu tentei todas as substancias possíveis em muitos pacientes e não vi resultado algum. A realidade é uma, não ha nada no mercado que possamos prescrever, que realmente vá ajudar alguém com esta patologia.
    Eu, sou uma simples médica, pedindo à voces com toda humildade que ajudem essas pessoas, que já sofrem tanto, que deixem que Eles tenham uma vida mais longa e menos sofrida, votando SIM, para a volta dos moderadores de apetite. Eles tem direito a serem tratados e não há, podem acreditar, motivo algum, que justifique a suspensão desses remédios e o que todos esses milhoes de brasileiros tem sofrido por essa medida.
    Muito obrigada pela sua atenção.
    Dra Maria Candida Anthero Fernandes. CRM 64373- SP.

    ResponderExcluir
  34. obesidade é doença crônica e quem deve escolher o que o doente deve tomar é seu medico!! Temos direito a liberdade de tratamento!Politica_Estilo

    ResponderExcluir
  35. Anvisa Corrupta em nome da Saúde tira a Saúde do Brasileiro.
    Ignorando toda Classe Médica Endócrino, ANVISA sugere que a mesma só tem interesses nos laboratórios.
    Obesidade é DOENÇA e necessita de Tratamento Medicamentoso.
    Proibir remédio ao cidadão que esta em tratamento sem endosso dos médicos além de antiético é CRIME !
    Se a preocupação fosse com a Saúde o SUS não seria essa vergonha matando mais que qualquer remédio. Sejamos honestos o SUS tem estrutura para o tratamento de todas as comorbidades relacionadas à Obesidade ?
    O Corrupto não rouba somente dinheiro. Rouba o futuro, sonhos, planos, alegrias, segurança, educação. Corrupção é CRIME HEDIONDO
    A pretexto de sermos tolerantes podemos estar sendo complacentes com atuações perversas.

    O Obeso deve ser tratado e não Condenado!

    ResponderExcluir
  36. Após a retirada do femproporex, anfepramona e mazindol das farmácias, o consumo de medicamentos 'off label' aumentou. E cresceu o número de pacientes que, sem tratamento adequado, ganharam peso. A obesidade, uma doença crônica que está virando uma epidemia no mundo todo, voltou a assombrar pacientes..

    ResponderExcluir
  37. BOA NOITE MESTRE SAKA
    Quero lhe agradecer, além do espaço o belo texto.
    Texto esse resumidamente de ótimo contexto., e eu como Medica Oncologista venho afirmar que OBESIDADE ajuda a desenvolver diversos tipos de Câncer.Nao há como não se revoltar com uma Instituição como a ANVISA que prega tantos cuidados mas não os faz. Rezo para que tudo termine a favor dos Obesos pois sei que todos tem famílias e filhos p criar.
    ABRAÇOS
    GRAZI

    ResponderExcluir
  38. Sou completamente a favor da volta dos anorexígenos sendo prescritos por médicos endócrinos e acompanhado pelos mesmos.
    Estou sendo prejudicada em minha saúde desde a retirada, pois estava em tratamento e tive que parar tudo. Atualmente estou com nódulos nos seios td por causa do ganho excessivo de peso. Sei tb que obesidade dependendo da pessoa e uma doença crônica sendo assim temos o direito a tratamento.ANVISA QUE FISCALIZE OS MEDICOS OS FABRICANTES e não fazer o que fez.Esse órgão e fiscalizador deveria exercer suas funções de fiscalizar e não de decisão sobre o paciente usar ou não...e principalmente n entrar em debate se o med. deve ou n ser fabricado.No meu entendimento o MINISTERIO DA SAUDE E ANVISA ESTAO CONTRA NOSSA constituição Art 06 e 196., sendo assim temos o direito de sermos ressarcidos por esses órgãos.
    Grata
    Vera

    ResponderExcluir
  39. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  40. Srs. (as), O grupo União pela volta dos inibidores, foi criado inicialmente com o objetivo de solicitar à liberação dos remédios para o tratamento de obesidade, no entanto, tornou-se um ambiente para troca de informações e Srs. (as), O grupo União pela volta dos inibidores, foi criado inicialmente com o objetivo de solicitar à liberação dos remédios para o tratamento de obesidade, no entanto, tornou-se um ambiente para troca de informações e desabafo das inúmeras pessoas que vem sofrendo com o rompimento brusco no tratamento de obesidade, após a proibição dos medicamentos pela ANVISA , causando imenso mal físico e psicológico, para que o Srs. (as) tenham noção da dimensão do sofrimento dessas pessoas, segue alguns depoimentos, entre tantos outros, postados em nosso grupo.

    Sarah Moura Estrela Triste... Há muito tempo, não choro tanto... Chorar de soluçar assim... E, o único lugar que me sinto à vontade pra expor-me tanto, é aqui!!! Não suporto isso mais,cheguei no meu limite e explodi hoje! Muita dor, aperto no coração...

    Lisandra Klug Sarah te juro minhas lagrimas caem em cima do meu not , triste ver s asituaçao de um ser humano neste ponto assim como voce muitas de nós também estamos .. nao é facil minha amiga mas tenha certeza que esta no fim esta tortura do inferno ! Te acalma da um tempo e descansa se for necessario nós fazemos um pouquiho a mais para suprir sua ausencia se preciso for , tomara que nao mas se precisares vamos entender pois ninguém é de ferro ta ! Mas voce nao esta só beijao !

    Kellen Galieta Sei bem oq vc esta sentindo, tds os dias sou recriminada pelas pessoas por deixar de sair para lugares, pois não consigo me aceitar da maneira que estou, não gosto que as pessoas me vejam gorda, logo eu que sempre fui tão vaidosa por ter emagrecido 40 kg, e hj estar assim servindo de chacota para as pessoas. Mas hj busco forças aki junto com vcs, tds os dias peço a Deus em minhas orações para que ele traga nossos remedios de volta para que eu possa voltar a viver, ja chorei mt. mas vamos conseguir, tenha fé amiga.....e conte sempre comigo...bjsss

    ResponderExcluir
  41. Janice Oliveira Farias Sei o que é isto.... eu tbm estava me sentindo mto mal.... melhorei um pouco, só um pouco.... mas a base de remédios que fazem mto mais mal que nossa medicação proibida... Isso que não consigo entender.... Tem tanto remédio aí que faz a gente melhorar de uma coisa e piorar de 10 e tudo bem... tudo perfeito... E como eles tiram do mercado uma medicação que em anos de uso nunca fez tão mal ..... é triste!!!!! Melhorando mas cheia de medicações e ainda infeliz....... FORÇA AMIGA!!! OS DIAS DE GLÓRIA ESTÃO CHEGANDO... SE DEUS QUIZER.... E NOSSOS POLÍTICOS MARAVILHOSOS....

    Suely Benetton Acredito que todas aqui sabem o que você está passando... Sei que falar força, logo vai acabar....não vai diminuir o teu sentimento/sofrimento, mas peço que exatamente neste momento quanto parece que você não tem forças e tudo está desmoronando... você se renove! Se preciso for chore, grite, fique brava, mas coloque para fora e jogue fora. Sarah Moura Estrela novos tempos se iniciam. Vamos! Unidas vamos chegar lá.

    Mel Santos Sarah estamos no mesmo espírito aguardando essa liberação está sendo horrível mesmo, parece uma tortura sem fim mas temos que nos ajudar. Te compreendo perfeitamente tá ruim demais mesmo nem olho mais no espelho , mas creio que vai passar... Tudo isso vai passar temos que crer nisso .

    Simone Nogueira Pires A tempo entro aqui,vejo o relato de voces,e nunca consigo desabafar, hoje senti vontade,ando muito triste, desanimada, deslocada, desiludida, desesperada, desencantada, quero meu corpo de volta nao aguento mais a imagem que meu espelho reflete e nem suportar o consolo das pessoas dizendo tem paciencia uma hora vc consegui,como???eu estou 20 kg acima do meu peso,meu corpo dói,meu joelho dói,desenvolvi pré diabetes,colesterol alto, tireoide, to toda ferrada,minha coluna nao me permite frequentar uma academia,o ar q respiro me engorda,e ninguem descobre como me ajudar ja fui em endocrinos escuto a mesma ladainha,ja procurei nutricionista quase matam a gente de fome,e dizem voces estao acostumadas a se drogarem e a tudo muito facil,ja nem sei mais o q fazer me sinto fraca,triste sem animo pra continuar...

    ResponderExcluir
  42. Valkiria Figueroa Meninas eu tbm me sinto asim triste as vezes choro muito pelo oq vejo no espelho , eu vou pra aula de airobica e fico la traz com vergonha de me ver no espelho sei bem como vc se sente , mais tenha fé logo nossos remédios vao estar liberados e todas nos vamos ser felizes novamente...

    Rita Kiefer Bom dia meninas...Hoje, eu que estou triste, chorando, desanimada... Nunca dei meu depoimento aqui, mas vendo vocês falarem e o jeito que estou me sentindo hoje...resolvi falar...Sinto que perdi 2 anos da minha vida...como se o tempo tivesse parado. Dois anos sem ânimo...em cima de uma cama...sem forças...Tomo o femproporex para depressão a mais de 20 anos...Nesses dois anos, além da depressão, me apareceu todo tipo de doença física. Já fiquei internada por 2 vezes...fizeram todos os exames e saí de lá com o diagnóstico de depressão. (e colesterol alto).Tbm sou motivo de chacota nesses 2 anos, pois as pessoas acham que fico em cima da cama pq quero...por preguiça.Estou desacreditada no meu emprego...pq levo um atestado atrás do outro...marco perícia no INSS...(vivo faltando...estou prestes a perder o emprego)Sou arquiteta e fazia muitos projetos...TODO mundo daqui onde moro queria fazer seus projetos comigo (pq sou boa no que faço)....Ou melhor...fazia...pq agora nem projeto de arquitetura consigo fazer mais. (ganhava bem, pq isso era um extra e cada projeto que eu fazia, eu ganhava mais que meu salário da prefeitura). E fazia um por dia...Com isso, meu padrão de vida caiu..."os amigos" se afastaram de mim. Hoje não tenho dinheiro para nada (antes sobrava), hoje passo por necessidades. Ainda por cima, até meus familiares não acreditam mais em mim...deixei de ser motivo de ORGULHO, para ser motivo de VERGONHA.Me veem como uma fraca, que está perdendo tinha conquistado.Outras pessoas, estão se aproveitando da minha situação de desgaste emocional, para me humilharem, me ofenderem, me diminuírem mais ainda.Hoje sou desacreditada. Me acham louca, desiquilibrada...Meu médico me deu um laudo e pediu para eu entregar ao meu chefe da prefeitura e andar com ele na bolsa. O Laudo diz que “NÃO POSSO ME SUBMETER A SITUAÇÕES DE STRESS EMOCIONAL”. Pergunto a vocês: Como faço isso numa situação dessas? Se até meus colegas de trabalho, só sabem me humilhar e rir de mim? Se meus familiares não acreditam mais na minha recuperação?Será que um dia a ANVISA, vai devolver a minha vida e tudo que perdi?Fico me perguntando: Será que até o reveillon , estarei com meu medicamento? Terei minha vida de volta, para começar um ano ovo do zero?Tenho que parar, pq as lágrimas não estão me deixando enxergar mais o que estou escrevendo...obrigada a todas...

    Kellen Galieta Rita Kiefer, sei que tudo que eu fale a vc, não chega perto de sua dor, mas tb passo por isso, venho trabalhar pq não tenho outra opção pq se pudesse ficaria dentro de casa, para ninguem me ver...Minhas roupas perdi todas pq vestia 38, e agora so Deus sabe qt estou vestindo pq so uso calça legging, mas tenha força amiga....todos os dias qd eu acordo peço a Deus que não me deixe sozinha, que me ajude a passar por isso, que me devolva minha vida, e sei que ele esta nos ouvindo, a prova disso, são as vitorias conquistadas a cada dia....E em nome de Jesus tenho FÉ que tudo vai passar....tenha tb querida.....se segure em Deus peça a ele forças.....tenho certeza que ele te confortará....E se precisar conversar pois sei que as vezes não temos ninguem pode me chamar no face, sera um prazer ser seu ombro amigo. Um enorme bj!!!!

    ResponderExcluir
  43. Rosemeire Barcos Rita Kiefer, seu depo é muito forte mesmo. Tudo isso mostra como somos todas iguais, uma levantando a outra. Menina, pelo que vi vc é uma artista, nasceu assim, e vc terá sua vida de volta, vamos continuar lutando para isso.

    Vanessa Jesuino Rita Kiefer só quem passa sabe realmente, porque pra quem não passa, dizem que somos sem vergonhas, somos gordas por opção e depressão é pra quem quer... temos que usar essas crueldades para nos impulsionar, mesmo sendo difícil, nos fortalecer com a dor... nós vamos sair dessa, temos que sair dessa...Deus não dá a dor pra quem não pode suportar!!!

    Gabriela Barreto Que companhia maravilhosa Dr.João. É uma realidade cruel. Ainda me lembro do semblante desfalecido da minha médica que me ajudou a perder tanto peso com a anfepramona, quando perguntei: Dra. e se esse tbm não funcionar? Ela respondeu: Gabriela, tem que funcionar. Senão, não tenho mais nada para te dar, infelizmente. Desde lá... enfim, todo mundo ja sabe o desfecho dessa história.

    Tania Regina Coppini Mattos Eu também sou, sou Educadora Física também, Personal, preservo a saúde e a qualidade de vida. Os medicamentos são importantes e imprescindíveis, a muitos dos pacientes e dos alunos. Hipocrisia de quem diz contrário! O número de lesões é grande , em função de passarem treino inadequado as condições físicas dos alunos, para perderem peso, e se mostrarem profissionais de resultados.

    Danny Diogoo Depois de dois anos sem meus medicamentos, engordei 35 kg, não tenho mais vida social, me tornei hipertensa, diabética, além de ter agravada minha atividade reumática, então agradeço a Anvisa por estar hj com 110kg e com minha saúde totalmente abalada!

    Monica Alves Loira Quero mh vida mh felicidade de volta, anfepramona nunca me fez mal mt pelo contrário me deu uma nova vida onde eu podia olhar para uma vitrine e pedir uma peça de roupas sem necessidades de provar, th vontade de sair com a familia pra tds lugares, trabalhava feliz pois th disposição, agora além de.estar acabando cmg em tds.os sentidos esta afetando mh convivência com a família, enfimmmm não vivo mais só deitada sem vontade de fazer nada nada .

    ResponderExcluir
  44. Francis Ricci MEU SINCERO DEPOIMENTO. nunca me senti tão feliz, tão disposta e centrada a realizar minhas obrigações como profissional, esposa e mãe, o medicamento anfepramona me dava vida e o melhor de tudo, saude e real disposição, dormia o suficiente e tinha conseguido me livrar da maldita hipertensão, colesterol e trigliceris, agora depois de 35 kilos mais pesada meus problemas de saude voltaram, minha saude sumui, minha auto estima tbm, garanto e toda minha familia assina embaixo, os medicamentos tomados de forma necessária e responsável só nos traz reais beneficios....por favor devolvam minha vida de volta e o meu direito de autonomia sobre minha saude e o meu direito de ser SIMPLESMENTE FELIZ........

    Fernanda Aro Estou depressiva, triste e desanimada... Estou fazendo dieta e academia mas sem os medicamentos é tudo em vão... tenho direito de me tratar dignamente!!! Sou cidadã e principalmente eleitora...
    Iara Duarte Depois de dois anos sem medicação engordei 30kg vou para a academia + quando chego da academia minha votande de comer é maior sem medicação não consigo controlar minha ansiedade ,acabo de almoçar e procuro doce ,acabo de comer doce logo quero outra coisa e assim minha vida esta ,acima do peso com os juelhos todo estourado ,com meu peso já cai varias vezes ,minha alto estima esta la embaixo ,quando saio fico com falta de ar e cada dia que fico sem minha anfepramona sinto que um pedoço de mim esta morrendo ,meu coração vive acelerado não aguento mais

    Cibele Cabrini Engordei 28 kg sem o femproporex. Fui a nutricionista, mudei minha alimentação, fiz academia, tomei ansiolítico, porém, nada disso adiantou. Não tenho vontade de sair de casa mais. Fiquei hipertensa, meu colesterol e triglicérides estão altíssimos. Todos esses problemas não existiam quando eu usava a medicação. Em suma, nos privaram de um medicamento que realmente funcionava e nos deixava saudáveis com um discurso MENTIROSO de que era algo perigoso. MENTIRA. Femproporex nunca me fez mal, só tenho a agradecer a esse remédio.

    Elzilene De O Barros Leite Já fui muito feliz em minha vida. Tinha um endócrino muito profissional e competente, más ai veio a desgraça de minha vida: ANVISA!!! Os medicamentos que eu tomava eram receitado por um profissiona competente, ele sabia o que estava fazendo, mas a ANVISA nos tirou este direito de..."ser saúdavel e feliz". Os medicamentos tomados de forma correta e receitados por um profíssional competente, só nos trás real benefícios para nossa saúde! Por favor me devolva meus medicamentos....sei que é direito meu, pois eles são pagos por mim....as vezes em muitas parcelas....más sou eu quem pago! Quero somente o direito de poder comprar, sem ter que recorrer ao mercado negro e levar um golpe!

    ResponderExcluir
  45. Luciana Moeller Farias engordei 10 kg em 2 anos, como moderadamente, faço exercícios...e aì? Nada muda, o peso continua lá, eu depressiva ...a anfepramona me fazia bem, pois era assessorada por ótimos profissionais da saúde,...devo a Anvisa este tumulto que virou minha vida.

    Cida Valente de Paiva engordei 20 Kg me sinto desmotivada........já comprei medicamentos no mercado negro e levei golpe, por favor acorda Anvisa!

    Verlany Porto estou completamente deprimida , todo laxante diurético, me sinto cansada devido os medicamentos que tomo para dormir ,para ansiedade, como sem parar e depois provoco vomito , com isto tenho uma ferida no estomago além de uma infecção da urina ,tenho muito mais para contar minha vida acabou, antes era só manter o meu tratamento com anfepramonas que nada disso acontecia. Será que mais pessoas tem morrer para poder liberar o nosso medicamento ,Por favor não suporto mais.

    Elza Santana engordei 20 kg em 2 anos , eu me sinto deprimida e com dores nas pernas e coluna, fora o colesterol. Quero minha vida de volta.
    Helena Castro Neves Presado Sr.Dept Relator, somos milhões brasileiros, q sempre fizeram seus tratamentos c/ remédios corretamente prescritos por médicos. E bruscamente, nos proibiram de continuar c/ o nosso tratamento. A maioria, na qual me incluo ,engordou mais 30 kg. PRECISAMOS DA SUA AJUDA! NÓS ,NOSSOS FAMILIARES E AMIGOS Q ACOMPANHAM O NOSSO SOFRIMENTO. SEREMOS GRATOS AO Sr. E SABEREMOS, RETRIBUIR, O SEU APOIO, NA HORA CERTA.
    Simone Marcianezi Engordei 10 kg em 2 anos e cheia de problemas de coluna ,devido o aumento do peso!!!!!! São milhares de brasileiros fazendo uso de OFF-LABEL,sem o direito de continuarmos nosso tratamento com profissionais qualificados e responsáveis nas suas prescrições .SRS DEPUTADOS OBSERVEM COM ATENÇÃO O APELO DE MILHÕES DE BRASILEIROS QUE SOFREM COM A OBESIDADE. ESTA JÁ É TRATADA COMO DOENÇA ............

    Jana Rocha Sempre tomei anfepramona, não me davam efeitos colaterais nenhum,fazia academia junto,pois o remédio me dava um ânimo enorme após um dia de trabalho intenso,junto moderava meu apetite,vivia uma vida feliz,desde a proibição são 20 quilos a mais,não faço mais academia,pois não tenho mais ânimo,juntando a fome enorme que me dá quando volto dela,estou com problema na ciática devido ao excesso de peso,autoestima lá embaixo, já passei com vários endocrinologistas aqui em São Paulo, na região da Lapa, que já me prescreveram como uma pessoa ansiosa, que precisa de tratamento, já tomei subtramina (me deu uma depressão enorme,desânimo),bupropriona (estava virando um zumbi,sem dormir)e topiramato (fiquei lesada, sem memória e tremendo o tempo todo),mas passei muito mal com todos,então peço que vocês liberem os remédios,anfepramona e fenproporex,para voltarmos a ter vida,sem problemas de saúde e para sermos felizes novamente !!!!

    ResponderExcluir
  46. Gabriela Barreto Anfepramona bruta e irresponsavelmente tirada no periodo mais importante do meu emagrecimento, que é a manutenção. Nunca senti nenhum efeito colateral. Foi quem me salvou da depressão e me devolveu a vida em sociedade após me ajudar a perder 56 kilos. Infelizmente, minha médica e eu depois de tentar varios outros medicamentos após a proibição não tivemos sucesso. Resultado: ganhei novos 30 kgs. Isso é doença. Pq só a nossa não pode ser tratada? Medicamentos existem e irresponsabilidade tem limite. Quem entende de medicamento é MEDICO.

    Lisandra Klug Usuaria de anfepramona durante 21 anos com acompanhamento médico e exames anualmente com ótimos resultados . Porém hoje estou com 28 kg acima do peso diabetica , hipertensa e mensalmente tenho candidiase tudo por estar sem a minha medicaçao .Inaceitavel a maneira e o desrrespeito com os obesos pois somos doentes cronicos e NECESSITAMOS de medicaçao eficaz .

    Maria De Lourdes Cunha FAÇO TRATAMENTO COM O DR. JOAO DESDE 1989, E NUNCA TIVE NEM UM PROBLEMA COM A ANFEPRAMONA E O FENPROPOREX SEMPRE ME AJUDARÃO A MANTER O PESO E A SAÚDE. DEPOIS DA PROIBIÇÃO ENGORDEI 20 KILOS E AGORA ESTOU SOFRENDO COM A GLICOSE ALTA, PRESSÃO ALTA, COLESTEROL ALTO ENFIM MINHA VIDA VIROU TOMAR UMA INFINIDADE DE MEDICAMENTOS QUE SEI ESTÃO ME FAZENDO MAIS MAL DO BEM. SEM CONTAR A PARTE EMOCIONAL QUE FOI LÁ PRA BAIXO JUNTO COM A MINHA AUTOESTIMA . POR FAVOR DEVOLVAM NOSSOS MEDICAMENTOS

    Alessandra Manzoni tomei durante 10 anos e nunca me fez mal nem tinha efeito colateral nenhum...hoje 30 kilos mais gorda,pressao alta,diabetes sem contar a depressão

    Toninha Rodrigues Tenho problema sério de ansiedade e mau funcionamento glandular. Usei anfepramona durante 20 anos e um ano e meio sem o medicamento foi suficiente para engordar mais de 20 quilos, com sequelas ortopédicas, emocionais e metabólicas... Enquanto utilizava o remédio, não tinha nada disso. Atualmente, nem fazer atividade física posso direito, devido os problemas de articulação e pressão arterial..

    Marcela Araújo Pimenta Como médica nutróloga, sei que a obesidade é uma doença crônica. Nem todos os pacientes conseguem perder peso apenas com dieta e atividade física e, para estes, os medicamentos estavam bem indicados. Com a proibição muitos pacientes que antes estavam com a doença controlada, agora estão diabéticos e hipertensos. Sou a favor dos inibidores de apetite, pois são eficazes e seguros

    Ariene Helena Querida Anvisa, Sabia Que Por Sua Causa Eu Não Respiro Mais? Eu Uso 7 Vidros De Remédio Para Desentupir Meu Nariz Por Semana, Porque Fico Sufocada. Já Fiz Vários Exames E Não Acusa Nada, Sabe Porque Porque O Peso É O Vilão Que Me Roubou O Direito De Respirar E Vocês O Comparsa Dele Que Me Roubou O Direito De Me Tratar. O Remédio Que Eu Uso Custa R$ 15,50 Na Promoção, Ou Seja 15,50 X 30 = 465,00 Só Pra Respirar. Só Não Vou Colocar O Nome Do Remédio Porque É Bem Capaz De Vocês Proibirem Ele Também Só Pra Eu Morrer Mais Rápido Né, E Eu Quero Viver. Mesmo Que Seja Pra Viver Triste, Desanimada, Desmotivada. Tô Precisando No Momento De Uma "Bolsa Remédio De Desentupir Nariz"
    Claudia Costa Durante 3 décadas o femproporex me ajudou a manter meu peso e demais problemas de saúde! tudo isso sob orientação e supervisão de endocrinologistas. Hoje, com 25 quilos a mais, após a proibição da fabricação e comercialização do femproporex, anfepramona e mazindol sofro além so peso com problemas de impertenção, colesterol e pré diabete. Tomei sibutramina por quase um ano, combinada com dieta e exercícios físicos. Minha endocrinologista pediu para eu parar de tomar pois sou parte do grupo que esta medicação não faz nenhum efeito. Fazer o que....estou empenhada com o retorno do fenproporex...só ele pra eu voltar a ser feliz!

    ResponderExcluir
  47. Apresentarei Pra Vocês Agora,O Gordo! Prazer Eu Sou O Gordo, Aquele Que Todo Mundo Ri, Aquele Que Está Presente Nas Melhores Piadas, Aquele Que Entala Na Roleta Do Ônibus, Aquele Que Chega Na Loja E A Vendedora Fala” Não Tem Pro Seu Tamanho” . Aquele Que Quando Senta Em Cadeiras De Plástico Tem Q Colocar 2 Pra Não Arreganhar As Pernas E Te Dá Um Baita tombo. Aquela Que Sempre Houve As Pessoas Falarem:” Você É Gordinha, Mais Tem Um Rosto Lindo”, Mais Na Nossa Concepção É A Mesma Coisa Que Ouvir “Você Tem Um Rosto Lindo, Pena Que É Estragada” Aquele Que É Apontado Na Praia Como Bizarro,Aquele Que Tem As Pernas Estilo Mapa Hidrográfico, Cheio De Vasos, Varizes. Prazer Sou Aquele Que Perde Vaga De Emprego Pros Magros, Sou Aquele Que Na Academia Sai Igual Ao Um Pimentão, Fica Roxo, Laranja, Fica Tudo Menos Magro. Sou Aquele Que Coloca 3 Palmos De Língua Pra Fora Quando Dá Uma Mini-Corridinha Pra Pega Uma Condução. Aquela Que Tem Q Ser Gente Boa Com Todo Mundo, Forçando Simpatia, Porque Se Você Não For Extremamente Simpático Com O Mundo O Pessoal Todo Fala, Olha Lá Gorda E Ainda Por Cima Nojenta” Ser Gordo Não É Safadeza, Eu Não Gosto De Ser Gorda. E Tem Magro Que Come O Dia Todo O Dia Inteiro E É Magro. Então Não Me Venha Colocar A Culpa. Os Fumantes Conseguiram O Direito Do Tratamento, E Tratamento Gratuito. Porque Nós Não Podemos Ter O Nosso Direito De Tratamento Tbm? Tenho Dor Nas Pernas, Dor Na Coluna, Nos Pés. Salto Alto, Nem Me Atrevo Mais, Coitado Dos Meus Pés Tenho Dó Deles. Remédios Viciam? Ohhhhhhh, Então Tem Que Fechar Todos Os Bares, E Proibir Venda De Bebida Alcoólica, Até Porque Tudo De Errado No Mundo Começa Pela Bebida Alcoólica Que Tira As Pessoas De Si Próprio. É A Pior Droga! Dai Que Vem A Maioria De Todos Os Crimes. Agora Vem Cá, Se Eu Quero Ficar Mais Bonita Pra Mim, Pro Meu Marido, Pra Minha Família, E Pro Mundo, Qual É O Problema??? Problema Se Eu Tivesse Dependente De Crack, E Cocaína, Ai Constituição Não Resolve Né... Tá Mais Droga É Crime, Hãmram Sei Sei, Mais O Abençoado É Pego Em Uma Situação Suspeita, Ai Tá ... É Revistado Pegam Um Pó De 50 Com Ele.... Mais É Pouquinho... Ele Vai Pra delegacia, Quando Vão, E No Máximo É Tachado Como Usuário, Qual É Crime? Não Teve A Quantidade De É Pouca. Tá Liberado brother, Tranquilo ,Tudo Certinho, Vai Na Paz! Marido Que Espanca A Mulher, Bate Nos Filhos, Mata O Vizinho, Dá Facada, Dá Tiro. TÁ PERDOADO, Porque Estava Sobre O Efeito Do Álcool. E A Mulher Que Quer Se Cuidar Não Pode??? Poupe-Me Né. O Que Mata, O Que Destrói É Álcool, É Droga. Vamos Lá, A Cada 50 Pessoas Que Eu Conheço Pelo Menos 35 Bebem, Nem Que Seja Socialmente....

    ResponderExcluir
  48. Mais Mesmo Socialmente Dirigem Bêbedas, Brigam , Se Tornam Fortes, Sábias! A Cada 50 Pessoas Que Eu Conheço Nem 2 Tomaram Remédios. E Dessas 2 Tenho Certeza Que Não Cometeram Nenhum Delito Sob Os Efeitos Dos Remédios. Eu Nunca Vi Casamento Acabar Porque A Esposa Tava Magra De Mais, Tava Esbelta De Mais. Mais Já Vi Acabar Porque O Marido Chegava Todo Dia Bêbado, Porque O Marido Usava Droga, Batia Na Esposa, Judiava Da Família Toda, Isso Sim É Grave, Gravíssimo Por Sinal. Então Para Alcoolizar-Se As Pessoas Tem Livre Direito! Então Pro Uso Do Medicamento Também Tem Q Ser Igual!!! Toma Quem Quer,Quem Acha Que Tem Que Tomar. E Outra Coisa, Agente Não Toma De Orelhada Não, Agente Vai No médico Tem Acompanhamento, Faz Exame. Deixa Agente Ser Feliz Que Agente Não Está Destruindo A Vida De Ninguém, Muito Ao Contrário Estamos Fazendo Bem Pra Nós E Pra Quem Nos Ama! Pra Beber O Cara Não Precisa De Receita, Não Precisa De Médico, Só Precisa De Autorização Do Capetinha. Cachaça É Fácil De Encontrar Em Qualquer Esquina,Tem De Várias Marcas E É Beeem Barato, E Também Não Podemos Deixar De Dizer Que É TOTALMENTE LEGAL Dentro Da Lei. Nossos Remédios Não, Eles São Os Vilões. Vão Colocar Banca Pra Cima De Bandido, Vão Proibir E Reprimir O Que Realmente Precisa. Será que depois dessas humilhações que acabamos de nos submeter tem como vocês nos devolverem a Nossa vida?Prazer A Gorda Da Vez Sou Eu Ariene Helena, A Sociedade Fez Questão De Me Excluir, E Vocês Senadores? Vão Me Ajudar Ou Me Excluir Também?

    Vanessa Jesuino Estava com sobrepeso e depois de muitas dietas sem sucesso, o endocrinologista me passou uma fórmula com Anfepramona, emagreci e fiquei com o peso normal, em 2011 engravidei e ganhei 25 kg nesta gestação e até hoje só engordo e com a proibição das anfetaminas, estou tentando perder peso de outras formas, mas sem sucesso, tenho vários problemas, emocionais, nas costas, pernas, não estou conseguindo nem oprtunidades de emprego deste tamanho, faço a entrevista, preencho todos os requisitos, mas nunca dá certo, o preconceito existe e infelizmente não está só na novela das 21 hs! Precisamos de ajuda, precisamos resgatar nossas vidas, ter auto-estima e acima de tudo, dignidade... pedimos apenas o auxílio dos inibidores de apetite para termos uma melhor qualidade de vida

    ResponderExcluir
  49. Luciana Alves Durante 20 anos tomei anfepramona e femproporex e emagreci 45 kg. Tudo com acompanhamento médico. Todos os meus exames estavam excelentes. Agora ha engordei os 45 kg novamente e sou a pessoa mais infeliz desse mundo. Eu e meu médico ja tentamos de td e nasa adiantou. Por isso eu suplico pela volta da anfepramona e femproporex.

    Renata Rodrigues Fazia tratamento com acompanhamento médico com endocrinologista tomava Dualid´s 75 mg e não tive a oportunidade de finalizar o tratamento pois houve a proibição do mesmo obtive ótimos resultados, não tinha nenhum efeito colateral, hj me encontro com baixa estima , tive problemas de depressão e problemas na Tireoide peço q a mesma seja votada sem emendadas o mais rápido possível pois essa ausência de medicação (proibição) pra mim não é justificável e a falta de outra opção eficaz de tratamento nos deixou totalmente sem opção e a espera de 2 anos está agoniante para todos nós !!!o

    Suzana Falango Estou 20 quilos acima do meu peso normal por conta de uma interrupção no tratamento que eu fazia com o medicamento anfepramona. Nunca esse medicamento me fez mal, o que está me deixando mal,e muuuuuuuito é a falta dele, afinal estou sem auto estima e sem vontade nenhuma de fazer nada. Medicamento é um direito nosso, cabe a nós mesmos decidirmos o que nos faz bem ou não!!

    Elaine Siqueira Durante anos tomei meus medicamentos e vivia saudável, feliz e de bem comigo mesma. De repente nos tiraram tudo. Engordei quase 30 quilos, sabe oque significa 30 quilos?? pois é, sinto dores terríveis nas pernas, minha pressão está alta, quase sem disposição para nada, e oque é pior, estima lá embaixo. POR FAVOR< NOS DEVOLVAM NOSSAS VIDAS!!!!NÃO HÁ MAIS COMO ESPERAR !

    Lourdes Maria Dos Santos estou com 32kl a mais com corurgia coluna (pinos etc)hipertensa compulsâo alimentar preciso dos medicamentos p continuar viva cuidar dos meus FILHOS trigemeos queriA sabet cm um obeso vai enfrentar bariatrica?hipertenso diabetico correndo tds riscos DEVOLVAM NOSSOS REMEDIOS CHEGA DE MORTES NO PRÉ OPERATORIO Q É LONGOOOO SÂO ANOS ESPERA E NO PÓS OPERATÓRIO COM MIL RISCOS ENTÂO CHEGA D DISCRIMINAÇÂO E ASSASSINATO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acrescentando mto obrigada por esse espaço.abençoe em dobro nosso anjo da guarda MARKITO DE SOUZA.OBESIDADE É A PIOR DOENÇA FICAMOS EXPOSTOS A TDO MAL.TDAS DOENÇAS O MEDICO MANDA EMAGRECER.NINGUEM NOS ENTENDE A NÂO SER QUEM ESTUDOU P ISSO OU NÓS AS VITIMAS.A MIDIA TRATA COMO COISA BANAL UMA DAS DOENÇAS Q MAIS MATA PARA ANVISA OFF LABEL E MERCADO NEGRO SÂO NORMAIS MSM COM DOENTES E FAMILIARES DESESPERADOS SENDO ENGANADOS E TOMANDO SÓ DEUS SABE O Q TEM NAS CAPSULAS.AGORA DEP.MARCELO ALMEIDA QUERENDO EMBARGAR PL 2431 ELE É ELITE NÃO GOSTA DO POVO NEM TWITTER E FACE TEM.O Q FAZ NA POLITICA SE NÃO OUVE O POVO? PRECISAMOS DE AJUDA URGENTE COMPLICAÇÓES OBESIDADE LEVANDO MTOS A ÓBITO ESPERAR MAIS ? URGENCIA.

      Excluir
  50. Ana Mauad Da Cruz Fiz o tratamento desde os meu 15ano, com 21 ja estava com meu peso estabilizado e so fazia manutenção . Quando engravidei engordei muito e depois de nove meses engravidei de novo. Voltei a fazer o tratamento e emagrci 15 quilos faltava muito ainda masentão proibiram o meu tratamento e eu regredi. Hoje aos 30 temos pela minha saúde ja que tenho um histórico familiar de diabetes,hipertensão e problema vascular. Lamento que pense que nosso problema não deva ser tratado com doença . So nós sabemos como é triste se olhar no espelho e se sentir deformada. Dormir e acordar sabendo que estamos adoecendo e que ninguém olha por nós . Peço que nos ouçam e apoiem a nossa causa. Só. Pedimos o direito à viver dignamente.

    Priscila Azevedo Bacco E quem vai cuidar, educar e amar meu filho quando eu morrer???Pois esse é meu futuro! com 35 anos encaro a morte como realidade... A ANVISA proibiu o único medicamento eficaz contra a OBESIDADE...contrariando a opinião médica e sem questionar qualquer autoridade no assunto foi lá e ARBITRARIAMENTE PROIBIU! e agora??? engordei quase 20 kg desde então porém tenho uma síndrome metabólica que só conseguia ser controlada com os inibidores..a Dislipidemia... Triglicérides 1.395 qdo o normal seria 200 e diaberes altíssima+ colesterol! É pra assustar???? SIM!!! pois tenho um filho lindo, maravilhoso que LUTEI 4 anos seguidos com tratamentos para fertilidade para conseguir concebê-lo e agora???? vou deixa-lo sem mãe??? MINHA VIDA É DE TOTAL DESCONTENTAMENTO! não saio de casa, pois estou depressiva, as roupas não servem,enfim...CHEGA A DOER CAMINHAR...pois o corpo pesa,não tenho mais fôlego pra nada!A ANVISA ACABOU COM A MINHA DIGNIDADE,só estou viva ainda pelo meu filho! E assim como eu existem milhões de BRASILEIROS, CIDADÃOS,HONESTOS,CONTRIBUINTES E ACIMA DE TUDO ELEITORES que foram desrespeitados e HUMILHADOS por esse Orgão chamado ANVISA presidido por uma pessoa tão vil e despreparada como DIRCEU BARBANO! ele rí da nossa cara e qdo o questionamos sobre os medicamentos disse que esse assunto está encerrado!!! COMO ASSIM???????? Não somo pessoas sem caráter...temos uma doença e gravíssima que é a OBESIDADE! compulsão alimentar não é senvergonhice...ninguém é gordo porque quer! é DOENÇA!!!! e de alta complexidade! Pedimos que nos ajude com a PL 2431/11 ! não deixem que os obesos morram ! EU PRECISO VER MEU FILHO CRESCER! SER PRESENTE NA VIDA DELE! PELO AMOR DE DEUS...NÃO DEIXE QUE A ANVISA TIRE ESSE DIREITO QUE EU TENHO ...QUE É O DE VIVER COM DIGNIDADE ! Espero que nos ajudem! se tentarem já serei eternamente grata!

    Jeane Knust fiz tratamento por mais de 10 anos, me mantive no peso que queria,me sentia bem, com a proibição engordei 27 kg e vivo em uma contante briga com a balança,estou com pressão alta, refluxo e apneia, hoje faço apenas tratamentos para os efeitos da obesidade porque me foi tirado o direito de tratar minha verdadeira doença - a Obesidade.


    Moni S Silveira Estou 25 quilos acima do peso, depois da proibição ja tentei de tudo.Hj faço academia com muita dificuldade pois tenho arritimia devido ao peso,volto pra casa muito depressiva, pois não consigo acompanhar as outras, mas mesmo assim o peso não abaixa, faço terapia para mudar meu comportamento com a comida mas não adianta.Antes fazia tratamento com Anfepramona , e era maravilhoso, nunca me senti mal, pelo contrario me dava animo pois sabia que resolveria meus problemas, o colesterol alto, a fadiga que é insuportável, estou hipertensa hj mesmo passei mal. Qdo tem algum evento quero me enfiar num buraco, preferia morrer a ir para uma festa onde todos são magros e ficam reparando e comentando do quanto estou gorda.É HORRÍVEL É TORTURA

    ResponderExcluir
  51. Mel Santos EU ESTOU DESESPERADA GANHANDO MUITO PESO (32 KG GANHOS ) E MINHA SAÚDE ESTÁ PÉSSIMA, TENHO UMA FILHA DE 4 ANOS E EU NEM CONSIGO BRINCAR COM ELA, POIS O PESO ME IMPEDE DE ACOMPANHAR O SEU PIQUE. EU PODERIA AQUI RELATAR INÚMEROS PROBLEMAS CAUSADOS PELA INTERRUPÇÃO DO MEU TRATAMENTO COM A ANFEPRAMONA MAS DEIXANDO DE LADO AS INÚMERAS LAMENTAÇÕES AS QUAIS MINHA VIDA SE RESUMIRAM, APENAS DEIXO O PEDIDO DE UMA MULHER QUE CHEGOU NO SEU LIMITE , POR TER PERDIDO TUDO QUE CONSIDERO ESSENCIAL PARA UMA VIDA SAUDÁVEL E FELIZ.

    Aline Lopes Fiz tratamento para obesidade com 25 anos, meu peso estabilizou, fazia manutençao, era feliz.. não tinha doenças decorrentes da obesidade e muito menos depressão. Logo depois da proibiçao começaram meus problemas. Engordei, estou com depressão, estou com pressão alta. Eu que antes, através do tratamento com medicamentos conseguia ficar com 60 kg e com uma vida ativa e social, hoje estou sem meu tratamento, sem os meus medicamentos e com 92 kg. Não me tiraram só o remedio, tiraram minha vida social, minha vida conjugal, meus sonhos e auto-estima. Arrancaram de mim minha chance de me sentir bem, minha ajuda e com isso os meus sonhos. Hoje tenho 29 anos sem meus medicamentos, hipertensa, depressiva,baixo auto estima e UM FILHO QUE ME PEDE TODOS OS DIAS PARA PARAR DE CHORAR.

    Renata Rodrigues Meninas estou aqui pra fazer um desabafo ...estou sentindo que estou entrando novamente em depressão...Já a 3 dias tenho passado meus dias chorando e mais na cama dormindo que qualquer coisa...Tudo porque a ANVISA DESTRUIU minha vida meus sonhos meus projetos minha vida e a cada dia que se passa fica mais difícil de ser recuperada

    Brasilina Araujo Rocha Usava ANFEPRAMONA ha mais de 1 ano, me sentia muito bem, hoje estou com 20kg a mais,sem roupas pra vestir, sem vontade de sair, com hipertensão, tendinite no tornozelo por causa do peso e o pior que não consigo perder nem uma grama com dietas. Ja fui em vários médicos, comprei remédio do Paraguai, que nada adiantou, levei calote na internet e me sinto hoje muito triste por não poder tomar um remédio que me fazia bem. Pago todos os meus impostos em dia, exerço minha cidadania quando convocada e nem o direito de tomar o remédio que eu quero eu tenho!!!!!SOCORRO!!!!!ALGUEM NOS AJUDE POR FAVOR!!!

    ResponderExcluir
  52. Nadia Mathias eu estou muito acima do meu peço e nada me faz emagrecer , faço academia todos os dias ja tentei de tudo , e não é por falta de vontade (quem não tem vontade de ser magra e com saúde e com a alto estima la em cima ??) obesidade é doença e com ela vem muitas outras estou com risco de diabete pra mim é muito angustiante isso , erra uma menina feliz mais hoje só vivo triste e chorando nem se quer olhar no espelho eu olho de vergonha de mim própria... odeio sair de casa Pois erra uma menina magra e feliz , hoje em dia todo mundo me fala ``NOSSA COMO VOCÊ ENGORDO´´ Isso é muito triste só quem passa por isso sabe ... hoje em dia a unica coisa que me anima é a esperança da volta desse tratamento ...

    Cida Valente de Paiva perdi a vontade de me arrumar a vontade de sair estou com insonia,dores no corpo devido o peso....só não perdi a fé,por que sei que alguem deve ter conciecia e ter uma posição favoravel...........por favor devolva a nossa saude ,alto estima ,a nossa vontade de viver ,obesidade é doença!

    Helena Castro Neves Helena Castro Neves usei anfepramona por mais de 19 anos, sempre prescrito por médicos, nunca tive qq problema físico ou mental. Agora, c/ a proibição da medicação, encontro -me, muito acima do peso, c/ vários, problemas de saúde e c/ depressão. Obesidade é uma doença q possui tratamento, infelizmente eu à tenho, porém, EXIJO O DIREITO DE VOLTAR A DE ME TRATAR.

    Viviane BLauer "será que isso ainda demora muito, não sei mais o que falar para minhas pacientes, mandei trabalhos cientificos para ser anexado nos processos o advogado que acompanha havia dito que estava praticamente certo, minhas pacientes estão em desespero eu to arrasada, tantas pessoas ja morreram, que eu acompanhava com remedios, outros que operaram tbem, é muito difícil trabalhar assim, depois de 24 anos conseguindo tantas vitorias ver suas pacientes ficando diabeticas , hipertensas, é muito doloroso, to cansada de brigar, enviar cartas, fazer trabalhos, relatorios e enviar, eu não sou obesa, mas vivo a dor deles todos os dias, eu até choro na clinica, pq as pessoas sentam e me olham achando q vou dar um jeito, como sempre,mas agora, parece que arrancaram minha canetas, meus blocos, meu carimbo.... dá vontade de largar tudo e fazer outra coisa, mas não posso deixar as pessoas que acreditam em mim, nao dormi nem um segundo essa noite pq nao entendi pq vcs estavam falando dos deputados por que tanto apelo isso não acaba, desculpa o desabafo, tá querida, mas Deus ha de nos ouvir" Recebi essa mensagem de desabafo de uma médica , como muitos estão assim sem saber como tratar seus pacientes obesos, por isso os medicamentos tem que voltar peço apoio a a provação da PL2431-11 urgente! Somos milhões de obesos doentes por falta de controle da obesidade pedimos socorro pela mídia o governo tem que nos ouvir, muitos estão morrendo ou já se foram por este equivoco da ANVISA! Obrigado pela atenção!

    ResponderExcluir
  53. Adriana Gomes Donno Sou medica tbe, tenho sentido na pele a proibição, estou obesa ( meu peso era controlado com medicamentos, nunca tive nenhum problema). Apos a proibição vi minha mãe que tomava a medicacao ha 30 anos tornar-se obesa, diabética e hipertensa. Ja tentei tomar topiramato impossível. E um crime o que Anvisa fez e vem fazendo

    Jacqueline Rosa Faita Após a proibição dos remédios, eu só penso que as circunstâncias estão me levando ao caminho da cirurgia... antes era uma alternativa à cirurgia, agora ou faz e fica magro tomando vitaminas pro resto da vida, ou fica obeso. Não vejo outra luz no fim do tunel.

    Angela Oliveira Como vítima da proibição dos medicamentos, estou 20kg acima e posso afirmar que só quem de fato tá sofrendo com a proibição dos medicamentos, só quem se olha no espelho e chora desesperadamente com sua imagem, só quem não tem mais vida social e vive escondida em casa por vergonha do quão esta gorda, só quem já fez academia, corrida, uso de "off label", só quem vai trabalhar para não passar necessidades, só quem esta vendo seu casamento acabando , seu marido se afastando, sua vida íntima destruída, só quem se quer não sente mais vontade de viver, sabe exatamente do que estou falando... Tenho certeza que estas são as razões que liga as pessoas desse grupo e faz com que nos momentos difíceis apoiem umas as outras, conhecendo suas dores e oferecendo seu tempo e compreensão... Obrigada por me aceitarem no grupo e desculpe por oferecer tão pouco à quem tem lutado por algo de tamanha importância para mim e minha família!

    Diante do exposto, apoio e à aprovação com a máxima urgência da PL 2431/11, obrigada! #obesospedemsocorro

    ResponderExcluir
  54. Participem do grupo

    https://www.facebook.com/groups/anfetaminas/

    ResponderExcluir
  55. Olá a todos e a todas,

    Que todos nós sabemos que obesidade faz mal aos nossos corpos já todos sabem, mas faz mal realmente ao que?


    Eis uma lista, que eu fiz, que a obesidade faz, efetivamente mal:

    1. Hipertensão ou pressão arterial alta
    Força elevada contra as paredes das artérias aquando o batimento do coração e bombeamento do sangue para do corpo.

    2. Angina de Peito
    Fortes dores no peito por falta de sangue ou oxigênio que deveriam ser providenciados aos músculos do coração

    3.Colesterol elevado
    Colesterol elevado provoca entupimento nas nossas veias o que poderá provocar doenças cronicas cardiovasculares

    4.Ataque de coração
    Devido ao entupimento das veias que fornecem sangue ao coração, os músculos do mesmo, poderá sofrer danos permanentes.

    5. Falha do coração
    O coração fica insuficiente para bombear sangue pelo restante corpo.

    6. Aumento de coração
    O coração aumenta o que o torna num órgão em risco.

    7. Embolia Pulmonar
    Bloqueio da principal artéria do pulmão

    8. Veias disformadas
    Inchadas,torcidas, e as vezes veias dolorosas que são "enchidas" com o lixo transportado pelo sangue.

    9. Diabetes
    Situação que provoca falta de insulina no corpo, sendo para o resto da vida.

    10. Infertilidade

    11. Menstruação Irregular

    12. Figado Gordo
    Retenção anormal de lípidos(gordura) dentro de uma célula do figado

    13. Hernias
    Uma hérnia é geralmente um saco formado pelo revestimento da cavidadeabdominal (peritoneu).

    14. Dispneia
    Sintoma de falta de ar

    15. Apneia Obstrutiva do Sono
    Falta de ar durante o sono, devido ao estreitamento das vias.

    16. Depressão

    17. Baixa-Estima

    18. Anti Social
    A sociedade vê uma pessoa diferente como "alvo abater"

    Existem muitas mais doenças que provêm da obesidade! mas sejamos coerentes! é necessário mais? não chega para mudar a vossa atitude? os vossos hábitos?

    Toca acordar meu povo!!! Obesos necessitam de tratamento com medicamentos!

    ResponderExcluir
  56. Tomei anfepramona com acompanhamento medico e NUNCA TIVE QUALQUER PROBLEMA, com a proibicao tomei sibutramina que a ANVISA permite e quase morri. Faco exercicios diarios e sigo uma dieta ridgida porem continuo com sobrepeso e hipertensa vivendo a base de remedios OffLabel . Lutamos muito pra conseguir a aprovacao da PL 2431/11 nao eh justo um Dep. que NAO ENTENDE NADA DE MEDICINA esteja lutando contra um povo que sofre. Ele foi colocado nde esta para lutar pelos direitos do povo e NAO EM CAUSA PROPRIA. Muitos ja morreram nesses dois anos. SERA QUE ESSE NOBRE DEPUTADO NAO VE QUE ESSAS MORTES E AS DOENÇAS CAUSADAS PELA OBESIDADE SAI MUITO MAIS CARO AOS COFRES PUBLICOS? Claro que nao, ele nao esta interessado em nada disso, ele so ve os proprios interesses, pq sabe que no Brasil nada acontece. Cuidado Deputado, as coisas estao mudando! Meu voto vc nao tem nunca mais e farei mtoda a campanha possivel e impossivel para que o Sr Nao represente NUNCA MAIS o povo brasileiro

    ResponderExcluir
  57. Ótimo texto sofri e ainda sofro as consequências da proibição dos medicamentos! #PL 2431/11 Liberação Já!!!

    ResponderExcluir
  58. Acho que tudo já foi dito, os responsável pela nossa saúde, deveria ver a realidade em que nos colocou , e pior aquele que ainda apoio querendo fazer continuar nós doentes sem direito a nós tratar. Só queremos ter vida digna .

    ResponderExcluir
  59. Obesidade uma ENFERMIDADE caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que traz prejuízos à saúde do indivíduo. Simples assim!
    Então o importante é tratar!
    Mas como tratar se faltam medicamentos?
    Medicamentos que trataram pacientes por mais de 50 anos e nunca fizeram mal, são retirados do mercado.
    Não estamos pedindo algo absurdo, queremos os medicamentos de volta.
    Os mesmos medicamentos que os médicos utilizavam, que a ANVISA tinha controle de venda...
    Queremos ter direito à saúde.
    SAÚDE É UM DIREITO DE TODOS E DEVER DO ESTADO.

    ResponderExcluir
  60. A obesidade é uma doença, queremos tratamentos e todo tratamento existe remédios. E querer tirar os remédios que necessitamos só aumenta outras doenças como Diabetes, Pressão alta, Circulação etc...
    Nem é de graça esses remédios e nem pagando temos é um absurdo só quem é obeso sabe que estamos sofrendo...

    ResponderExcluir
  61. Tinha eu 15 anos de idade quando fui submetida a um Realinhamento Patelar Distal, seguido de Meniscectomia e Síntese do Joelho Esquerdo. Aos 27 anos, outro procedimento cirúrgico do Joelho Direito - Patelectomia Total - causou-me diversos problemas relativos à estabilidade, força, deambulação que a OBESIDADE agravou de uma forma que mudou minha vida, de forma irreversível. Com o tratamento para a OBESIDADE, sob a devida orientação médica e prescrição de medicamentos, onde ANFEPRAMONA e FENPROPOREX associados a demais medicamentos, me foi possível manter o peso em parâmetros que determinava qualidade de vida, bem estar físico e emocional. Passei e passo por acompanhamento ortopédico há mais de 20 anos e é sobre a manutenção do peso corporal que os profissionais, dessa área médica, estão sempre a me notificar. Hoje tenho hérnias de disco na lombo sacra (S1/L4/L5) bem como na cervical (C6/C7). A partir de 2011 com a proibição dos anfetamínicos pela Anvisa, os problemas retornaram de uma forma muito agressiva, pois sendo portadora do gene da Obesidade, necessito de medicamento para estabilizar/ impedir a progressão da artrose que tenho desde a primeira cirurgia dos joelhos.

    Não tenho recomendação médica para frequentar academias e para praticar atividade física tenho limites impostos pela diminuição gradativa dos movimentos, principalmente, dos membros inferiores. O uso contínuo de anti inflamatórios e analgésicos, além das complicações gástricas, originaram outros problemas que associados aos decorrentes da OBESIDADE tiraram a qualidade de vida que eu tinha antes. Por isso, continuo nessa luta: #PL 2431/11 LIBERAÇÃO JÁ!

    ResponderExcluir
  62. Primeiramente agradeço esse espaço democrático... Todos os amigos que colocaram seus depoimentos esclareceram bem todo o sofrimento que o obeso tem passado após a proibição arbitrária da ANVISA, essa luta vem se arrastando há dois anos. Quando os medicamentos foram proibidos ninguém pensou nas pessoas (pacientes) que estavam em tratamento, os medicamentos foram tirados dos doentes, que eram acompanhados por médicos especializados. Não podemos ser culpados pelo uso recreativos dos inibidores, a ANVISA tem que fiscalizar e não sendo capaz disso, resolveu proibir, pois assim seria mais fácil.... Porém com essa atitude, abriu as portas para o mercado negro, onde pessoas de má fé vendem "medicamentos" falsos, trazendo a ilusão a quem realmente precisa de tratamento... Todos já enumeraram o prejuízo que a obesidade causa...Quantas pessoas hoje além de terem adoecido estão com baixa auto-estima? perderam sua ocupação profissional? casamentos foram desfeitos? adquiriram doenças provenientes da obesidade? Todos sabemos que obesidade está afetando a classe mais baixa da sociedade, antes os medicamentos eram a vendidos á custo beneficio de toda a população e gordura não é preguiça, não é falta de vergonha.... Obesidade é doença e precisa URGENTEMENTE ser tratada como tal, os órgãos competentes não podem nos viras as costas, pois estamos lutando por direito a saúde, direito a tratamento, nos deixaram sem opções, imaginem tirar o tratamento das pessoas hipertensas? Não faz nenhum sentido proibir medicamentos que há anos foram eficientes e eficazes... Nos colocando a disposição medicamentos "OffLabel" que nos fazem mal e são extremamente caros, e acima de tudo não são eficientes, viramos ratos de laboratórios, testando medicamentos. Não tem outra explicação para essa proibição a não ser $$$$$$$!!!! Colocam pessoas para defender a ANVISA que nem médicos são, em todos os debates, mostramos com documentos, que a proibição foi arbitrária e com argumentos nada convincentes. A ANVISA diz que os inibidores não são eficientes porque quando para de usar voltamos a engordar, isso prova mais uma vez que obesidade é doença crônica e precisa de acompanhamento continuado... Usaram estudos de um medicamento para proibir medicamentos de outras substancias, mostrando mais uma vez que não tiveram um respaldo cientifico concreto!

    ResponderExcluir
  63. O problema que o Governo Federal criou para os cidadãos com problemas de "obesidade", refletem várias coisas. Primeiro, a falta de informação da equipe técnica responsável pela fiscalização de medicamentos que são utilizados como coadjuvantes no complexo tratamento dos pacientes portadores de obesidade - que possuem, por conta disto, outros problemas decorrentes: cardíacos, circulatórios, etc.; segundo, a falta de compromisso do Governo Federal com a saúde do povo (basta que observemos a situação dos hospitais públicos por todo o Brasil); terceiro, o que é mais grave, a posição ideológica do partido que lidera o Governo Federal (PT), que tem como premissa ser medicamento, médicos qualificados, hospitais aparelhados, etc., coisas de "burguês". Ignora o Governo Federal, desta forma, séculos de desenvolvimento científico. Desenvolvimento científico este voltado ao bem comum, para que todos possam ter uma vida saudável e, assim, a mais feliz. O Saka é uma pessoa do bem. Preocupado com o direito das pessoas que possuem problemas relativos à obesidade, sem ao menos ser obeso (assim ele disse). kukuku

    ResponderExcluir
  64. Bom dia! Minha história é muito parecida com a da maioria das pessoas que faziam um uso de anorexígenos como tratamento da saúde (sim, por que obesidade é doença) e estupidamente foi nos tirado sem aviso prévio...Já fui feliz, tinha marido, filhos, amigos...hoje sou uma sombra do que já fui um dia...não tenho vontade de viver, só penso em acabar com isso logo...enfim deixo aqui o meu apelo que liberem os medicamentos, é muito triste ser uma pessoa sem espectativas de vida, de futuro! Gostaria de reatar minha amizade com a "vida"....a depressão é a pior parte! Obrigada!

    ResponderExcluir
  65. Depois de tantos depoimentos fica impossível a Anvisa alegar que esses remédios não eram eficientes. Estamos jogados ao mercado negro e onde está a preocupação em relação a esse fato? A verdade é aoenas uma, os inibidores eram baratos e realmente ajudavam muito. Infelizmente existe outros interesses em ter proibido. Como podem alegar que um medicamento era prejudicial a saúde e logo após a proibição fabricarem um com anfetaminas feitos para crianças..... Mas o preço, esse vale apena.... Proibidos para obesos, mas crianças podem usar? SENHORES NÃO PODEMOS ACREDITAR NA ANVISA. E Parabéns pela matéria . Que Deus nos ajude a ter esses medicamentos logo.

    ResponderExcluir
  66. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  67. Mentiras da ANVISA
    Agora está no senado para ser aprovado, se for aprovado precisa de sanção da Dilma,temo porque toda a proibição foi falcatrua do PT aliados da ANVISA), o projeto vai para o congresso para ser aprovado em definitivo.Espero que os SENADORES APROVEM E QUE A SENHORA DILMA PENSE MUITO BEM....
    .
    Para quem participa do twitter sabe bem sobre as mentiras inventadas para a proibição dos medicamentos. Já derrubamos todas as teorias apresentadas pela ANVISA. Então se não for aprovado é uma pouca vergonha.

    Mentiras da Anvisa:

    1ª - Os medicamentos trazem mais malefícios que benefícios - Mito - todo medicamento tem efeitos colaterais, porém cabe aos Médicos Especialistas em obesidade estudarem o caso do paciente e medicar conforme sua condição atual. E ademais os malefícios da obesidade são muito piores (diabetes, trigliceridios e colesterol alterados, avc, problemas cardíacos, gordura no fígado, aumento de probabilidade de desenvolvimento de alguns tipos de cânceres, problemas nas articulações, problemas psicológicos, problemas sociais).

    2ª - A obesidade estabilizou desde a proibição - Mito - A obesidade cresceu 6% no país desde a proibição em 2011.

    3ª Os derivados de anfetamina são perigosos e não devem ser usados em tratamentos farmacológicos - Mito - Existe um medicamento para tratamento de deficit de atenção a lisdexanfetamina, que inclusive trata crianças, então os derivados de anfetaminas apenas afetam os obesos? Estranho.

    4ª Existem alternativas para tratamento da obesidade - Mito - Existem no mercado apenas 2 remédios disponíveis - sibutramina (proibida em quase todo o mundo, porém aprovada no brasil) que necessita de termo de responsabilidade em 3 vias e por esse motivo as prescrições desse medicamento caíram. O outro medicamento é o Orlistat caro e fora da realidade da maior parte dos brasileiros obesos e seus efeitos na maior parte das vezes não são satisfatórios. Operação de estomago, essa deveria ser a última alternativa, por ser cara e apresentar um risco enorme para os obesos, porém com a proibição essa acabou sendo a única alternativa para alguns obesos, resultando em aumento de mortes pós operatórias. E por último e não menos "triste" os medicamentos off-label: medicamentos utilizados para outras doenças aplicados para o uso da obesidade. Topiramato, bupropiona e a própria lisdexanfetamina (etc...). Medicamentos caros e muitas vezes ineficazes no tratamento da obesidade.

    5ª Não existem pesquisas que comprovem a eficácia do tratamento com os inibidores - Mito - Em quase 50 anos existem diversas pesquisas feitas dentro e fora do Brasil, demonstrando a eficácia e SEGURANÇA do tratamento com Anorexígenos.

    Depois de todos os nossos argumentos fica impossível alguém não aprovar a volta dos inibidores. O SUS gasta milhões tratando comorbidades decorrentes da obesidade. Diversos países estão tratando a Obesidade como uma epidemia, gastando milhões em pesquisas e desenvolvimento de novos remédios. A Argentina lançou uma campanha contra obesidade e está investindo pesado em medicamentos. Medicamentos estes banidos no brasil!!! Anfepramona, manzidol etc... E ainda lançaram um novo farmaco composto de fentermina + topiramato (Terfamex). Ou seja, enquanto os outros países estão investindo para o tratamento, no Brasil somos impedidos de nos tratar, estamos em retrocesso! Isso é um absurdo!
    Vamos lutar pela liberação, pois temos que seguir o exemplo dos países que estão tratando essa doença de forma assertiva! O Brasil precisa de líderes que se importem com a Saúde e qualidade de Vida das pessoas!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.