Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 30 de julho de 2013

Brasil da Dilma tem dívida pública de R$ 3 TRI !

A equipe econômica da Dilma, fugiu da escola.  Não sabe calcular o endividamento do País.  Para inglês ver ou seja para os otários contribuintes ver, o cálculo é feito com várias gambiarras.  Já comentei sobre isto em matéria lá de trás.  Vamos ver o valor correto, sobre a dívida pública do setor público, segundo FMI.  Leiam a notícia sobre contestação do ministro Mantega sobre o assunto e meus comentários na sequência.  

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, enviou uma carta ao FMI (Fundo Monetário Internacional) solicitando que a instituição modifique seu cálculo, pois o seu modelo atual aponta para uma dívida bruta do Brasil maior que a considerada pelo BC. Fonte: Folha.


Pelos parâmetros do FMI, a dívida bruta representava 68% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil no fim do ano passado, comparado com os 58,7% estimados pelo Banco Central. Fonte: Folha.

Comentário.

O PIB brasileiro em 2012, fechou em R$ 4,403 trilhões, já considerado o aumento pífio de 0,9% de crescimento do ano.  São dados do IBGE, para ninguém colocar em dúvida.  

Segundo critério do FMI, que é adotado em todos os países do mundo, a dívida bruta do setor público, somado União, estados e municípios, é de R$ 3 trilhões.  Eu não estava muito longe, em matéria anterior sobre o tema, ter estimado em R$ 2,8 trilhões a dívida pública, somente da União Federal.  

Falam muito em dívida pública líquida, mas isto é apenas amenizar uma situação que é crítica.  O Banco Central estima a dívida pública líquida em R$ 2 trilhões.  O ministro Mantega quer descontar da dívida pública bruta, o valor da Reserva Cambial, pelo valor bruto.  Conceito totalmente equivocada, uma vez que o Brasil tem compromisso de empréstimos que, em tese, deveria ser deduzido da Reserva Cambial, se fosse o caso.  

Lula diz que pagou a dívida com o FMI.  Isto é verdade. O governo do FHC tinha contraído dívida com o FMI em US$ 16 bilhões ou cerca de R$ 35 bilhões.  O governo Lula pagou o empréstimo do FMI com juros baixos, mas fez enormes dívidas no mercado interno.  Junto com os estados e municípios o Brasil tem dívida pública bruta de R$ 3 trilhões.  A dívida com o FMI se ainda não estivesse paga corresponderia grosso modo 1% do total da dívida pública.  

Guardem bem os números, porque o Lula e a Dilma estão dizendo a 4 cantos que pagou a dívida junto ao FMI, como se tivesse quitado  a dívida pública brasileira.  Lula pagou a dívida do FMI porque a contabilidade do Fundo é séria e não permitiria gambiarras.  Resumindo, não permitiria fazer chunchos! 

Agora, Dilma e Mantega dizem que o cálculo do FMI está errado.  A Dilma, em especial, acha que tudo que os outros fazem está errado. Ela, Dilma, com maior cara de pau, pratica o jeitinho "jaboticaba" de fazer a contabilidade.  Só a presidente Dilma, pós graduada em economia, está certo!  

O fato é que a dívida bruta do setor público é de R$ 3 trilhões!  O resto é conversa para boi dormir!  Espero que vocês não sejam os bois da Dilma! 

Ossami Sakamori
e-mail:  sakamori10@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.