Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Fim do mensalão. Início de uma nova República!

Folha. O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, deve expedir os primeiros mandados de prisão do mensalão nesta sexta-feira (15). No início da tarde de hoje ele determinou o chamado trânsito em julgado --fim efetivo do processo-- para 16 réus, entre eles o ex-ministro José Dirceu e alguns que, mesmo sem os votos necessários, haviam apresentado recursos à corte.  A certificação do trânsito em julgado é o último passo necessário antes da expedição dos mandados de prisão, que devem ser enviados à polícia por volta das 17h. 

Folha. Veja abaixo a lista dos 16 condenados que já podem ser presos:

1. Ex-ministro José Dirceu
2. Ex-presidente do PT José Genoino
3. Ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares
4. Operador do mensalão, Marcos Valério
5. Ex-sócio de Marcos Valério, Ramon Hollerbach
6. Ex-sócio de Marcos Valério, Cristiano Paz
7. Ex-vice-presidente do Banco Rural José Roberto Salgado
8. Ex-presidente do Banco Rural Kátia Rabelo
9. Ex-diretora da SMPB Simone Vasconcelos
10. Ex-sócio da corretora Bônus Banval Enivaldo Quadrado**
11. Ex-tesoureiro do PTB Emerson Palmieri**
12. Ex-deputado Romeu Queiroz
13. Delator do esquema, Roberto Jefferson
14. Ex-deputado Bispo Rodrigues
15. Ex-tesoureiro do PL Jacinto Lamas
16. Ex-direitor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolatto


** Cumprirão penas alternativas 

Comentário.

É assim inicia o último ato do julgamento do processo de número 470, denominado de mensalão.  O ato que uma grande maioria da população, incluindo este que escreve, já não esperava que acontecesse antes da decadência das penas.   

Espero que este seja o início de limpeza no alto poder da República, para que o Brasil retome a sua própria dignidade, mostrando ao mundo que o País é sério.  Tantas denúncias são noticiadas, nos altos postos da República, que o Brasil apequenou perante o mundo, nestes últimos anos.  

Hoje de manhã, no dia da proclamação da República, afirmei que o Brasil era uma republiqueta de 5ª categoria, pelo envolvimento de figuras notórias na vida política brasileira nas mais diversas formas de atos lesivos à pátria.  

Estes cidadãos e cidadãs, utilizando-se de cargos públicos, para praticar ladroagem à luz do dia, para praticar lobby para iniciativa privada, para participar das falcatruas nas empresas de controle da União, para utilizar-se de verbas orçamentárias para angariar apoios políticos, para conseguir dos empresários dependentes do poder público financiamento de suas campanhas eleitorais.  

Espero que com o fim deste processo julgado pelo STF, inicie-se uma nova fase, para colocar o País a limpo.  Desejo que os operadores da justiça exerçam, cada um, o seu papel e resgate a República, que venha as ser orgulho de todos nós.

Ossami Sakamori

3 comentários:

  1. Ainda hoje pela manhã vi uma foto que dizia mais ou menos assim: O dono do tempo sabe a hora de mudar a história . Que comecemos um Novo Tempo aqui também! Mostremos nós nos comentários, nas próximas eleições, quando se fizer necessário que, o que precisamos é Mudar os rumos do nosso País!

    ResponderExcluir
  2. Ontem, a decisão de Joaquim Barbosa, pode ter sido uma nova proclamação da República, em que uma decisão fundamental para o destino do Brasil, desta vez, contou com participação efetiva de toda a sociedade brasileira, sem exceções. Acho que, em muitos anos, não tivemos um feriado tão discutido e comemorado. O pedido de prisão dos principais mensaleiros no dia da Proclamação da República foi, sem dúvida, um ato simbólico.

    E como vivemos ainda num país dividido, de uma maneira muito peculiar, vejo as viúvas ressentidas do PT despejando ódio e rancor, misturados com um tipo de preconceito que é só nosso, em cima da figura do venerável Joaquim Barbosa. E os que comemoram, pelos mais diversos motivos a atuação do já citado presidente do STF. Em nenhum momento, o lado de lá, do PT, falou em justiça, mas apenas em interesses ideológicos, um dogmatismo tão cego quanto fingido. José Dirceu não é mártir de nada é, na verdade, um Tiradentes às avessas... Mas ainda há muitos como o Zé Dirceu, como mostram os escândalos envolvendo o governo e a prefeitura de São Paulo.

    E, pela primeira vez, a justiça puniu, finalmente um "Pê", que tem dinheiro, influência, admiradores e, claro, bons advogados. Agora, foi o PT, mas esperamos a punição de muitos outros "Pês" com dinheiro no bolso, geralmente, roubado dos cofres públicos.

    Com o fim do caso do Mensalão, o Brasil, após décadas de incerteza, começa a chegar a maturidade. Ainda falta muito, mas estamos caminhando.

    ResponderExcluir
  3. Isso não passa de um truque de mágica . E todo truque só é feito pq o mágico tira a atenção da plateia .
    Não acho que foi feito justiça .
    - cadê o dinheiro ?
    - como eles ainda tem o direito a receber salário .
    Com um trabalhador comum isso é motivo de cadeia e justa causa .
    Resumindo ... + uma vez somos ludibriados .
    O BR continua fingindo que é um país , finge que tem justiça , finge que tem gente séria , finge , finge e finge ... Enquanto "Justin beaber" (nem sei se escreve assim) vem aki e faz o que quer , mostrando ao mundo o q realmente somos.
    Parabéns BR .

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.