Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Reforma da previdência do Rodrigo Maia

Crédito da imagem: Estadão

Segundo grande imprensa, Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados disse ter certeza de que a base de apoio do governo Temer vai criar condições necessárias para aprovar a reforma da Previdência nas próximas semanas, antes do recesso parlamentar que inicia no dia 16 do próximo mês. Se houver aprovação da reforma da previdência pela Câmara dos Deputados ainda este ano, o mérito será do seu presidente Rodrigo Maia. 

A reforma já em tramitação na Câmara dos Deputados deverá ser "hiper desidratada" para conseguir apoio da maioria necessária dos deputaddos, 308 votos, para a aprovação da Emenda Parlamentar. Nem vou arriscar comentar o que vai conter a "proposta de consenso" dentre as principais lideranças da base de apoio. O recém "desembarcado" PSDB deverá apresentar as emendas que vai impor perdas substantivas de receitas para a União, mas que o governo Temer terá que "engolir" para aprovar a reforma. 

O mercado financeiro, ontem, reagiu mal ao distanciamento cada vez mais da possibilidade de aprovação da Emenda Constitucional da reforma da previdência. Bolsa operou em baixa e dólar em alta. A tendência só será revertida se aumentar a chance de aprovação da reforma da previdência, mesmo que seja "hiper desidratada" como espera Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados. 

Ossami Sakamori

3 comentários:

  1. Mas que senvergonhice. Ñ acaba nunca ? Para eles TUDO, para o povo NADA ? Essa desidratação de araque é coisa de bandido para salvar voto em eleição. No final vai ficar pior do que antes, e olhe se ñ aumentar os impostos. Eles ñ cansam de achar, aliás ñ acham , somos mesmos idiotas, porque todos os dias tem aumento de alguma coisa, eles mentem que está tudo certo e nós cambada de carneiros vamos sendo sacrificados no matadouro. Ñ GOSTO DESSE GOVERNO DE MENTIRAS E ROUBOS. Ñ ESCAPA QUASE NINGUÉM, Ñ DÁ PARA SALVAR O PAÍS. QUADRILHA DE LADRÕES.

    ResponderExcluir
  2. Então Sr Sakamori, essa reforma da Previdência é uma palhaçada do governo. Sacrifica os funcionários públicos de carreira que ganham pouco, e preserva os ganhos dos funcionários apadrinhados que são na maioria fantasmas. Fernando Henrique Cardoso fez também, a reforma dele penalizando os aposentados idosos que até os chamou de vagabundos.

    "....24/10 às 12h45 - Atualizada em 24/10 às 13h04
    Previdência não é deficitária, conclui relatório de CPI no Senado
    Presidente da comissão apontou falta de interesse da mídia no assunto
    Jornal do Brasil
    +A-AImprimir
    PUBLICIDADE
    Contrariando as expectativas do governo Michel Temer, a CPI da Previdência Social no Senado conclui, nesta segunda-feira (23), que não existe déficit. A data de votação do relatório do senador Hélio José (Pros-DF) ainda será definida, mas a previsão é que a comissão parlamentar de inquérito se encerre até o dia 6 de novembro.

    O texto de 253 páginas aponta erros na proposta de reforma apresentada pelo governo; sugere emendas à Constituição e projetos de lei; além de indicar uma série de providências a serem tomadas para o equilíbrio do sistema previdenciário brasileiro, como mecanismos de combate às fraudes, mais rigor na cobrança dos grandes devedores e o fim do desvio de recursos para outros setores...." fonte: http://www.jb.com.br/pais/noticias/2017/10/24/previdencia-nao-e-deficitaria-conclui-relatorio-de-cpi-no-senado/

    ResponderExcluir
  3. Tem uma cara de babaca

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.