Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Luciano Huck, presidente da República.

Crédito da imagem: IG

A Rede Globo sempre esteve patrocinando candidaturas presidenciais, apesar de ser explorador de serviços de concessão pública. Elegeu através da força dos meios de comunicação que dispõe, o Fernando Collor. Da mesma forma como o elegeu, ajudou a destituir do cargo de presidente da República. Desta feita, lança a candidatura do apresentador Luciano Huck ao cargo máximo da República.

Apesar de proibido fazer propaganda eleitoral antecipado como candidato a qualquer cargo eletivo antes da convenção no mês de julho do próximo ano, ninguém mais respeita a legislação eleitoral. A candidatura do Luciano Huck está colocada nos meios de comunicação não convencionais. Que se dane a legislação!

A revista Veja, dá como certo a postulação do Luciano Huck pelo PPS. Por outro lado, o senador Cristovam Buarque, do mesmo PPS, anunciou tirar licença do Senado Federal para fazer giro pelo Brasil, para divulgar a ideia de candidatura do Luciano Huck. Ele próprio postula o cargo de vice-presidente na chapa do pré-candidato do PPS. 

Segundo a Veja, Luciano Huck estaria se encontrando com o Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central no segundo governo do Fernando Henrique e também formulador da política econômica do então candidato Aécio Neves em 2014.  Luciano Huck , com certeza, deve estar precisando de um cursinho rápido de macroeconomia para poder entender o que pretende Armínio Fraga. O competente investidor Armínio Fraga é presidente da BMFBovespa, para ninguém botar dúvida sobre a sua competência no mercado financeiro nacional e internacional.  

À medida que vai definindo os pretendentes à função de presidente da República, irei apresentando os candidatos e seus "gurus", formuladores da política econômica. Mas, vou avisando que Luciano Huck não é o meu candidato à presidência da República!

Ossami Sakamori

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.